Imagem da matéria: Rede social Damus, apoiada por Jack Dorsey, é banida pela China
Shutterstock

Foi uma “longa” estadia: pouco menos de 48 horas.

Foi esse o tempo que o governo chinês permitiu que a Damus, uma alternativa descentralizada e nativa do Twitter, apoiada por Jack Dorsey, vivesse no App Store da Apple no país.

Publicidade

Na sexta-feira, a Damus anunciou que a Administração do Ciberespaço da China (CAC) havia exigido a remoção do aplicativo, devido à suposta violação das leis nacionais de liberdade de expressão. A Apple imediatamente atendeu ao pedido.

A Damus é apenas um dos vários projetos atualmente sendo construídos sobre o Nostr, um protocolo descentralizado de mídia social financiado por Dorsey. No ano passado, o cofundador do Twitter doou 14 BTC (cerca de US$ 327 mil neste sábado) para financiar o desenvolvimento da Nostr. O aplicativo também integra a Bitcoin Lightning Network, voltada para pagamentos.

Nostr é um protocolo de código aberto baseado em pares de chaves criptográficas que visa se tornar a base de uma rede social global, descentralizada e resistente à censura.

Qualquer pessoa pode criar um aplicativo em cima do Nostr; nesses aplicativos, os usuários não podem ser banidos e as postagens não podem ser censuradas, pois os clientes são executados por todos os usuários.

Os desenvolvedores da Nostr criaram um análogo do Twitter compatível com a Apple, Damus, como uma prova de conceito do potencial da Nostr. Outros projetos construídos sobre o protocolo incluem o substituto do Telegram, o Anigma, e o aplicativo de xadrez Jester.

Publicidade

A Damus tinha acabado de ser lançado globalmente na terça-feira e obtido a aprovação da Apple para ser listado na App Store.

Embora a Apple, a pedido dos governos nacionais, possa proibir aplicativos criados no Nostr, como o Damus, nenhuma entidade pode censurar o próprio Nostr. Esse ponto de venda é a principal razão pela qual os defensores da liberdade de expressão, como Dorsey, têm apoiado tão abertamente o protocolo.

Dorsey há muito defende a proliferação de plataformas de mídia social resistentes à censura. Enquanto atuava como CEO do Twitter em 2019, Dorsey financiou uma pequena equipe encarregada de criar um protocolo de mídia social descentralizado.

Em setembro, os registros do tribunal revelaram que Dorsey implorou ao bilionário Elon Musk, durante a aquisição do Twitter por Musk, para fazer a transição do aplicativo para um “protocolo de código aberto, financiado por uma fundação”.

Publicidade

Musk ainda não deu ouvidos a esse conselho. No final de janeiro, o segundo homem mais rico do mundo gerou polêmica ao censurar um documentário da BBC que criticava o primeiro-ministro indiano Narendra Modi a pedido do governo indiano, segundo reportagem do The Intercept.

Os defensores da liberdade de expressão criticaram a decisão de proibir o filme, que questiona o papel de Modi em um massacre anti-muçulmano de 2002 na região de Gujarat.

“Elon Musk realmente não deveria estar lutando contra a Nostr, já que é praticamente a única coisa que pode salvar seus negócios”, twittou o autor da denúncia e defensor da privacidade Edward Snowden na época. “O destino do antigo modelo de plataforma social na próxima década é claro.”

*Traduzido pelo Portal do Bitcoin com autorização do Decrypt.

Já pensou em inserir o seu negócio na nova economia digital? Se você tem um projeto, você pode tokenizar. Clique aqui, inscreva-se no programa Tokenize Sua Ideia e entre para o universo da Web 3.0!

VOCÊ PODE GOSTAR
sob notas de dólares estão moedas de bitcoin, ethereum, ao lado de celular com logo FTX

FTX apresenta proposta para devolver aos clientes 118% dos fundos perdidos

Empresa afirma que caso o plano seja aprovado pela corte, os pagamentos serão feitos em até 60 dias
Imagem da matéria: Memecoin que usa nome de Trump rouba R$ 410 mil de investidores

Memecoin que usa nome de Trump rouba R$ 410 mil de investidores

Endereço despejou uma enorme quantidade do token TrumpAI, recebeu R$ 410 mil em WETH e derrubou o preço em 100%
Imagem da matéria: Como um trader cripto ganhou mais de US$ 100 mil com apenas dois tuítes

Como um trader cripto ganhou mais de US$ 100 mil com apenas dois tuítes

“Somente em criptomoeda.” A memecoin Pacmoon recompensou um usuário com um grande airdrop – que foi maior do que o esperado graças ao erro de um amigo
Moeda de Bitcoi sob mapa da América comd estaque para Venezuela

Venezuela quer desativar todas as fazendas de mineração de criptomoedas do país

O governador do estado de Carabobo afirmou que o governo está prestes a publicar um decreto que irá proibir a mineração de criptomoedas