Moedas
Shutterstock

A Credix, plataforma baseada em blockchain que conecta globalmente investidores institucionais com originadores de empréstimos em mercados emergentes, anuncia uma rodada de investimentos série A de R$ 60 milhões, co-liderada pelos fundos multi bilionários norte-americanos Motive Partners (apoiado pela Apollo Global), ParaFi , e seguido por Valor Capital, Victory Park Capital, MGG Investment Group, Circle Ventures, Abra, Fuse Capital e investidores privados como Marcelo Claure (ex-COO SoftBank) e Ricardo Villela Marino (Presidente Itaú América Latina).

Os novos recursos vão permitir impulsionar ainda mais os avanços na tecnologia da empresa, a fim de construir uma infraestrutura de crédito global, investir na contratação de novos talentos e também explorar oportunidades estratégicas com investidores institucionais e mutuários.

Publicidade

No final de 2021, a fintech levantou uma rodada Seed de R$ 14,2 milhões e aterrissou no Brasil. Atualmente, a Credix obtém mais de 25 fundos utilizando o serviço ativamente e possui negócios com empresas brasileiras como A55, Provi, Tecredi, Descontanet, Divibank e Adiante. Esses originadores de empréstimos receberam mais de US$ 20 milhões em financiamento por meio da plataforma.

Com o novo investimento, a Credix pretende aumentar a equipe para mais de 25 pessoas, o que resultará em um crescimento de novos produtos e recursos. Até o final do ano, a Credix também pretende expandir para além do Brasil e chegar ao México e Colômbia, conectando-se com mais investidores institucionais e originadores de empréstimos, a fim de atingir mais de US$ 100 milhões ativos sob gestão.

“Este investimento Série A é verdadeiramente estratégico para nós, atraindo os melhores do mundo das finanças tradicionais e cripto. Estamos trazendo parceiros com profundo conhecimento em mercados emergentes, crédito privado e finanças organizadas para construir uma infraestrutura de tecnologia financeira escalável”, afirma Thomas Bohner, fundador e CEO da Credix. “Além disso, queremos escalar nossos mercados de fintechs para mercados temáticos, sindicalizados e geográficos. Esse investimento nos permitirá estar à frente da concorrência e manter a inovação nos aspectos técnicos e jurídicos”, acrescenta.

Conexão

Fundada em novembro de 2021, a Credix conecta investidores institucionais em todo o mundo com fintechs em mercados emergentes, como a América Latina. Isso inclui fundos multi bilionários e indivíduos de alto patrimônio líquido que anteriormente não tinham acesso a esse tipo de oportunidade de investimento. Os usuários da plataforma podem investir ativa ou passivamente, de acordo com sua preferência.

Publicidade

No primeiro caso, os investidores podem analisar e subscrever negócios um a um, para os quais podem antecipar um retorno de mais de 20% ao ano. Os investidores passivos investem perfil de liquidez, uma combinação de vários negócios com menor risco, mas também com retornos menores – cerca de 12% ao ano.

“A Valor vem investindo no ecossistema de fintech há mais de uma década e entende as ineficiências existentes criadas por sistemas e processos no mercado financeiro. Blockchain e, especialmente, DeFi têm o potencial de criar uma infraestrutura de mercados financeiros mais escalável, eficiente e barata. Acreditamos que a Credix é a solução mais bem posicionada para capturar essa oportunidade”, disse Michael Nicklas, sócio-gerente do Valor Capital Group.

“Com esse investimento, a Credix poderá acelerar seu pipeline de clientes de fintech e investidores institucionais, continuando a construir uma infraestrutura global da próxima geração. Fazer a ponte com os mercados tradicionais é um componente-chave de nossa tese de cripto e estamos felizes em ser um parceiro chave para a Credix nesta jornada”, completa.

Blockchain

Todos os negócios – como empréstimos para as fintechs – que aparecem na Credix são previamente examinados extensivamente pela equipe local da empresa. Desta forma, o investidor tem acesso a todas as informações para tomar uma decisão de investimento estudada. A fintech obtém as stablecoins em sua carteira de criptomoedas e as converte em moeda local antes de desembolsar empréstimos para seus usuários finais.

Publicidade

Cada vez mais investidores estão apostando em criptomoedas e stablecoins, uma tendência que vem sendo adotada por bancos e grandes fundos em todo o mundo. A regulamentação está evoluindo e aplicações cada vez mais promissoras estão efetivamente começando a ver a luz do dia. A Credix é um exemplo disso.

“Vemos um potencial significativo na aplicação dos princípios de tecnologia desenvolvidos em todo o ecossistema cripto para resolver desafios do mundo real. A plataforma Credix é uma das primeiras a impulsionar essa ambição, fornecendo aos credores de fintech acesso rápido e mais flexível ao capital global, além de oferecer aos investidores uma exposição diversificada a oportunidades de crédito atraentes que, de outra forma, seriam difíceis de acessar e subscrever de forma eficiente. Ficamos impressionados com a capacidade e a ambição da equipe da Credix e estamos empolgados em trazer a força da plataforma Motive Partners para acelerar o já impressionante crescimento das equipes e ainda ajudar a construir a primeira plataforma verdadeiramente institucional neste mercado”, disse Thomas Harris, Vice-Presidente de Parceiros de Motivação.

“A Credix tem como objetivo trazer investidores institucionais para a DeFi através da criação de mercados globais de renda fixa em conformidade com as regulamentações, construídos no blockchain. A ParaFi foi investidora seed da Credix e tem orgulho de investir na equipe novamente nesta rodada de financiamento. Ficamos impressionados com a execução do time e o profundo conhecimento dos mercados de crédito institucional. Acreditamos que a Credix está reconstruindo um sistema antiquado por meio da tecnologia blockchain e resolvendo um problema do mundo real em um momento crítico para a indústria”, afirma Ben Forman, sócio-gerente da ParaFi Capital.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Metade dos tokens em pré-venda na Solana são golpes, diz pesquisa

Metade dos tokens em pré-venda na Solana são golpes, diz pesquisa

Golpistas estão se aproveitando da pré-vendas de tokens na rede Solana para enganarem usuários em plataformas como Telegram
Imagem da matéria: B3 lança plataforma de ativos tokenizados para facilitar captação de recursos por empresas e startups

B3 lança plataforma de ativos tokenizados para facilitar captação de recursos por empresas e startups

Segundo a B3, o lançamento reforça o compromisso da Bolsa com o crescimento de startups e pequenas e médias empresas
Ilustração de mão segurando smartphone com logotipo da Toncoin

Toncoin (TON) bate recorde de preço e supera Cardano como 10ª cripto mais valiosa

O Toncoin (TON) da Open Network disparou nas últimas semanas e expulsou a Cardano do top 10 das criptomoedas
Celular com logotipo da BInance

Binance lista 6 novos pares de negociação com USDC e lira turca

A corretora também vai incluir os novos pares em seu serviço de robôs de negociação (trading bots)