Imagem da matéria: Perfil Nazaré Amarga 'sequestra' dinheiro de investidores em criptomoeda e devolve a mais após erro de cálculo
Reprodução/Twitter

O detetive de golpes com criptomoedas ZachXBT acusou o perfil Nazaré Amarga — com 4,7 milhões de seguidores no Twitter e 9,5 milhões no Instagram — e seu criador, o brasileiro Gabriel Marques, de um suposto golpe de R$ 550 mil. A investigação foi postada no Twitter na noite de segunda-feira (24).

Segundo ZachXBT, o responsável pela conta teria convencido mais de 20 membros de uma comunidade NFT chamada “Nakamigos”, da qual Marques fazia parte, a investirem e enviarem os dólares para o endereço privado que seria responsável pela pré-venda de uma nova memecoin.

Publicidade

O investigador descobriu o endereço porque o criador do perfil digital havia tatuado um endereço nas costas e postado uma foto no Instagram (veja abaixo).

O token, chamado MATH (matemática, em inglês), segundo anunciado, seria derivado do meme brasileiro da Nazaré Tedesco, personagem da novela da Rede Globo, que olha sem entender para uma fórmula geométrica.

De acordo com o investigador de blockchains, conforme o dinheiro era recebido pelo endereço, Marques continuou aumentando o limite estabelecido para a pré-venda. Alguns dos investidores começaram a pedir explicações e uma atualização de quando os tokens seriam entregues.

“Por favor não roube a gente”

Um dos investidores implorou: “Please don’t rug”, temendo um golpe do tipo “puxada de tapete” (rug pull, no inglês) dos criadores por medo de que o criador do projeto fugisse com o dinheiro de quem comprou o o token.

Publicidade

Porém, segundo, ZachXBT, foi exatamente o que aconteceu.

A pré-venda não chegou a ser encerrada oficialmente, mas a conta “mathcoineth” promovida pelo perfil Nazaré Amarga como central de atualizações relacionadas ao projeto, foi apagada do Twitter sem mais explicações.

Para ZachXBT, trata-se de uma “puxada de tapete”, que foi rastreada até Gabriel Marques.

Fonte: ZachXBT

Seguindo a trilha das transações na blockchain, o detetive encontrou o envio de todos os ethers (ETH) dados como pagamento pela pré-venda para um endereço conhecido de Gabriel e, logo depois, para um endereço de carteira da Binance.

De quebra, trata-se de um endereço que Gabriel tem tatuado em suas costas, registrado em uma foto postada em seu Instagram, que agora está fechado.

Reprodução: Instagram/Twitter

Ainda de acordo com o relato do detetive cripto, a conta Nazaré Amarga o procurou no Twitter para conseguir ajuda na devolução dos valores para as vítimas do golpe. No entanto, o responsável pelo perfil realizou a mesma transação duas vezes por engano — devolvendo o dobro por acidente para as vítimas.

Publicidade

Na sequência, ele fez o pedido para quem recebeu o valor dobrado enviar os ETH de volta.

O caso ganhou repercussão no Twitter brasileiro após uma postagem do perfil Paradigma Education, que compilou a investigação mas apagou a postagem algumas horas depois. O perfil de humor Joey Ponzi também repercutiu o caso.

A personagem Nazaré Amarga é inspirada na vilã da novela Senhora do Destino, interpretada pela atriz Renata Sorrah.

O Portal do Bitcoin procurou Gabriel Marques para prestar esclarecimentos e recebeu a seguinte mensagem, reproduzida na íntegra abaixo:

Há alguns meses, me tornei entusiasta do universo de criptomoedas e cripto ativos. E nas últimas semanas, acompanhei o crescimento das meme coins, após o sucesso da moeda $PEPE. Com o avanço desse nicho e surgimento de outras moedas, decidi entrar em contato com o criador da $TONKS, com objetivo de firmarmos uma parceria e criarmos uma nova moeda. 

Após as negociações, desenvolvemos uma página no twitter para divulgação da $MATH e atrair seguidores da comunidade. Durante o processo estabelecemos as funções no negócio, onde eu seria responsável pelo marketing e promoção do produto e ele pela gestão operacional. Com as atribuições traçadas, iniciamos a pré-venda por meio de uma carteira digital de ativos, e em pouco tempo ganhou proporções relevantes no segmento. 

A partir disso, desafios surgiram no percurso, pois o desenvolvedor e gestor da moeda não finalizou o produto como havíamos acordado e solicitou mais dinheiro. Visando não lesar as pessoas que confiaram no meu trabalho, passei a buscar outras alternativas e conhecimento no tema com profissionais que já me relacionava. Devido à urgência de retorno aos investidores, e a falta de confiança que me despertou no trabalho desenvolvido pelo criador da $TONKS, optei por pausar o projeto.

Com o apoio de um grande influencer da comunidade Cripto, consegui devolver o dinheiro às pessoas que investiram por meio de um código de programação criado, tornando o processo mais rápido e seguro.

Publicidade

Lamento pelo aborrecimento e me coloco à disposição para quaisquer novos esclarecimentos.

VOCÊ PODE GOSTAR
Vitalik Buterin

Criptomoeda Railgun dispara mais de 100% após Vitalik Buterin dar apoio ao projeto

A criptomoeda Railgun passou a disparar na manhã desta segunda após Vitalik Buterin fazer uma postagem apoiando o projeto
Silhueta de pessoa jogando videogame À frente de TV

Tokens de jogos desabam junto com queda do Bitcoin antes do halving

Tokens importantes como Gala Games, Pixels, Portal e Xai caíram 30% ou mais na semana passada, com alguns estabelecendo novas mínimas
Imagem da matéria: Dogwifhat cai 15% e lidera perdas de memecoins em meio à lentidão da Solana

Dogwifhat cai 15% e lidera perdas de memecoins em meio à lentidão da Solana

As memecoins da Solana caíram da noite para o dia, enquanto os devs correm para consertar os problemas de congestionamento da rede
Do Kwon, criador da Terra (LUNA) olhando assustado para a câmera.

Criador da LUNA é considerado responsável por fraude em julgamento nos EUA

Os reguladores dos EUA prevaleceram com a acusação de que Do Kwon enganou milhares de investidores com o ecossistema Terra (LUNA)