richarlison artilheiro do Brasil
Shutterstock

O sucesso de Richarlison, o artilheiro da seleção brasileira responsável pelos dois gols que deram a vitória ao Brasil na sua estreia na Copa do Mundo do Qatar, ainda não está refletindo na sua coleção de NFTs (Tokens Não Fungíveis).

Lançada em junho deste ano, a coleção de tokens não fungíveis do atleta continua com baixo volume de negociação, com a maioria dos NFTs colocados à venda ainda parados pela falta de compradores.

Publicidade

A coleção do craque foi feita pela empresa IDG, especializada em criar colecionáveis ​​digitais de esportes e entretenimento, criadora também das coleções do jogador de vôlei Giba e das escolas de samba Mangueira e Grande Rio, por exemplo.

Na plataforma da IDG, onde os NFTs de Richarlison estão à venda, é possível checar que a coleção completa tem um fornecimento de 23.406 NFTs. Desse total, apenas 149 obras foram vendidas, ou seja, apenas 0,7% da coleção completa.

Na realidade, mesmo a maior parte dos 149 NFTs que estão nas carteiras dos investidores não foram vendidas de fato, uma vez que um segmento da coleção do Richarlison pôde ser adquirida pelos usuários por meio de pontos ganhos cumprindo missões da plataforma da IDG.

Esse é apenas um segmento da coleção completa de Richarlison, que divide os NFTs em diferentes níveis de raridade e preços. Os NFTs da coleção “Original”, por exemplo, são vendidos por US$ 9,90 cada; da coleção “Special” o preço sobe para US$ 39,90 e “Rare” para US$ 99,90.

Publicidade
Coleção de NFT de Richarlison (Fonte: IDG)

Por fim, a coleção mais exclusiva do atleta é a “Legendary”, com dois NFTs vendidos por US$ 5 mil e US$ 25 mil, sendo que um deles dá ao detentor o direito a um encontro com Richarlison.

Embora não faltem opções de NFTs do atleta, as vendas se mantiveram estagnadas na semana que começou a Copa do Mundo, sendo a última compra registrada na sexta-feira (19).

Promover a coleção também não parece ser prioridade do jogador. Embora o link da coleção esteja na sua bio do Instagram, onde acumula mais de 11 milhões de seguidores, o atleta só falou sobre a coleção quando ela foi lançada, em um post de 29 de julho.

“Que isso, pai! Agora eu tenho a MINHA coleção de NFT. Tem NFT grátis pra quem fizer o desafio, tem NFT Original, pra quem gosta da minha história e tem NFT lendário, pra quem quiser uma experiência MUITO EXCLUSIVA comigo, valendo até uniforme”, escreveu Richarlison na época.

Publicidade

Quer negociar mais de 200 ativos digitais na maior exchange da América Latina? Conheça o Mercado Bitcoin! Com 3,8 milhões de clientes, a plataforma do MB já movimentou mais de R$ 50 bilhões em trade in. Crie sua conta grátis!

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Ex-conselheiro do Ethereum quer R$ 50 bilhões do governo dos EUA por ser preso injustamente

Ex-conselheiro do Ethereum quer R$ 50 bilhões do governo dos EUA por ser preso injustamente

Steven Nerayoff alega ter sido vítima de provas fabricadas em um suposto caso de extorsão de 10.000 ETH
Moedas douradas de Bitcoin (BTC) em frente a um gráfico de preço de alta

Manhã Cripto: Bitcoin e Ethereum ensaiam alta; BC fala em atraso do Drex e lei para stablecoins pode avançar nos EUA

O clima ainda é de cautela para as criptomoedas depois de comentários do presidente do Fed sobre manter os juros elevados e o risco de retaliação de Israel ao recente ataque do Irã
Imagem da matéria: Ex-ministro do Petróleo da Venezuela é preso por corrupção com uso de criptomoedas

Ex-ministro do Petróleo da Venezuela é preso por corrupção com uso de criptomoedas

O ex-ministro Tareck El Aissami foi preso por participar de esquema que desviou US$ 15 bilhões da venda de petróleo usando criptoativos
Imagem da matéria: EUA não têm autoridade para processar trades DeFi, diz advogado do hacker da Mango Markets

EUA não têm autoridade para processar trades DeFi, diz advogado do hacker da Mango Markets

Avraham Eisenberg é o trader cripto acusado de drenar mais de US$ 100 milhões da plataforma de negociação Mango Markets