Imagem da matéria: Programador transforma Game Boy na mineradora de bitcoin mais lenta existente
Game Boy usado para criar a mineradora (Foto: Reprodução)

Stacksmashing, um pseudônimo de um jovem pesquisador, programador e criador de conteúdo do YouTube, adaptou um Game Boy de 1989 – o primeiro grande console portátil da Nintendo – em uma mineradora de Bitcoin. Embora ele seja bem lento.

O Game Boy modificado pode minerar Bitcoin a uma taxa de hash de aproximadamente 0,8 hashes por segundo.

Publicidade

“Se você comparar isso a um minerador ASIC moderno, que chega a cerca de 100 terahashes por segundo, você pode ver que somos quase tão rápidos, apenas perdendo por um fator de cerca de 125 trilhões”, disse Stacksmashing.

De acordo com o pesquisador, levaria apenas “alguns quatrilhões de anos para minerar um Bitcoin” nessa taxa.

“É sem dúvida a mineradora mais lenta de que já ouvi falar. Mas você já ouviu falar! ” Stacksmashing vangloriou-se no Twitter.

A transformação

De acordo com o vídeo publicado, como o dispositivo não tem conectividade sem fio embutida, o Stacksmashing escolheu uma placa de microcontrolador Raspberry Pi Pico de US $ 4 e um cartão flash USB. Equipado com isso, o modder conectou seu console de Game Boy a um node de Bitcoin em seu computador.

A próxima etapa foi criar um firmware de mineração customizado, bem como modificar o código para ntgbtminer, um programa de mineração Stacksmashing usado para o experimento.

O desafio não acabou, porém, por causa da diferença nos requisitos de voltagem para o Raspberry Pi Pico e o Nintendo Game Link Cable – o primeiro funciona a 3,3V, enquanto o último opera a níveis de 5V. Para fazer a conversão de tensão, o Stacksmashing implementou um deslocador lógico bidirecional de quatro canais simples.

VOCÊ PODE GOSTAR
Moedas de Bitcoin e Tether lado a lado

Tether detém mais de US$ 5 bilhões em Bitcoin para apoiar o USDT

A gigante das stablecoins adicionou ainda mais Bitcoin ao seu balanço no primeiro trimestre
Imagem da matéria: Corretoras batem recorde de negociações enquanto suas reservas de Bitcoin despencam

Corretoras batem recorde de negociações enquanto suas reservas de Bitcoin despencam

A alta das criptomoedas em março resultou em um recorde de negociações e queda drástica das reservas de Bitcoin das corretoras
Imagem da matéria: ETF de Bitcoin da BlackRock é o 3º mais investido por brasileiros no exterior

ETF de Bitcoin da BlackRock é o 3º mais investido por brasileiros no exterior

Produto da BlackRock fica atrás apenas dos ETFs que seguem o índice S&P 500 e o setor imobiliário dos EUA
Baleia dourada envolto a moedas de bitcoin

Baleia adormecida por 14 anos movimenta R$ 17 milhões em Bitcoin

As transações dos 50 BTCs oriundos da recompensa de bloco em 2010 ocorreram nesta manhã de segunda-feira (15)