Imagem da matéria: Maestro João Carlos Martins lança NFT de gravação inédita de "País Tropical" 
Maestro João Carlos Martins (Foto: Reprodução/Simple)

João Carlos Martins, um dos maestros de maior prestígio do Brasil, anunciou sua entrada no universo dos tokens não fungíveis (NFT) com uma nova coleção inspirada no seu trabalho.

Martins transformou em NFT uma gravação inédita e orquestrada por ele da música “País Tropical”, um dos maiores sucessos de Jorge Ben Jor, realizada em parceria com a Bachiana Filarmônica Sesi-SP.

Publicidade

O trabalho foi lançado nesta semana e já está à venda na plataforma Simple, lançada em agosto no Brasil com o objetivo de conectar artistas e fãs por meio do comércio de NFTs. 

A coleção do maestro foi lançada em três modalidades diferentes. No Music Edition, o usuário pode comprar por R$ 75 o NFT do arquivo digital da gravação de País Tropical. No Experience Edition, o comprador leva o NFT mais uma gravação em vinil da música, autografada pelo maestro, por R$ 350.

Já na modalidade Private Edition, além do NFT e do vinil, o comprador também recebe um par de ingressos para um show exclusivo de João Carlos Martins, que acontece em outubro em São Paulo, por R$ 2,5 mil.

Cada modalidade tem uma oferta limitada, sendo 2 mil unidades do Music Edition, 300 unidades do Experience Edition e apenas 75 unidades do Private Edition.

Publicidade

Na plataforma da Simple, criada com o suporte tecnológico da empresa OnePercent, os NFTs podem ser comprados com PIX e cartão de crédito, além de criptomoedas.

A bola da vez 

Em nota à imprensa, o maestro João Carlos Martins diz ver os NFTs como “a bola da vez”, e recorda outros momentos da sua carreira em que foi pioneiro em abraçar as inovações tecnológicas da época.

“A primeira gravação digital realizada na história foi em Los Angeles, em 1978, e fui eu que a realizei. Logo em seguida já vieram os CDs. Depois as plataformas foram se atualizando cada vez mais e hoje o futuro, realmente, é o NFT”, comenta o maestro.  

O empresário musical Luiz Inaimo, que assessora Jorge Ben Jor, acredita que a tecnologia NFT pode beneficiar diretamente o artista, ao lhe conceder “o controle de todas as etapas envolvendo a sua obra, da criação, passando pelo lançamento, até a distribuição no mercado secundário”. 

Publicidade

O empresário Guilherme Inaimo, cofundador da Simple, adianta que até o final do ano, a sua plataforma vai lançar as coleções NFT do skatista Sandro Dias e do artista visual Eduardo Srur.

Leia também: “Não dá para não ter Bitcoin”: Bob Burnquist mostra como unir skate, NFTs e projetos sociais em entrevista exclusiva

Maior Exchange da América Latina, no MB você negocia tokens, DeFi, renda fixa digital, NFTs e, claro, criptomoedas. E tudo no painel de negociação mais seguro do mercado. Abra sua conta gratuita!

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Tether e Circle "imprimem" US$ 1,25 bilhão em stablecoins em um único dia

Tether e Circle “imprimem” US$ 1,25 bilhão em stablecoins em um único dia

Desde o início do ano já foram emitidos US$ 30 bilhões em stablecoins; aquecimento parece estar relacionado à expectativa pelos ETFs de Ethereum
Imagem da matéria: Brasileiros importam R$ 8,9 bilhões em criptomoedas em abril apesar da queda do Bitcoin

Brasileiros importam R$ 8,9 bilhões em criptomoedas em abril apesar da queda do Bitcoin

Volume importado de criptomoedas mais que dobrou em abril em comparação com o mesmo período de 2023
Imagem da matéria: Pump.fun: site que permite criar memecoin por apenas R$ 15 bate recorde de atividade

Pump.fun: site que permite criar memecoin por apenas R$ 15 bate recorde de atividade

Entre os 14.500 tokens lançados na Solana por meio do pump.fun, milhares eram baseados na GameStop
Cofre dourado no formato de baleia receb moedas shiba inu SHIB

Baleias voltam a encher os bolsos de Bitcoin, mostra análise

A acumulação acelerada de baleias é um sinal de que o mercado altista do Bitcoin ainda está ativo