Imagem da matéria: Restrições a criptomoedas nos bancos do Reino Unido: o que você precisa saber
Foto: Shutterstock

Os bancos do Reino Unido estão se tornando mais rigorosos com os clientes que usam criptomoedas. Na semana passada, dois dos maiores bancos do país — Nationwide e HSBC — restringiram as compras diárias para compradores ou restringiram cartões de crédito de fazer compras de criptomoedas.

Esses dois não são os únicos: diversos bancos ao longo do ano passado se tornaram mais rigorosos. Alguns tomaram uma postura mais rígida após a queda da mega exchange de ativos digitais FTX em novembro.

Publicidade

De acordo com a maioria dos bancos de rua com limites, a repressão é para proteger os investidores de fraudes em criptomoedas. “Queremos fazer tudo o que pudermos para proteger nossos clientes e sentimos que limitar os pagamentos para trocas de criptomoedas é a melhor maneira de garantir que seu dinheiro fique seguro”, diz o Santander.

Então, quais são as regras atuais? Aqui está um resumo sobre quais bancos são amigáveis ​​com as criptomoedas para o investidor de varejo.

Nationwide

O principal banco de rua Nationwide disse esta semana que estava estabelecendo novas restrições para “ajudar a protegê-lo e tentar manter seu dinheiro seguro”. Os clientes não podem mais comprar criptomoedas com cartões de crédito e débito, e há limites diários de £ 5.000 ($ 5.965).

HSBC

A HSBC também impôs regras mais rigorosas esta semana. Agora, os clientes não podem comprar ativos digitais de trocas usando cartões de crédito. Aqueles que têm conta na HSBC podem comprar criptomoedas com um cartão de débito por meio de plataformas regulamentadas no Reino Unido, mas não em trocas como a Coinbase.

Publicidade

O gigante bancário disse que não tem interesse em Bitcoin e proibiu os clientes de comprar ações de empresas com exposição ao Bitcoin.

Lloyds

A Lloyds permite que seus clientes comprem criptomoedas por meio de plataformas regulamentadas no Reino Unido e façam saques de trocas como a Coinbase – mas apenas usando cartões de débito. Foi um dos primeiros bancos do Reino Unido a impedir seus clientes de comprar criptomoedas com cartões de crédito em 2018.

NatWest

A CEO do NatWest Group, Alison Rose, disse no mês passado que o banco havia “adotado uma postura bastante rígida como banco em relação às criptomoedas”. Em 2021, o banco proibiu clientes corporativos que lidam com criptomoedas. Isso significa que empresas como trocas de criptomoedas com base no Reino Unido não podem ter contas no NatWest.

Mas agora, de acordo com o banco, isso “não significa que bloqueamos pagamentos de criptomoedas completamente, mas restringiremos pagamentos para trocas de criptomoedas que apresentam o maior risco de prejuízo financeiro”. Você pode usar uma conta do NatWest para comprar ativos digitais de trocas como a Coinbase. As quantias são limitadas, de acordo com o banco, embora o NatWest não tenha revelado exatamente esta quantidade.

Publicidade

Barclays

O banco Barclays não permite que os clientes comprem ou vendam criptomoedas por meio de sua plataforma bancária on-line. Investidores em potencial podem comprar criptomoedas por meio de um corretor regulamentado e aprovado pela FCA.

Santander

O banco Santander anunciou no ano passado que limitaria os clientes do Reino Unido a fazer transações grandes com criptomoedas. Atualmente, aqueles que têm conta no Santander podem fazer transações únicas de £1.000, com um limite total de £3.000 em qualquer período de 30 dias.

Wise

Anteriormente conhecido como TransferWise, a Wise não lida com criptomoedas de forma alguma. E você não pode usar a conta para comprar ativos digitais de uma exchange. Mas os clientes da Wise podem receber dinheiro em sua conta de uma plataforma que lida com criptomoedas se ela for regulamentada na UE ou no Reino Unido.

Monzo

Você pode comprar criptomoedas em grandes exchanges estabelecidas, como a Coinbase (mas não a Binance), com o popular banco desafiante Monzo, mas ele “pode bloquear um pequeno número de transações com base no risco”. O banco não informa quão grandes ou pequenas essas transações são.

Starling

O banco desafiante Starling é um dos mais restritos: ele proibiu clientes de fazerem qualquer pagamento relacionado a criptomoedas. “Consideramos a atividade com criptomoedas de alto risco”, disse o banco em novembro. Clientes da Starling informaram ao Decrypt que a mudança foi repentina.

Publicidade

Revolut

Este banco desafiante é o mais amigável com as criptomoedas de todos: os usuários podem comprar, vender e armazenar várias moedas digitais por meio do aplicativo bancário móvel. E no mês passado, o banco lançou um serviço de apostas para Ethereum, Cardano, Polkadot e Tezos.

*Traduzido e editado com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin recua para US$ 62 mil em dia de quedas generalizadas; Dogwifhat desaba 12%

Manhã Cripto: Bitcoin recua para US$ 62 mil em dia de quedas generalizadas; Dogwifhat desaba 12%

As quedas resultaram em liquidações de US$ 148 milhões no mercado de criptomoedas nas últimas 24 horas
Imagem da matéria: O que é o Notcoin? Conheça o jogo baseado em Telegram, o token NOT e os planos futuros

O que é o Notcoin? Conheça o jogo baseado em Telegram, o token NOT e os planos futuros

Notcoin é um jogo baseado no Telegram que nos últimos meses acumulou um total de 35 milhões de jogadores
Joe Biden posa para foto

Biden expulsa mineradora cripto chinesa de área próxima a base militar: “Risco de espionagem”

O governo afirma que a MineOne possui equipamentos especializados de origem estrangeira potencialmente capazes de facilitar atividades de vigilância e espionagem
Moeda de Bitcoi sob mapa da América comd estaque para Venezuela

Venezuela quer desativar todas as fazendas de mineração de criptomoedas do país

O governador do estado de Carabobo afirmou que o governo está prestes a publicar um decreto que irá proibir a mineração de criptomoedas