Imagem da matéria: Mercado Bitcoin abre negociação do fan token do São Paulo Futebol Clube
Foto: Shutterstock

A corretora de criptomoedas Mercado Bitcoin (MB) anunciou nesta terça-feira (16) que o fan token do São Paulo Futebol Clube ($SPFC) já está disponível para negociação em sua plataforma. O token do tricolor paulista, clube responsável por duas das 10 maiores bilheterias do Brasileirão deste ano, é o quarto criptoativo de times brasileiros listado pelo MB.

A plataforma do MB já oferece os ativos do Sport Club Corinthians Paulista, Clube Atlético Mineiro e Clube de Regatas do Flamengo. Como todos os fan tokens, o do São Paulo permite o engajamento do torcedor por meio de votações ou a participação de eventos especiais. Segundo a nota da corretora, junto com o lançamento do $SPFC acontecem duas ações.

Publicidade

A primeira é uma enquete para os detentores dos tokens escolherem seis frases que serão posicionadas no anel superior do Estádio do Morumbi. O outro evento, ainda em andamento, acrescenta o MB, é um quiz sobre momentos históricos do clube, o que possibilitará ganhar camisas autografadas e outros produtos oficiais.

Bruno Milanello, executivo de novos negócios do Mercado Bitcoin, lembra que a exchange tem listado agora os tokens dos três clubes de maior torcida do Brasil. “O São Paulo tem a terceira maior torcida do Brasil, logo atrás de Flamengo e Corinthians. E a gente ainda tem o do Galo, líder do Brasileirão deste ano,” explica Milanello.

Fan token do São Paulo

O fan token do São Paulo foi lançado no dia 9 de novembro por US$ 2 pela Socios.com. No entanto, ressalta a corretora, apesar desse preço de lançamento, não dá para garantir qual será o valor de negociação no dia da listagem.

Ainda segundo o MB, para comprar o fan token $SPFC o torcedor ou investidor deve ser cliente do Mercado Bitcoin, mas não precisa fazer um depósito mínimo.

Publicidade

Mercado Bitcoin, maior exchange de criptoativos da América Latina, também tem listado os fan tokens de algumas das maiores equipes do mundo, como PSG e Barcelona. A exchange ainda criou os tokens do Vasco e do Santos, que são lastreados no direito que os dois times têm sobre alguns jogadores que ele formou.

“A base desses ativos é o mecanismo de solidariedade da Fifa, o qual estabelece que um percentual de até 5% sobre cada transferência do jogador seja retornado ao clube que formou esse profissional entre os 12 e os 23 anos de idade”, concluiu a empresa, que possui mais de 3 milhões de clientes.

VOCÊ PODE GOSTAR
Ronaldinho Gaúcho em vídeo promovendo Olymp Trade

CVM aplica multa de R$ 680 mil em corretora promovida por Ronaldinho Gaúcho

Promovida pelo ex-craque da Seleção, Ronaldinho Gaúcho, a Olymp Trade prometia retornos de até 92%
Close na mão de candidato preenche gabarito com lápis preto

Novo concurso do BNDES pede conhecimento em criptomoedas e blockchain; Salário é de R$ 20,9 mil

São 900 vagas para vários cargos, incluindo cadastro de reserva e cotas para candidatos negros e pessoas com deficiência
piramide financeira criptomoedas

MP denuncia quatro envolvidos na pirâmide financeira do “Príncipe do Bitcoin” 

Por meio da A.C. Consultoria, os golpistas causaram prejuízo de R$ 234.600 a vários investidores de Campos dos Goytacazes
Ronaldinho Gaúcho em vídeo promovendo Olymp Trade

CVM julga hoje a Olymp Trade, corretora proibida no Brasil promovida por Ronaldinho Gaúcho

A plataforma forex prometia retornos de até 92%