PicPay passa sistema da Stone, e Banco Original fica indisponível no app
Foto: Shutterstock

O aplicativo do PicPay não conta mais com o Banco Original na opção de depósitos, o que causou estranheza em alguns usuários. Agora, a fintech usa a Stone Pagamentos para o serviço de transferência.

Devido a reclamações de usuários em redes sociais, a reportagem questionou a empresa o motivo da mudança no aplicativo e sobre a parceria com a Stone.

Publicidade

Sobre tais mudanças, a empresa respondeu:

“O Original é parceiro em diversos serviços financeiros que oferecemos aos nossos usuários. A integração de cash-in com o banco Original está indisponível no momento, entretanto qualquer usuário do banco pode enviar ou retirar dinheiro da carteira para o Original, digitando os dados do banco. Sim, o PicPay está usando a Stone para o processo de transferência de saldos do app para contas bancárias de todos os bancos”.

Usuários disseram que não foram avisados

Tais mudanças, contudo, podem ter acarretando alguns problemas. Pelas redes sociais, os usuários que estavam com problemas no app.

“Falaram que a conta era minha. A conta do banco Original está salva. Não consigo fazer transferência para ninguém. Porque não consigo nem tirar essa conta do meu app”, disse à reportagem Amanda Fernandes, usuária do Rio de Janeiro.

Sem saber o que fazer, ela chegou a pedir ajuda no Twitter:

“Como que pode eu fazer uma transferência do PicPay para um banco já cadastrado, eu não vi que estava cadastrado no meu picpay. Agora recebi uma mensagem falando que já foi feita a transferência para minha conta. Eu não tenho conta no Banco Original. Alguém me ajuda?”, escreveu ela no no final de agosto.

O usuário Israel Martinez Mitta, de Manaus (AM), também confirmou com à reportagem que não sabia de tais mudanças:

“Não estou ciente de tal mudança, mas realmente no aplicativo não tem mais esta opção. Até hj tenho R$ 30 retidos no banco Original que não houve a compensação. O PicPay não avisou nenhuma mudança e até o momento não consegui meu dinheiro de volta”, disse Mitta via Messenger. 

Publicidade

De acordo com a usuária Kellen Cristine Silva da Costa, de Carapicuíba (SP), apesar de não ter tido nenhum problema com o app, ela confirmou não ter recebido nenhum aviso da empresa.

“Eu olhei os emails, mas não chegou nenhum sobre isso; só de ofertas mesmo”, disse. 

Antes e depois. Banco Original indisponível no app PicPay

“Perdi R$ 200 no Picpay”

A usuária Amanda Fernandes, citada anteriormente, disse que perdeu R$ 200 reais. À reportagem, ela também confirmou que não recebeu mensagem sobre mudanças na fintech. “Não recebi nenhuma!”

Segundo ela, seu dinheiro foi enviado para uma conta no Banco Original, que ela nem possuía. 

“Não consegui resolver. E nem consigo falar com o PicPay. Eu simplesmente perdi R$ 200,00”, disse, acrescentando: “Tô desesperada pq era uma conta do banco original, e eu não tenho conta no banco original”, escreveu no microblog.

Clientes reclamam do suporte

Dois dias antes, outro usuário, Kahio, também veio a público reclamar de sumiço de fundo.

“Retiveram meu limite indevidamente!”, reclamou. “Eles não dão nenhum respaldo; não respondem os canais ou redes sociais”, escreveu, acrescentando:

“Não apenas eu, mas muitos clientes associam as duas marcas, penso que devido a parceria de vocês o banco Original poderia exigir uma postura mais respeitosa e profissional do referido app”.

Publicidade

A conta do Original respondeu e disse que é parceiro do PicPay, “porém somos empresas independentes”. Conforme explicou ao usuário, as demandas referentes aos serviços e aplicativo do PicPay devem ser feitas diretamente com o PicPay.

PicPay no Reclame Aqui

A empresa passa por sérios problemas na relação com os clientes. O Portal do Bitcoin fez um levantamento com dados do Reclame Aqui mostra, que a fintech vem recebendo uma reclamação a cada três minutos na plataforma de defesa do consumidor.

Em nota, a empresa disse que o aumento no número de usuários nos últimos meses causou de fato algumas instabilidades, mas que todas haviam sido sanadas. Disse também que a equipe de atendimento foi ampliada.

Fintech ganhou milhões de novos usuários

O PicPay é um dos serviços de pagamento mais utilizados no momento. Com a pandemia e a liberação do Auxílio Emergencial do Governo Federal o aplicativo ganhou 18 milhões de novos usuários.

“Cresceu nos últimos seis meses o equivalente aos últimos 8 anos”, afirmou a empresa.

O serviço permite depósito via boleto que foi impulsionado por fundos oriundos do Caixa Tem, app da Caixa que permite o envio do auxílio nessa modalidade.

Publicidade
VOCÊ PODE GOSTAR
Ilustração mostra mapa do Brasil com pontos ligados em blockchain

Banco Central, UFRJ, Polkadot e Ripple se unem para aprofundar pesquisas sobre interoperabilidade entre blockchains e DREX

A Federação Nacional de Associações dos Servidores do Banco Central (Fenasbac) antecipa…
simbolo do dolar formado em numeros

Faculdade de Direito da USP recebe evento da CVM sobre democratização dos mercados de capitais

Centro de Regulação e Inovação Aplicada (CRIA) da CVM vai a “Tecnologia e Democratização dos Mercados de Capitais no Brasil” com transmissão ao vivo no Youtube
Antônio Ais posa para foto ao lado de carro

Criador da Braiscompany, Antônio Neto Ais é solto na Argentina

O benefício de prisão domiciliar valerá até que o processo de extradição para Brasil seja resolvido
Gustavo Scarpa em um campo de futebol usando o uniforme do Atlético Mineiro

Scarpa x Bigode: Pedras preciosas não valem como garantia em processo contra pirâmide cripto, diz PF

Um laudo das pedras de alexandrita apreendidas da suposta pirâmide Xland foi avaliado por um juiz, que determinou que elas não têm valor significativo