Celualr mostra logotipo da Revolut
Shutterstock

A Revolut, uma das maiores fintechs do mundo, vai suspender a negociação de criptomoedas para clientes empresariais do Reino Unido a partir do dia 3 de janeiro de 2024, informou a empresa aos clientes do serviço Revolut Business em um comunicado por e-mail. Um print do documento começou a circular nesta manhã segunda-feira (18) na internet.

Apesar de não haver um comunicado público oficial, o Portal do Bitcoin confirmou o conteúdo do e-mail com a assessoria de imprensa da empresa. “Todos os detalhes sobre a decisão estão no e-mail que foi enviado aos clientes do Revolut Business”. 

Publicidade
E-mail da Revolut explica fim do serviço no Reino Unido (Fonte: Revolut Business)

Nele, a empresa afirma que a pausa é temporária para que possa atender aos novos requisitos da Autoridade de Conduta Financeira (FCA), regulador no Reino Unido, que entrarão em vigor no dia 8 de janeiro de 2024.

“Esses requisitos visam melhorar a jornada do cliente e fornecer proteção adicional tanto para os novos investidores de criptomoedas quanto para os clientes ativos”, diz trecho do comunicado.

Como resultado, ressalta o e-mail, “precisaremos ajustar nossa oferta atual de criptomoedas no Revolut Business para garantir que todos os novos requisitos sejam atendidos”.

“Esta pausa não afetará a sua capacidade de manter ou vender criptomoedas através da Revolut Business, nem afetará quaisquer outras ferramentas e funcionalidades que utilize connosco”, finaliza.

Publicidade

Vale lembrar que em agosto deste ano a Revolut anunciou a suspensão de seus serviços de criptomoedas nos EUA a partir de 3 de outubro para todos os clientes, decisão também influenciada pelo cenário regulatório e pelas incertezas em torno do mercado de criptomoedas no país.

Na ocasião, ao confirmar a informação descrita em um e-mail aos clientes e que que também circulava na internet, um porta-voz da Revolut disse que “esta decisão não foi tomada de ânimo leve e entendemos a decepção que isso pode causar”.

No Brasil, a Revolut, que já opera em mais de 30 países, começou a operar oficialmente em maio deste ano, o que resultou na primeira unidade da empresa na América Latina.

A empresa trouxe uma série de serviços que incluem uma conta digital única para serviços de câmbio e remessa de dinheiro em 27 moedas fiat, além de um cartão de débito ou pré-pago.

Publicidade

“O Brasil é um mercado empolgante para a Revolut e possui um enorme potencial para nossa expansão global”, afirmou na época o cofundador da Revolut, Nikolay “Nik” Storonsky.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Catizen: como ganhar o máximo de moedas no jogo cripto do Telegram

Catizen: como ganhar o máximo de moedas no jogo cripto do Telegram

Um airdrop está chegando ao Catizen em breve, e é assim que você pode maximizar seu potencial de ganhos — e talvez salvar alguns gatos da vida real no processo
Imagem da matéria: Hackers roubam números de telefone de 33 milhões de usuários do Authy

Hackers roubam números de telefone de 33 milhões de usuários do Authy

Como precaução, todos os usuários do Authy devem atualizar seus aplicativos para as versões mais recentes
Imagem da matéria: Regular setor cripto com moderação é essencial para o crescimento da economia, dizem especialistas

Regular setor cripto com moderação é essencial para o crescimento da economia, dizem especialistas

No evento Febraban Tech, executivos da Microsoft, MB e Citi avaliaram o papel da regulação para permitir a inovação no mercado brasileiro
Vitalik Buterin posa para foto na ETH Taipei 2024

Vitalik Buterin mostra como tecnologia blockchain pode melhorar a privacidade e liberdade de russos

Desenvolvida pela empresa russa Rarimo, a Freedom Tool utiliza tecnologia de Prova de Conhecimento Zero (ZKP)