Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin e Ethereum abrem em queda e BlackRock supera Grayscale em número de BTC sob custódia
Foto: Shutterstock

Nesta quarta-feira (29), o Bitcoin começa o dia com uma desvalorização de 0,9% e é cotado a US$ 67.889, após passar o dia de ontem em uma batalha constante para se aproximar da faixa dos US$ 70 mil. Em reais, o BTC cai 1,1% e é cotado em R$ 352.032, de acordo com o Índice de Preço do Bitcoin (IPB). 

Já o Ethereum (ETH) apresenta correção mais forte, após um período intenso de alta, puxado pela expectativa de aprovação dos ETFs nos Estados Unidos. O ETH registra queda de 2.1% e é cotado em US$ 3.811. 

Publicidade

Um indício dessa correção no ecossistema Ethereum é o fato de que a Lido Staked Ether (STETH) acompanha a tendência: queda de 2,1%.

Um destaque positivo é a memecoin Shiba Inu (SHIB), que está em modo decolagem: alta de 9,6% nas últimas 24 horas. No outro oposto está a Pepe (PEPE), que registra desvalorização de 8,8%. 

O restante das criptomoedas mais importantes está dividido quanto ao desempenho na manhã de hoje: BNB (-0,5%), Solana (+0,4%), XRP (+0,2%), Dogecoin (-0,8%), Cardano (+0,8%), Avalanche (-0,2%). 

BlackRock toma posto da Grayscale

Uma importante mudança se concretizou nesta quarta-feira (29): o ETF de Bitcoin da BlackRock agora detém mais BTC do que sua rival, a tradicional Grayscale Bitcoin Trust. As informações são do portal Decrypt

Publicidade

Quando os mercados dos EUA fecharam na terça-feira, o iShares Bitcoin Trust (IBIT) tinha 288.671 BTC, em comparação com os 287.454 BTC da GBTC. A mudança aconteceu depois que a GBTC viu saídas no valor de US$ 105 milhões e a IBIT teve entradas de US$ 102 milhões na terça-feira, de acordo com a Coinglass.

A notícia chega apenas um dia depois de a categoria de fundos de Bitcoin atingir um marco significativo, agora detendo um total de 1 milhão de BTC. O total, rastreado e calculado pela HODL15Capital, não se limita apenas aos nove novos ETFs dos EUA e à recém-convertida GBTC. Inclui também ETFs na Alemanha, Canadá e os fundos lançados recentemente que agora estão sendo negociados em Hong Kong.

Mesmo antes de os ETFs de Bitcoin à vista serem aprovados para começar a negociar, era claro que os recém-chegados viam a redução da taxa da GBTC como a maneira mais fácil de obter uma vantagem. A GBTC cobra uma taxa de 1,5%. Mas as taxas dos ETFs rivais de Bitcoin chegam a 0,25%—e muitos dos fundos ofereceram taxas ainda mais baixas, ou nenhuma taxa, quando foram lançados.

VOCÊ PODE GOSTAR
notcoin jogo cripto telegram

Notcoin salta 10% após número de carteiras ativas diárias igualar com o Ethereum

Os jogos baseados em Telegram estão causando a explosão da The Open Network, com Notcoin liderando todo o mercado de criptomoedas nas últimas 24 horas
Moedas douradas de Bitcoin (BTC) e um gráfico de preço ao fundo

Preço do Bitcoin despenca com liquidações de US$ 245 milhões no mercado

As liquidações de criptomoedas dispararam na terça-feira (11), com o Bitcoin despencando 5% e indo a US$ 66 mil
Imagem da matéria: DOG decola 85% na semana e mostra que hype das memecoins do Bitcoin ainda não acabou

DOG decola 85% na semana e mostra que hype das memecoins do Bitcoin ainda não acabou

Enquanto algumas memecoins baseadas no Bitcoin brilham com ganhos, um token temático de cachorro rebate as alegações de que o hype das Runes desapareceu
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin começa semana em alta e volta a buscar faixa de US$ 70 mil

Manhã Cripto: Bitcoin começa semana em alta e volta a buscar faixa de US$ 70 mil

Bitcoin abre o primeiro dia útil da semana em forte alta: valorização de 2,5% nas últimas 24 horas, cotado em US$ 69.107