Imagem da matéria: Perdas com fraudes de criptomoedas sobem 30% no Reino Unido e somam US$ 200 milhões
Foto: Shutterstock

O governo do Reino Unido divulgou que a soma de dinheiro perdido por vítimas de fraudes envolvendo criptomoedas neste ano já é 30% maior do que em todo 2020. Foram mais de US$ 200 milhões perdidos.

Os valores foram divulgados pela Action Fraud, órgão britânico responsável por coletar informações sobre fraudes e crimes cibernéticos

Publicidade

Desde o início deste ano a agência recebeu 7.118 denúncias de fraudes envolvendo criptomoedas, com uma perda média por vítima de cerca de 20,5 mil libras (US$ 28 mil, o que na cotação atual equivale a R$ 154 mil).

Os jovens de 18 a 25 anos representaram a maior porcentagem de notificações (11%) e mais da metade (52%) das vítimas tinham idades entre 18 e 45 anos.

Golpe da celebridade  

Segundo a Action Fraud, uma tática comum usada para atrair as vítimas é o uso de endossos de celebridades.

“Os criminosos apresentam anúncios online de aparência profissional e confiável, enviam e-mails e criam sites para anunciar oportunidades de investimento falsas, incluindo criptomoeda. Frequentemente, depoimentos falsos são acompanhados da foto de uma figura conhecida para ajudar o investimento a parecer legítimo”.

Entre abril de 2020 e março de 2021, a Action Fraud recebeu 558 relatórios de fraude de investimento que faziam referência a um endosso falso de celebridade – com mais de três quartos (79%) dos relatórios mencionando a criptomoeda como a mercadoria em que investiram.

Mais tempo online

O detetive-chefe Craig Mullish, da Polícia da Cidade de Londres, disse que não está surpreso com o aumento, pelo fato de as pessoas estarem cada vez mais fazendo atividades online.

Publicidade

“Estar mais online significa que os criminosos têm mais oportunidades de abordar vítimas inocentes com oportunidades de investimento fraudulentas.

Lista das empresas a serem evitadas

A Action Fraud ressalta que a maioria das empresas que anunciam e vendem investimentos em criptoativos não são autorizadas pela Financial Conduct Authorotiy (FCA), o órgão regulador.

“Isso significa que se você investir em certos criptoativos, você não terá acesso ao Financial Ombudsman Service ou ao Financial Services Compensation Scheme se as coisas derem errado – portanto, sempre verifique o Registro FCA para ter certeza de que está lidando com uma empresa autorizada e verifique a Lista de empresas a serem evitadas feita pela FCA”.

VOCÊ PODE GOSTAR
solana, criptomoedas,

Este evento vai fazer a Solana atingir US$ 400 este ano, projeta analista

Para analista da Merkle tree, a Solana pode disparar 170% este ano puxado por memecoins ligadas aos candidatos na eleição dos Estados Unidos
hackers em frente a computadores

Exchange de criptomoedas Rain perde US$ 14,8 milhões em ataque hacker

A exchange disse que já tomou as medidas necessárias e que todas as sua atividades estão funcionando normalmente, inclusive saques
Moeda de Bitcoi sob mapa da América comd estaque para Venezuela

Venezuela quer desativar todas as fazendas de mineração de criptomoedas do país

O governador do estado de Carabobo afirmou que o governo está prestes a publicar um decreto que irá proibir a mineração de criptomoedas
Imagem da matéria: Tom Brady é ridicularizado por ligação com FTX em especial da Netflix

Tom Brady é ridicularizado por ligação com FTX em especial da Netflix

Brady e sua ex-esposa, Gisele Bündchen, adquiriram uma participação acionária na falida FTX em 2021