O que é o halving do bitcoin e como se preparar para uma possível alta no preço

Foto: Shutterstock

Pra que serve o halving?

Quando Satoshi Nakamoto, esta entidade desconhecida, criou o Bitcoin no final de 2008, seu objetivo era tirar o poder de emissão da moeda das mãos dos governos. De nada adiantaria criar um novo sistema se um pequeno grupo tem o poder de alterar a quantidade em circulação conforme seu próprio interesse.

A solução? Uma emissão decrescente no número de moedas ao longo do tempo, de forma escalonada e previsível. A inflação equivalente nos primeiros anos era bem alta, mas com o tempo seria reduzida. Isto ocorre por dois motivos:



  • base circulante maior a cada ano, uma vez que o estoque aumenta com o passar do tempo;
  • taxa de emissão de novos BTCs cortada pela metade a cada quatro anos.

Este corte na produção foi denominado de halving, e impacta diretamente os mineradores, donos de máquinas especializadas que trabalham para encontrar novos blocos de forma a registrar as transações no blockchain.

Como assim blocos?

O bloco nada mais é do que um conjunto de dados que integra esta cadeia de informações que é o blockchain. Lá ficam registradas todas as movimentações, desde o instante que as moedas foram criadas, ou seja, mineradas.

A fim de recompensar o trabalho destes mineradores, cada bloco encontrado recebia uma premiação de 50 BTCs, além das taxas pagas em cada transação. O minerador recebe pelo gasto de energia elétrica e do próprio equipamento.

Como isto impacta no preço?



Escassez. No início eram gerados 2,6 milhões de Bitcoins por ano. Após dois processos de halving, hoje são apenas 656 mil por ano. Ou seja, a cada 4 anos entram menos BTCs em circulação.

Imaginando que a demanda se mantenha mais ou menos constante ao longo dos meses, a tendência é causar uma alta nos preços. A grande questão é se o mercado precifica esta mudança antes da data ou se realmente leva alguns meses até que esse efeito seja sentido.

Halvings de 2012 e 2016

Repare no gráfico abaixo, em escala logarítmica, que o evento em si não é um marco no início do movimento de alta, pelo contrário. O pump começa alguns meses após o halving, que em 2020 é aguardado para 12 de maio.

É importante lembrar que o halving do Bitcoin Cash (BCH) acontece antes, por volta de 8 de abril. São moedas com dinâmicas de mercado muitas vezes diferentes.

Sugestão

Ao invés de tentar descobrir o mês que será iniciado este movimento, passe a fazer compras regulares. Desta forma você se beneficia duplamente: comprando mais barato se houver alguma queda, mas ao mesmo tempo ganhando no ciclo de mais longo prazo por conta deste efeito do halving.


Quer testar seus conhecimentos sobre o Bitcoin? Faça o quiz com perguntas que preparamos para você. Aproveite para conhecer a Coinext, a exchange mais avançada do Brasil.

Sobre o autor

Atualmente é CEO na Coinext. Economista formado pela Università di Roma (Itália) e investidor em criptomoedas desde 2014. Possui mais de 15 anos de experiência em cargos de liderança. Foi CFO da Hexagon Mining e CFO da Vodafone Brasil. Trabalhou também em multinacionais como Airbus Industries (França) e PricewaterhouseCoopers (Itália e Brasil).