Imagem da matéria: Produtor da Marvel transformará quadrinhos NFT em filme

Mais um notável projeto NFT está pronto para dar o salto do blockchain para as telonas. A Arad Productions, do produtor de filmes da Marvel, Ari Arad, anunciou planos para transformar Huxley, o projeto de quadrinhos NFT em Ethereum do artista Ben Mauro, em um longa-metragem.

Huxley é um conto de ficção científica espalhado por seis edições digitais vendidas como Ethereum NFTs. A Arad Productions se uniu ao estúdio de produção Feature, voltado para Web3, para criar o filme. O supervisor de efeitos visuais indicado ao Oscar Jerome Chen – cofundador da Sony Pictures Imageworks – também foi recrutado para ajudar a trazer a visão de Mauro para um novo formato.

Publicidade

O primeiro teaser de Huxley, visto abaixo, mostra o mundo pós-apocalíptico dos quadrinhos em animação CG. É anunciado como um “trailer cinematográfico”, no entanto, pode estar simplesmente definindo o tom do projeto, em vez de mostrar como será o filme finalizado. Se Huxley é um filme de animação ou live-action ainda não foi determinado, segundo informou ao Decrypt um representante de relações públicas.

A data de lançamento do projeto ainda não foi anunciada. Os parceiros planejam lançar experiências interativas de metaverso que terão Huxley como tema ainda este ano, “no caminho” para o lançamento do filme.

Um NFT funciona como um recibo baseado em blockchain para um item digital e pode representar coisas como imagens, arquivos de vídeo e histórias em quadrinhos digitais. O mercado expandiu em volume de negócios para a casa de US$ 25 bilhões em 2021, de acordo com dados do DappRadar. A primeira edição NFT de Huxley foi lançada em outubro, com 10.000 edições digitais lançadas a um preço mínimo de 0,10 ETH cada (cerca de US$ 390 na época). Uma segunda edição já foi lançada, com mais quatro no horizonte. De acordo com a OpenSea, as vendas secundárias das duas emissões até agora geraram mais de 1.920 ETH, ou cerca de US$ 4,9 milhões na taxa atual.

Mauro, um artista conceitual que trabalhou em filmes como “Elysium” e “O Hobbit”, além da série de jogos Halo e Call of Duty, lançou seus primeiros NFTs em março de 2021. Evolution, seu primeiro lançamento no blockchain Flow, gerou mais de US$ 2 milhões em vendas. Logo depois, ele contou ao Decrypt sobre o impacto que os NFTs podem ter para os artistas digitais.

Publicidade

“Esta é uma ideia muito grande que ajudará todos os artistas do mundo e mudará a vida de muitos artistas, eu acho”, disse ele. “Basicamente, resolve um problema que tivemos durante toda a nossa carreira por não podermos ganhar dinheiro com nossas criações digitais. É completamente revolucionário para mim.”

Arad produziu filmes da Marvel como “Homem de Ferro” e “Motoqueiro Fantasma”, além de outras adaptações de entretenimento, como o recém-lançado filme “Uncharted”. Seu pai, Avi Arad, foi cofundador da Marvel Studios e também produziu uma série de filmes da Marvel de vários estúdios, incluindo “X-Men” e “Spider-Man: Into the Spider-Verse”.

Aku, um jovem personagem de astronauta negro criado por Micah Johnson, foi o primeiro IP original da NFT escolhido para uma adaptação cinematográfica no ano passado. Os colecionadores de Aku NFTs podem ajudar a moldar o filme e o futuro do IP, disse Johnson ao Decrypt em agosto.

Desde então, projetos bem-sucedidos de NFT, como Bored Ape Yacht Club, CryptoPunks e World of Women, contrataram representantes com o objetivo de entrar em outras verticais de entretenimento, incluindo cinema, TV e muito mais. Na semana passada, a atriz Reese Witherspoon anunciou que seu estúdio de produção Hello Sunshine desenvolverá filmes e séries de TV baseados em World of Women.

*Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento com autorização do Decrypt.co.

VOCÊ PODE GOSTAR
martelo de juiz com logo da binance no fundo

Governo dos EUA contrata empresa para monitorar a Binance

A Forensic Risk Alliance venceu a disputa contra a Sullivan & Cromwell, que atuou no caso FTX
Costas de um policial de Hong Kong

Empresário e filho se entregam à polícia após sequestrarem investidora de criptomoedas

A dupla teria tentado acertar as contas com a mulher de 55 anos que teria intermediado um investimento de cerca de R$ 10 milhões em criptomoedas
CEO da Galaxy Digital, Mike Novogratz, em entrevista ao BNN Bloomberg no YouTube

O Bitcoin precisa de uma nova narrativa para voltar a subir, segundo CEO da Galaxy Digital

Mike Novogratz também acredita que o preço do BTC flutue entre US$ 55 mil e US$ 75 mil até que novos eventos ocorram
pilhas de moedas douradas à frente da bandeira da Colômbia

Maior banco da Colômbia lança corretora de criptomoedas

A plataforma Wenia visa atrair pelo menos 60.000 clientes em seu primeiro ano de operação