Imagem da matéria: Preço médio das NFTs cai 70%; o hype passou?
Foto: Shutterstock


Depois do ‘boom’ registrado nos primeiros dois meses do ano, o mercado de NFTs (tokens não fungíveis) deu uma esfriada no início de abril, segundo dados da plataforma nonfungible.com.

O preço médio de uma NFT nesta semana, por exemplo, está na casa dos US$ 1.400, valor 70% menor do que os quase US$ 4 mil registrados em meados de fevereiro.

Publicidade
Fonte: nonfungible.com

Já o volume de negociações semanais, ainda segundo o nonfungible, teve uma redução de 50%, passando de 80 mil por semana no pico de março para 40 mil em abril.

O site The Block também publicou gráficos sobre o mercado. Os dados, no entanto, só levam em consideração informações dos principais NFTs, como NBA TopShot, Axie Infinity e CryptoPunks.

No auge do setor – 21 de fevereiro – o volume de negociação NFT semanal atingiu US$ 197 milhões, sendo US$ 125,3 milhões (64%) só do NBA TopShot, segundo o portal.

Fonte: The Block

Nesta semana, o volume caiu para US$ 27 milhões – uma queda de 86% em relação ao topo de dois meses atrás. O CryptoPunks foi responsável por metade das negociações – cerca de US$ 14 milhões.

Publicidade

Hype passou?

Melissa Gilmour, fundadora da agência de criptoarte Lily & Piper, baseada no Reino Unido, disse para o site The Art Newspaper na quinta-feira (8) que uma queda no valor era “inevitável”, pois há uma “saturação excessiva de plataformas” no mercado.

Ela falou, no entanto, que não vê a queda como algo permanente: “Há elementos de um ciclo de hype, mas ainda vemos (o NFT) como uma imensa oportunidade de longo prazo”.

Já Samson Mow, diretor de estratégia da Blockstream – uma companhia de tecnologia e criptomoedas localizada no Canadá – tem opinião diferente.

Ele disse para o site Finance Magnates nesta sexta-feira (9) que houve muito “exagero” em torno dos NFTs’, que agora estão “morrendo lentamente”:

“Uma vez que a maioria dos NFTs de hoje não faz muito sentido nem fornece muito valor, veremos esse exagero diminuir e os preços de muitos tokens não fungíveis despencarem”.

Publicidade

Artistas e empresários

Se NFT é apenas um hype ou veio para ficar, só o tempo irá dizer.

De qualquer forma, a tecnologia deu a artistas, que tinham dificuldade de viver por meio da venda de seus projetos autorais, uma nova forma de ganhar dinheiro.

Até o mês passado, artistas brasileiros venderam cerca de 136 mil NFTs (tokens não fungíveis), faturando mais de US$ 1 milhão.

Além disso, o NFT continua atraindo atenção da grande mídia – que até alguns meses atrás dava pouco espaço para o mercado de criptomoedas – e de empresários do mercado tradicional, como o youtuber de finanças Thiago Nigro, mais conhecido como Primo Rico.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Dogwifhat (WIF) cai 15% em meio à fase de baixa das memecoins

Dogwifhat (WIF) cai 15% em meio à fase de baixa das memecoins

Dogwifhat (WIF) caiu dois dígitos durante a noite e continua a se distanciar de sua máxima histórica
Moedas de ether

Mercados de empréstimos de Ethereum enfrentam liquidações massivas em abril

O volume de empréstimos em Ethereum (ETH) liquidados apenas nas duas primeiras…
Silhueta de pessoa jogando videogame À frente de TV

Agência federal de fiscalização dos Estados Unidos começa a olhar para games cripto

Comprar vidas extras ou ganhar tokens em um jogo do tipo play-to-earn equivale a um “banco em games e mundos virtuais”, diz agência
piramide financeira criptomoedas

Ex-diretora da pirâmide OneCoin é condenada a 4 anos de prisão nos EUA

Onecoin foi criada pela búlgara Ruja Ignatova, a famosa “Rainha das Criptomoedas” foragida do FBI