Smartphone sobre dólares mostra logo Axie Infinity
Shutterstock

A Sky Mavis, empresa por trás do jogo play-to-earn Axie Infinity, afirmou no fim de semana em um post no X, que a Autoridade Nacional Norueguesa para a Investigação e Repressão de Crimes Econômicos e Ambientais (Økokrim) devolveu US$ 5,7 milhões (cerca de R$ 30 milhões) em criptomoedas recuperadas do hack de 2022 que envolveu a sidechain Ronin. 

“Gostaríamos de estender publicamente a nossa sincera gratidão a todos os que ajudaram nos esforços de recuperação, especialmente Økokrim e o FBI nos EUA, pelo seu esforço incansável para localizar e recuperar estes bens para as comunidades Axie e Ronin”, escreveu a Mavis.

Publicidade

Em um comunicado, a Økokrim — polícia norueguesa para crimes financeiros, disse que a apreensão de criptomoedas foi “a maior já feita pela polícia norueguesa” e que a ação mostra que o órgão “sabe lidar com grandes ativos provenientes do crime, mesmo que os criminosos usem métodos avançados para ocultar criptomoedas no blockchain”. Os ativos haviam sido congelados em fevereiro do ano passado.

Segundo a Sky Mavis, 15% dos ativos recuperados servirão para cobrir despesas com advogados, contadores e equipes forenses de blockchain, como a Chainalysis, que atuam no caso; outros 85%, diz a entidade, “serão depositados na tesouraria do Axie Infinity”.

A Sky Mavis afirmou ainda que pelo menos US$ 40 milhões que envolvem o hack de 2022 seguem congelados por autoridades, sem, no entanto, descrever suas jurisdições. “A recuperação desses ativos levará algum tempo e não temos informações suficientes para fornecer orientação sobre um cronograma específico para recuperação e devolução desse conjunto separado de ativos”, concluiu.

Axie Infinity e Ronin

Em março de 2022, a Ronin, uma sidechain (blockchain paralela) do Ethereum desenvolvida para o game de NFTs Axie Infinity, foi alvo de um hack de US$ 622 milhões por meio do uso das chaves privadas hackeadas.

Publicidade

As informações da época são de que foram subtraídos 173,6 mil ETH e 25,5 milhões em USDC por meio do uso das “chaves privadas hackeadas”. O hack foi atribuído a cibercriminosos norte-coreanos.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Tether passa a deter 25% da mineradora de Bitcoin Bitdeer

Tether passa a deter 25% da mineradora de Bitcoin Bitdeer

Tether, a empresa por trás do USDT, agora possui 25% das ações da mineradora de Bitcoin Bitdeer, de acordo com um novo documento da SEC na quinta-feira
moeda de bitcoin com bandeira dos EUA

O que faria os americanos comprarem mais Bitcoin? Regulamentações mais claras, afirma pesquisa

Pesquisa da Grayscale mostra que 44% dos eleitores dos EUA que não possuem criptos dizem que estão “esperando regulamentações adicionais”
Moeda de Bitcoin em cima de celular com logo da UE União Europeia e em cima de mapa da Europa

Binance restringirá stablecoins “não autorizadas” na União Europeia a partir de 30 de junho

Decisão da Binance ocorre para que a exchange se adeque ao regulamento de criptoativos, conhecido como MiCA, que entrará em vigor no fim do mês
Ariana Grande posa para foto

Memecoin ‘Michi’ salta 18% após Ariana Grande compartilhar a foto do gato

A estrela pop publicou o meme antes da valorização do Michi, gerando debate sobre se ela sabe ou não da conexão do meme com as criptomoedas