Imagem da matéria: Número de carteiras com pelo menos um Bitcoin (BTC) atinge recorde histórico, diz Glassnode
Shutterstock

O número de carteiras individuais que armazenam pelo menos um Bitcoin (BTC) acaba de chegar a um novo recorde histórico de 1.008.737, segundo dados da empresa de inteligência blockchain Glassnode.  

O número de carteiras guardando pelo menos um BTC ultrapassou a marca de 1 milhão pela primeira vez em maio deste ano, e vem crescendo de forma exponencial desde então.

Publicidade

O recorde pode ser um sinal de maior descentralização da rede, à medida que o Bitcoin passa a ser distribuído de forma mais uniformizada entre os investidores de maior peso, analisa o CoinDesk.

Número de endereço com mais de 1 BTC chega a recorde (Fonte: Glassnode)
Número de endereço com mais de 1 BTC chega a recorde (Fonte: Glassnode)

No relatório semanal de análise do mercado cripto publicado pela Glassnode na segunda-feira (10), outra tendência apontada pela empresa foi a volta da movimentação de grandes volumes de Bitcoin.

“Os volumes de BTC que estão sendo transferidos estão começando a aumentar significativamente. A mudança de mãos do BTC aumentou 75% dos mínimos vistos no colapso da FTX, atingindo agora US$ 4,2 bilhões por dia em liquidação total”, descreve a análise.

 Volume de Bitcoin transacionado já aumentou 75% desde o colapso da FTX (Fonte: Glassnode)
Volume de Bitcoin transacionado já aumentou 75% desde o colapso da FTX (Fonte: Glassnode)

Boa fase da rede do Bitcoin

Para a Glassnode, os números descritos acima apontam que a rede do Bitcoin está entrando em um período de impulso positivo. “A média mensal dos fluxos de exchanges já está bem acima da anual, sinal que historicamente sugere uma adoção crescente do ponto de vista dos ativos monetários”, relembra a empresa.

Publicidade

Outro comportamento da rede que ganhou destaque na análise semanal foi uma aparente recuperação da “saúde” do Bitcoin após a frenesi dos Ordinals que colocaram o protocolo em teste com uma alta demanda por espaço na blockchain.

“Depois de vários meses de congestionamento de rede, os mempools [filas de espera de transações] estão lenta mas seguramente começando a limpar e as taxas de transação on-chain estão diminuindo”, constata a Glassnode.

Desde do hype dos tokens BRC-20 em maio, as taxas de transação do Bitcoin já caíram mais de 96%, com taxas médias variando agora de US$ 0,16 a US$ 1,33.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: MB estreia no ranking de Exchange Benchmark em 1º lugar no Brasil

MB estreia no ranking de Exchange Benchmark em 1º lugar no Brasil

O relatório semestral, realizado pela CCData, é considerado uma estrutura robusta para classificar a atuação de exchanges do Brasil e do mundo
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Ethereum (ETH) decola 20% com expectativa para aprovação de ETFs nos EUA

Manhã Cripto: Ethereum (ETH) decola 20% com expectativa para aprovação de ETFs nos EUA

A animação dos investidores fez aumentar em 219% o volume de negociação do Ethereum nas últimas 24 horas
Moeda prateada da Chainlink com reflexo em um fundo roxo

Chainlink sobe 18% ao lançar projeto piloto em Wall Street com JP Morgan, BNY Mellon e DTCC

A DTCC anunciou que acaba de concluir um projeto piloto de tokenização com gigantes de Wall Street, como JP Morgan e BNY Mellon, aproveitando o CCIP da Chainlink
Imagem da matéria: El Salvador lança site de Bitcoin e revela quantas criptomoedas possui hoje; confira

El Salvador lança site de Bitcoin e revela quantas criptomoedas possui hoje; confira

Segundo os dados do mempool, El Salvador comprou 30 bitcoins no último mês