Imagem da matéria: Prefeitura de SP define conceito de blockchain em nova lei municipal
Foto: Shutterstock

A prefeitura de São Paulo incluiu o termo blockchain na sua nova Lei Municipal de Acesso a Dados e Transparência, sancionada no início de janeiro, com definições sobre a tecnologia que sustenta as criptomoedas, em uma sinalização que ela poderá ser adotada na cidade. As informações são de reportagem do Valor.

A definição de tecnologia blockchain aparece no artigo 3º do Capítulo II da lei 17.901/23, na parte reservada a trazer definições, princípios e objetivos da lei.

Publicidade

O texto então define blockchain como “tecnologia equivalente a um livro-razão compartilhado e imutável que facilita o processo de registro de transações e o rastreamento de ativos em uma rede de computadores”. 

No parágrafo seguinte, a lei explica que dados em formato blockchain “são dados gerados a partir de transações em uma rede blockchain sem risco de sofrerem alterações e/ou fraudes”.

Definição de blockchain genérica?

O advogado Marcelo Castro, do escritório Machado Meyer, comentou ao Valor que a definição de blockchain na lei municipal é genérica e não responde como a tecnologia poderia ser utilizada pela prefeitura, secretarias, autarquias e empresas estatais. Não se sabe, portanto, qual foi o objetivo da prefeitura em trazer essa definição ao legislação.

“As instituições estão reconhecendo [blockchain] como benéfico na economia, porém, não haver comando específico dizendo como a tecnologia será utilizada dentro de um cronograma ou planejamento traz um risco enorme de desandar em uma letra morta de lei”, disse ele ao jornal.

Publicidade

O tom genérico, contudo, é defendido pela autora da legislação, Maria De Carli, assessora da vereadora Cris Monteiro (Novo). Ela disse ao Valor que se o Legislativo trouxesse determinações muito específicas ao texto sobre como a administração municipal deveria usar a tecnologia blockchain, poderia surgir confusão entre os Poderes.

“Pincelar blockchain foi para abrir o debate, mas sem engessar. O Legislativo deve indicar boas iniciativas e projetos para o Executivo. Se conseguirmos mostrar projetos de caráter inovador no dia a dia, a prefeitura irá adotá-los. Não queríamos ferir as competências do Executivo. Não temos a competência de sugerir de maneira tão incisiva o que queremos que a prefeitura faça”, concluiu.

Apesar disso, ela disse que a tecnologia blockchain pode ser uma aliada em combater casos de corrupção na administração da cidade, bem como garantir que regras de transparência sejam cumpridas.

Em nota ao Valor, a prefeitura de São Paulo esclareceu que “não tem objetivo de implementar algo que não seja baseado efetivamente em uma necessidade prática”, mas que está “atenta às novas tecnologias e inteirada das principais tendências e implementações de soluções tecnológicas nelas baseadas”.

  • Já pensou em inserir o seu negócio na nova economia digital? Se você tem um projeto, você pode tokenizar. Clique aqui, inscreva-se no programa Tokenize Sua Ideia e entre para o universo da Web 3.0!
VOCÊ PODE GOSTAR
Costas de um policial de Hong Kong

Empresário e filho se entregam à polícia após sequestrarem investidora de criptomoedas

A dupla teria tentado acertar as contas com a mulher de 55 anos que teria intermediado um investimento de cerca de R$ 10 milhões em criptomoedas
Moedas de bitcoin sob mesa escura com sigal ETF

ETFs de Bitcoin têm entrada de US$ 303 mi, impulsionados por Fidelity e Grayscale

Os fluxos de entrada de ETFs de Bitcoin à vista nos EUA atingiram uma alta de US$ 303 milhões em duas semanas, já que o preço do Bitcoin ultrapassou US$ 66 mil
Imagem da matéria: Coinbase sai do ar durante madrugada após interrupção do sistema

Coinbase sai do ar durante madrugada após interrupção do sistema

Embora a Coinbase tenha informado nesta manhã que o problema estava resolvido, sua página de status ainda indica que o app móvel e site estão com “desempenho prejudicado”
Imagem da matéria: Binance demitiu funcionário que descobriu manipulação milionária de cliente da corretora, diz jornal

Binance demitiu funcionário que descobriu manipulação milionária de cliente da corretora, diz jornal

Uma semana antes da demissão, o funcionário produziu um relatório afirmando que a DWF Labs lucrou milhões através da manipulação de mercado de seis tokens