Imagem da matéria: Pesquisa: 75% dos investidores dos EUA têm medo de Bitcoin
(Foto: Shutterstock)

Após a elevação do valor das criptomoedas nas últimas semanas, impulsionada principalmente pelo Bitcoin, a tecnologia volta a atrair novos investidores em busca de lucro com a expectativa de valorização. Uma pesquisa publicada pela Gallup revela o perfil de investidores nos Estados Unidos, mostrando que há muito mercado a ser conquistado.

Os resultados foram publicados na última sexta-feira (27), sendo resultado de uma pesquisa online conduzida entre 7 e 14 de maio com pessoas com mais de US$ 10 mil em diversos tipos de ativos. A pesquisa revelou que a maioria dos entrevistados que já ouviu falar em criptomoedas não pretende investir em moedas digitais no futuro próximo.

Publicidade

O estudo mostrou que 96% dos investidores conhece o Bitcoin, mas 72% declararam “não ter interesse em jamais comprar Bitcoin”. Apesar do nome Bitcoin ser famoso nesse meio, apenas 29% disse conhecer o termo “moeda digital”. 67% disse ter apenas conhecimento geral sobre a tecnologia. Somente 2% dos 2 mil pesquisados no estudo possuem Bitcoins.

Apesar da razão para a criação do Bitcoin ser o uso como uma forma de pagamento eletrônico, a percepção geral dos investidores é de que a alta volatilidade de seu valor fez a criptomoeda ser “mais popular como investimento de alto risco e alto retorno do que como uma moeda online – embora a aceitação como pagamento eletrônico esteja crescendo.”

Os resultados da pesquisa mostram também que 75% dos participantes veem o Bitcoin como um investimento “muito arriscado”, enquanto 23% considera “um pouco arriscado”.

Há também diferenças na percepção sobre o Bitcoin entre os diferentes subgrupos de investidores, mas todos ainda carecem de grande número de entusiastas. Somente 3% dos homens e 1% das mulheres entrevistados investem na criptomoeda. Entre os investidores de 18 a 49 anos, 3% possuem o criptoativo, em comparação a apenas 1% dos mais velhos.

Publicidade

As diferenças também existem entre grandes e pequenos investidores. 3% dos pesquisados com mais de US$ 90 mil investidos possuem Bitcoins, contra 1% dos que têm menos valor em ativos. De acordo com matéria da Forbes, no total, os EUA têm 26 milhões de proprietários de criptoativos, ou 8% da população nacional.

Leia também: Google segue Apple e proíbe aplicativos de mineração de criptomoedas


Compre Bitcoin no Celular

A BitcoinTrade é a melhor plataforma para operar criptomoedas do Brasil.
Compre Bitcoin, Ethereum e Litecoin com segurança e liquidez, diretamente pelo app.
Baixe agora e aproveite, acesse: www.bitcointrade.com.br

VOCÊ PODE GOSTAR
Moedas de Bitcoin sobre mesa espelhada

Análise: o preço do Bitcoin está novamente sendo ditado pela política do Fed

“Análise dos últimos 40 dias revela uma maior alinhamento com as expectativas de taxa de juros para junho”, diz firma de análises CoinShares
bitcoin e ethereum em grafico vermelho de queda

Bitcoin e Ethereum passam a cair e provocam liquidações de US$ 150 milhões

Tanto o Bitcoin quanto o Ethereum despencaram na manhã de sexta-feira (10), provocando uma onda de liquidação de longo prazo
o que é mineração de bitcoin

Dificuldade de mineração de Bitcoin está despencando, mas por quê?

A redução no preço do Bitcoin, combinada com a diminuição das recompensas de mineração, resulta em menos mineradores e em uma rede menos robusta — pelo menos por enquanto
Imagem da matéria: Bitcoin entra em onda de alta e atinge o seu maior preço desde o halving

Bitcoin entra em onda de alta e atinge o seu maior preço desde o halving

Dados do CoinGecko mostram que o Bitcoin subiu cerca de 3% no último dia e no período de uma semana valorizou em 9%