Imagem da matéria: Nigéria limita saques de dinheiro para incentivar uso de moeda digital
Lojistas fazem pagamento digital na Nigéria (Shutterstock)

A Nigéria impôs limites nesta semana às retiradas de dinheiro físico, em um movimento para impulsionar os consumidores para as alternativas, incluindo sua própria Moeda Digital do Banco Central (CBDC), a eNaira.

Em uma carta aos bancos e outras instituições financeiras publicadas na terça-feira, o Banco Central da Nigéria (CBN) aplicou novos limites às retiradas de balcão a apenas ₦ 100.000,00 (cerca de US$ 225) por semana para indivíduos e ₦ 500.000,00 (US$ 1.123) para empresas. 

Publicidade

A retirada de dinheiro dos caixas eletrônicos será limitada a ₦ 20.000,00 (US$ 45) por dia, com apenas notas de 200 (US$ 0,45) e denominações menores disponíveis nas máquinas.

Em alguns casos, os clientes poderão retirar quantias mais elevadas, mas terão de pagar taxas de processamento entre 5% e 10%.

A medida foi justificada na carta como estando de acordo com “a Política de incentivar menos dinheiro físico do BC da Nigéria.”

O diretor de Supervisão Bancária do Banco Central, Haruna B. Mustafa, escreveu que os clientes “devem ser incentivados a usar canais alternativos (Internet Banking, aplicativos bancários móveis, cartões USSD/POS, eNaira, etc.) para realizar as suas operações bancárias.”

Publicidade

Início lento para a eNaira da Nigéria

A eNaira foi lançado em outubro do ano passado, mas acredita-se que menos de 0,5% dos nigerianos estejam utilizando a CBDC. O número é bem pequeno se comparado com as estimativas de residentes que detêm ou negociam criptomoedas, que variam de 27% a mais de 50% , mesmo com a proibição formal de negociação de criptoativos no país.

O CBN ofereceu vários incentivos para impulsionar a popularidade da CBDC, incluindo um esquema de descontos para os usuários de táxis riquixá motorizados. Em agosto, esse esquema também foi aberto às pessoas sem contas bancárias.

Quando foi lançado, o eNaira foi a primeira moeda digital soberana da África, e o seu progresso tem sido acompanhado de perto para indicadores de como outros projetos CBDC poderiam acontecer. Em outubro deste ano, o CBN marcou o primeiro aniversário da moeda, observando que o lançamento “colocou a Nigéria no centro das atenções globais.”

*Traduzido por Gustavo Martins com autorização do Decrypt.

Participe da comunidade de criptomoedas que mais cresce no Brasil. Clique aqui e venha conversar no Discord com os principais especialistas do país.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: As criptomoedas estão se tornando políticas – e a Consensys quer ficar fora disso

As criptomoedas estão se tornando políticas – e a Consensys quer ficar fora disso

Enquanto outras empresas gastam milhões em candidatos pró-cripto, Joe Lubin diz ao Decrypt que a Consensys resistiu ao impulso
Imagem da matéria: Microsoft lança PC com IA que vai lembrar tudo que você faz na internet

Microsoft lança PC com IA que vai lembrar tudo que você faz na internet

A big tech revelou o Copilot+ PC “projetado para IA” que recorda tudo o que é exibido na tela do seu computador
Imagem da matéria: Criadora da segunda maior stablecoin, Circle anuncia chegada oficial ao Brasil

Criadora da segunda maior stablecoin, Circle anuncia chegada oficial ao Brasil

Empresa disse que lançará em breve uma opção para que o mercado brasileiro acesse de forma mais rápida a USDC
Moeda de Ethereum na frente de gráfico

Ethereum pode surpreender positivamente nos próximos meses, diz Coinbase

Subindo menos que outras criptomoedas em 2024, o Ethereum pode se recuperar e superar seus pares nos próximos meses, avalia a Coinbase