Imagem da matéria: O caso do professor nos EUA que pode ganhar até US$ 1,3 milhão com venda de cursos de NFTs
Professor de NFTs Greg Isenberg (Foto: Twitter\reprodução)

Você quer se envolver com tokens não fungíveis (ou NFTs, na sigla em inglês), mas não sabe por onde começar?

Greg Isenberg, empreendedor em série e entusiasta e cripto, pode ter o que você procura e não tem medo de usar um pouco de “FOMO” (sigla em inglês para “medo de perder uma oportunidade”) para vender seu curso.

Publicidade

Na próxima semana, Iseberg abrirá as portas virtuais para Crypto College, um curso on-line dedicado a ensinar os prós e contras de NFTs, organizações autônomas descentralizadas (ou DAOs) e comunidades tokenizadas.

Você só obterá acesso ao curso se comprar um NFT exclusivo dele e o preço do NFT aumenta conforme mais vagas são vendidas para cobrir os custos de emissão.

Os primeiros 29 inscritos pagaram 0,15 ETH; dentre 30 e 50, 0,3 ETH; dentre 51 a 100, 0,6 ETH e assim por diante. O último grupo de inscritos terá de pagar 1,5 ETH por uma vaga ou quase US$ 7,1 mil.

Se você tiver interesse, é melhor correr: mais da metade das 288 vagas já foram preenchidas, de acordo com Isenberg, gerando mais de 80 ETH (US$ 388 mil) até agora. Isenberg afirma que limitou para 288 vagas a fim de gerenciar melhor a turma.

Publicidade

Se as vagas do Crypto College esgotarem, Isenberg poderá lucrar mais de US$ 1,3 milhão em ether a preços atuais.

Não seria um mau pagamento para um curso on-line com duração de uma semana. Para fins de comparação, quatro anos de mensalidade na Universidade de Harward custam cerca de US$ 200 mil. É claro que a sala e o quadro são itens extras.

“O objetivo não é a receita, e sim a comunidade”, contou Isenberg em entrevista ao Decrypt. “Essa sempre foi minha estrela guia.”

“FOMO” é uma ferramenta eficaz nas vendas

Familiarizado com novas tecnologias, Isenberg é desenvolvedor de comunidades na Web 3 e CEO da Late Checkout, uma agência de design e um fundo para produtos desenvolvidos por comunidades.

Publicidade

O curso de 288 NFTs únicos foram individualmente desenhados pela equipe da Late Checkout.

Isenberg também fundou o aplicativo de mensagens Islands em 2016 e o aplicativo de vídeos 5by em 2021, adquiridos pela WeWork e StumbleUpon, respectivamente. Isenberg também era um conselheiro do Reddit e do TikTok.

CryptoCollege terá início em 15 de novembro, cujo objetivo é ensinar pessoas a como emitir NFTs, criar e lançar comunidades tokenizadas e desenvolver DAOs.

Isenberg fará a transmissão das aulas via Discord. O NFT comprado garante o acesso ao servidor. Ele afirma que decidiu tornar o evento mais interativo, usando sessões extras para que alunos possam conhecer uns aos outros.

“Você será atingido por NFTs por todos os lados”, afirma Isenberg. “Será sobre jogos, sobre comunidades, sobre criadores desenvolvendo seus próximos NFTs e sobre artistas… Será de todos os lugares.”

Isenberg afirmou ter criado Crypto College por achar que não existem informações suficientes para ajudar a guiar pessoas por meio do processo de criação desses projetos de comunidades tokenizadas.

Publicidade

“Quando me envolvi com NFTs pela primeira vez, acreditei que eram um divisor de águas e o futuro”, explicou.

“Irão turbinar comunidades digitais. É um desafio explicar facilmente esses conceitos, mas a minha expectativa é que essa estrutura passo a passo será útil.” Seja como for, será uma experiência bem lucrativa.

*Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento com autorização do Decrypt.co.

VOCÊ PODE GOSTAR
Logo da ftx, dólares e bitcoin

Analistas preveem alta no mercado cripto com ressarcimento bilionário a clientes da FTX

A FTX deve cerca de US$ 11 bilhões a credores, mas a massa falida conseguiu levantar mais de US$ 14 bilhões
hackers em frente a computadores

Exchange de criptomoedas Rain perde US$ 14,8 milhões em ataque hacker

A exchange disse que já tomou as medidas necessárias e que todas as sua atividades estão funcionando normalmente, inclusive saques
Imagem da matéria: Caitlyn Jenner promove sua própria memecoin, mas comunidade suspeita de hackers

Caitlyn Jenner promove sua própria memecoin, mas comunidade suspeita de hackers

Memecoin de Caitlyn Jenner já vale quase US$ 30 milhões, mas o mercado ainda tem dúvidas sobre a veracidade do ativo
Imagem da matéria: Como um trader cripto ganhou mais de US$ 100 mil com apenas dois tuítes

Como um trader cripto ganhou mais de US$ 100 mil com apenas dois tuítes

“Somente em criptomoeda.” A memecoin Pacmoon recompensou um usuário com um grande airdrop – que foi maior do que o esperado graças ao erro de um amigo