Imagem da matéria: MicroStrategy pode em breve entrar para o S&P 500: o que isso significa para o Bitcoin
(Foto: Shutterstock)

Os impressionantes ganhos da MicroStrategy este ano estão aproximando-a da qualificação para o Índice S&P 500, o que poderia ser positivo tanto para a empresa quanto para o mercado de Bitcoin (BTC).

O popular índice, que acompanha o mercado de ações de grande capitalização dos EUA em 500 empresas, exige que seus constituintes tenham uma capitalização de mercado de pelo menos US$ 15,8 bilhões. A MicroStrategy, cujas ações são negociadas na NASDAQ sob o código MSTR, possui uma capitalização de mercado de aproximadamente US$ 12,4 bilhões, segundo o Yahoo Finance.

Publicidade

A diferença está apenas a um passo de distância para a empresa, cujas ações dispararam 52% no último mês em meio ao próprio salto de preço do Bitcoin. O BTC, por sua vez, subiu 22,5% durante esse período.

Até agora, a MicroStrategy se comercializou para investidores como um ETF de Bitcoin de facto, com vantagens, incluindo operações geradoras de caixa e a capacidade de alavancar os mercados de capitais.

No entanto, a inclusão no S&P 500 poderia trazer uma onda de nova demanda de investidores passivos que nem mesmo estão buscando ativamente exposição ao Bitcoin, de acordo com analistas.

“Isso poderia desencadear um enorme loop de feedback positivo permitindo que o Bitcoin comece a infiltrar automaticamente quase todos os portfólios”, disse Joe Burnett, Gerente Sênior de Marketing de Produto na plataforma financeira de Bitcoin Unchained, em um tweet de quinta-feira.

Publicidade

Segundo Burnett, o aumento dos valores das ações como resultado dos fluxos passivos poderia beneficiar o Bitcoin, já que o principal objetivo da MicroStrategy é adquirir o máximo de BTC possível. A empresa já utilizou vendas de ações para financiar compras de BTC de nove dígitos no passado, o que pode se tornar mais comum se o valor de mercado de suas ações continuar a subir.

Atualmente, a MicroStrategy possui pelo menos 190.000 BTCs, que, na quinta-feira, ultrapassaram US$ 10 bilhões em valor.

Em uma mensagem para o Decrypt, James Butterfill, Chefe de Pesquisa da CoinShares, concordou que a MSTR poderia “beneficiar-se de gestores de ativos e ETFs”, graças aos fluxos “obrigatórios” após sua inclusão. Dito isso, outros gestores de ativos poderiam tirar proveito da mesma inclusão no índice.

“Historicamente, a inclusão de uma ação no índice muitas vezes levou a quedas de preço após a inclusão – portanto, é uma estratégia de investimento com um nível variado de sucesso”, ele advertiu.

Butterfill acrescentou que é “equivocado” usar a MSTR e outras ações como um substituto para exposição ao Bitcoin: “Elas estão expostas a uma gama muito mais ampla de variáveis, como a expertise da gestão, o ambiente de empréstimos, etc.”

Publicidade

No entanto, a inclusão da MicroStrategy no índice está longe de ser garantida. Além do tamanho da capitalização de mercado, as empresas elegíveis para o S&P 500 devem estar domiciliadas nos Estados Unidos, ter liquidez suficiente e mostrar lucros líquidos positivos em seus últimos quatro trimestres, de acordo com o site do provedor do índice.

A Coinbase, a exchange de criptomoedas que é negociada na NASDAQ como COIN, tem uma capitalização de mercado de US$ 39 bilhões, mas tem enfrentado dificuldades com a rentabilidade nos últimos quatro trimestres, e, portanto, não conseguiu entrar no S&P 500.

Fundos negociados em bolsa, incluindo os vários ETFs de Bitcoin lançados pela BlackRock e Fidelity no mês passado, também são inelegíveis para o S&P.

*Traduzido com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
CEO da Messari Ryan Selkis

CEO da Messari renuncia após apoio extremista a Trump gerar reações negativas

Ryan Selkis disse a um usuário não americano do Crypto Twitter que ele deveria ser deportado do país por suas “visões esquerdistas”
Imagem da matéria: De “Bitcoin é uma fraude” a candidato cripto: como Trump mudou para agradar investidores

De “Bitcoin é uma fraude” a candidato cripto: como Trump mudou para agradar investidores

O ex-presidente dos EUA já chamou o Bitcoin de fraude, mas agora se aproxima do setor cripto para angariar votos
Imagem da matéria: História indica que 3º trimestre é o pior para o Bitcoin, mas será que 2024 vai surpreender?

História indica que 3º trimestre é o pior para o Bitcoin, mas será que 2024 vai surpreender?

Terceiro trimestre é historicamente o período de menor ganho para o Bitcoin, mas uma possível queda de juros nos EUA pode mudar o cenário em 2024
Craig Wright afirma ser o criador do Bitcoin, Satoshi Nakamoto

Craig Wright admite não ser Satoshi Nakamoto, o criador do Bitcoin

Um tribunal do Reino Unido ordenou que Wright declare publicamente que não é o criador do Bitcoin e do white paper do projeto