Imagem da matéria: Professor do Espírito Santo Aplica Prova Sobre Blockchain aos Alunos
(Foto: Arquivo Pessoal)

O professor do Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes) Ricardo dos Santos Dias, 35 anos, vem apostando tanto na difusão do conhecimento da tecnologia blockchain que passou a cobrá-la em provas.

Recentemente, ele publicou no grupo do Facebook “Bitcoin Brasil”, um dos mais populares sobre criptomoedas, uma foto mostrando duas questões sobre o tema em um teste que aplicou aos alunos. A legenda avisava: “Eu tô fazendo minha parte!”. E também pedia doações para ele mesmo.

Publicidade

Na foto tirada da prova (ver abaixo) pode-se ler duas perguntas: uma pedindo a definição de blockchain e seu impacto no mundo financeiro; a outra questionando sobre o “Double Spend” e seus efeitos à rede de informação. O exame foi aplicado à turma de Administração no curso de Finanças do campus da Barra de São Francisco, disse Dias ao Portal do Bitcoin.

Imagem da prova em publicação no Facebook.

Dias é professor no Ifes há cinco anos. Além de Finanças, ele leciona as disciplinas de Economia e Estatística. Em seu doutorado, na área de Administração de Empresas da Fundação Getúlio Vargas, estuda a volatilidade do Bitcoin em relação à das moedas fiduciárias tradicionais.

A teoria defendida pelo professor e seus colegas sugere que o Bitcoin, no longo prazo, teria uma variação de valor menor em comparação com moedas emitidas por governos e bancos centrais. Atualmente, a variação cambial é um dos maiores receios para investidores operarem com criptomoedas.

Para Dias, a tecnologia blockchain tem grande futuro na Administração, especialmente no controle logístico de envio e recebimento de cargas.

Publicidade

Blockchain é uma rede anônima, descentralizada e pública o que torna a tecnologia uma forma de liberdade. Ela rediscute o papel dos bancos e das instituições que transacionam nosso dinheiro e as taxas que praticam.

O professor contou que essa é a segunda turma a quem ministrou aulas sobre o tema. A  publicação da foto no Facebook tinha o objetivo de avaliar como seus contatos reagiriam ao ver o conteúdo sendo ensinado nas aulas.

Dias disse que a maioria dos alunos foi bem no exame, mas que ainda era uma novidade para eles. Por viverem numa cidade com pouco desenvolvimento urbano, o professor considera que a tecnologia blockchain ainda não faça parte do dia a dia deles.

Além das aulas de Finanças, o professor trata do assunto no curso de extensão criado por ele no IFES, chamado “Bitcoin e Blockchain, contratos inteligentes”. O curso apresenta usos práticos do blockchain, seu funcionamento e potenciais.

BitcoinTrade

Comprar e vender Bitcoin e Etherium ficou muito mais fácil. A BitcoinTrade é a plataforma mais segura e rápida do Brasil. Além disso, é a única com a certificação de segurança PCI Compliance. Acesse agora ou baixe nosso aplicativo para iOs ou Android: https://www.bitcointrade.com.br/

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: "Jogo do Tigrinho" deve ser liberado pelo governo do Brasil; veja regras

“Jogo do Tigrinho” deve ser liberado pelo governo do Brasil; veja regras

A liberação do “Jogo do Tigrinho” deve ser feita por meio de portaria que será emitida pelo Ministério da Fazenda
Moeda dourada de Bitcoin (BTC) sobre um gráfico de preço com candles indicando queda nos preços

Semana Cripto: Queda do Bitcoin derruba principais altcoins enquanto memecoins políticas permanecem voláteis

Bitcoin e Ethereum desabam em meio a narrativas sobre Mt. Gox e BTCs do governo da Alemanha
jogo hamster kombat em tela de celular

Hamster Kombat:  Tudo sobre o airdrop do jogo do Telegram

Veja também dicas para conseguir a maior quantidade de moedas antes do lançamento do token
Ronaldinho Gaúcho em vídeo promovendo Olymp Trade

CVM aplica multa de R$ 680 mil em corretora promovida por Ronaldinho Gaúcho

Promovida pelo ex-craque da Seleção, Ronaldinho Gaúcho, a Olymp Trade prometia retornos de até 92%