Imagem da matéria: Marcel Bicalho, da Mattos Investing, teve bens bloqueados pela Justiça
Foto: Shutterstock

Agora com fama nacional por causa da reportagem da Globo, Marcel Mafra Bicalho, o criador da Mattos Investing, já andava com problemas na Justiça.

Em junho a Justiça do Distrito Federal decidiu bloquear os bens de quatro empresas suspeitas de esquema de pirâmide financeira com Bitcoin, bem como de seus responsáveis, em até R$ 203.406,57. Uma dessas empresas se chamava FX BTC investimentos, criada pelo mesmo dono da Mattos Investing.

Publicidade

A empresa garantia retornos imensos sobre os investimentos iniciais. De acordo com os autos do processo nº 0708841-10.2019.8.07.0000, seis investidores haviam firmado “contrato de prestação de serviços de assessoria e interveniência em corretoras de valores” com a empresa de investimentos de um homem chamado Marcel Bicalho.

Problemas na Mattos Investing

Foram aplicados no total R$ 85.500,76. Os primeiros investimentos ocorreram ainda em 2011, quando duas pessoas aplicaram respectivamente R$ 5.000,00 e R$50.000,11.

Em dezembro de 2017, veio um terceiro investidor que injetou o valor de R$ 6.000, 26. De fevereiro à abril de 2018, foram aplicados por três pessoas diferentes os respectivos valores de R$ 9.500,07, R$ 5.000,23 e R$ 10.000,09.

Essas seis pessoas confiaram na promessa de que em dois meses teriam retorno de 100% sobre o valor aplicado e que depois disso ainda teriam mais 60% nos outros dois meses, até que lucrariam 512% em um semestre.

Publicidade

Os supostos investimentos eram efetuados por meio do site disponibilizado na internet (mattosinvesting.com), conforme é narrado nos autos.

Os investidores, então, teriam acesso ao balanço dos investimentos que teoricamente eram aplicados no mercado de criptomoedas (bitcoin), ouro, prata e câmbio de moeda estrangeira.

Após lerem um alerta publicado pela GAP – Antiponzi, de que essas empresas vinham atuando num esquema de pirâmide financeira, esses investidores pediram o dinheiro de volta e não conseguiram êxito. A única saída encontrada por eles foi a de bater as portas do Judiciário.

Conforme a reportagem da Globo, Bicalho usava o nome de Marcelo Mattos), criou vários esquemas disfarçados de marketing multinível. Ele usava como atrativo o bitcoin, o ouro e investimentos em moeda estrangeira. No total, acredita-se que ele tenha faturado R$ 1 bilhão com os golpes.


Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse:https://coinext.com.br

VOCÊ PODE GOSTAR
Nathalia Arcuri falando em evento

Mercado Bitcoin e Nathalia Arcuri firmam parceria de conteúdo via blockchain

Mercado Bitcoin e Nathalia Arcuri firmam parceria via blockchain e promovem educação financeira de criptoeconomia gratuita
busto de homem engravatado simulando gesto de pare

CVM proíbe corretora de criptomoedas e forex de captar clientes no Brasil

O órgão determinou, sob multa diária de R$ 1 mil, a imediata suspensão de qualquer oferta pública de valores mobiliários pela Xpoken
simbolo do dolar formado em numeros

Faculdade de Direito da USP recebe evento da CVM sobre democratização dos mercados de capitais

Centro de Regulação e Inovação Aplicada (CRIA) da CVM vai a “Tecnologia e Democratização dos Mercados de Capitais no Brasil” com transmissão ao vivo no Youtube