Imagem da matéria: Mãe de Vitalik Buterin cria programa para mulheres no mercado de criptomoedas
Natalia Ameline durante palestra (Foto: YouTube/ConsenSys)

Natalia Ameline, mãe do criador do Ethereum Vitalik Buterin, também está trabalhando para o futuro da criptoeconomia. Ela é fundadora da CryptoChicks, uma plataforma educacional focada na inclusão de mulheres no mercado de criptomoedas.

Segundo a Coindesk, Ameline quer ir além de uma simples plataforma educacional. Ela pretende fazer da CryptoChicks um programa mundial de alfabetização em blockchain, independente voltado para mulheres e jovens.

Publicidade

“Somos uma organização educacional, não uma organização política”, disse Ameline, se referindo a patrocínios. O objetivo é não contar com patrocínios de empresas do criptomercado.

De fato, as conferências que já ocorreram foram apoiadas por empresas privadas, como Microsoft e IBM, por exemplo, e não pela Fundação do filho, a Ethereum, diz a reportagem.

“Queremos proporcionar às mulheres e jovens a máxima oportunidade de fazer suas próprias escolhas”, disse Ameline.

Para isso, ela conta com Elena Sinelnikova, cofundadora da Escola, que diz que os programas do grupo estão abertos a todos os sexos, mesmo priorizando o recrutamento de participantes femininas.

Entretanto, ela diz que é fundamental para a missão incorporar mais mulheres ao espaço, sem impor, contudo, grupos fechados.

O foco é nas jovens de diferentes áreas. Ela acredita que a ação pode enriquecer mais a comunidade e também aumentar o número de mulheres na criptoeconomia.

Publicidade

“Um dos nossos objetivos é trazer mais mulheres para o espaço, mas estamos começando pela juventude”, disse.

Pai de Vitalik Buterin é parceiro

A plataforma educacional conta com o apoio do ex-marido de Ameline, o pai de Vitalik, Dmitry Buterin, através da Blockgeeks, uma startup educacional liderada por ele. A empresa ajuda na grade curricular com programas sobre contratos inteligentes e princípios básicos de negócios.

Segundo a Coindesk, a CryptoChicks não tenta se vincular aos negócios de Vitalik.

Primeiro hackathon

O primeiro hackathon da CryptoChicks vai acontecer no mês de agosto em Bahamas. Entende-se por hackathon, uma maratona de programação de um determinada assunto.

“Há muitos talentos aqui nas Bahamas. A ação irá impulsionar os jovens para futuras carreiras no espaço”, disse à reportagem um dos organizadores do evento, Felix Stubbs.

Para o evento, plataforma já recebeu a inscrição de 106 estudantes de sete a 25 anos. Haverá cinco prêmios de US$ 1.500 para as equipes vencedoras.

Publicidade

Apoio de doações

A CryptoChicks pretende levantar US$ 2 milhões para transformar esses eventos em programas de longa data, diz o site. Desde a sua criação, em 2017, a instituição já arrecadou cerca de US$ 350 mil em doações.

A instituição também tem o apoio de Rhonda Eldridge, fundadora da organização sem fins lucrativos ‘Harness All Possibilities’, que vai ajudar na arrecadação de recursos.

“Chame isso de uma miniescola de negócios. Se envolvermos as crianças (na criptoeconomia), abordaremos adoção, acesso e inclusão”, disse Eldridge.


Compre Bitcoin na Coinext 

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Ethereum Rio: Começa hoje evento que promove ecossistema da segunda maior criptomoeda do mundo

Ethereum Rio: Começa hoje evento que promove ecossistema da segunda maior criptomoeda do mundo

Evento Ethereum Rio ocorre entre os dias 13 e 15 de maio no Porto Maravalley, Rio de Janeiro
Imagem da matéria: Joe Biden promete vetar resolução que visa frear política anticripto da SEC

Joe Biden promete vetar resolução que visa frear política anticripto da SEC

A Casa Branca disse que vetaria uma resolução aprovada hoje pela Câmara dos EUA “para impedir a tomada de poder regulatório da SEC”
Nathalia Arcuri falando em evento

Mercado Bitcoin e Nathalia Arcuri firmam parceria de conteúdo via blockchain

Mercado Bitcoin e Nathalia Arcuri firmam parceria via blockchain e promovem educação financeira de criptoeconomia gratuita
Costas de um policial de Hong Kong

Empresário e filho se entregam à polícia após sequestrarem investidora de criptomoedas

A dupla teria tentado acertar as contas com a mulher de 55 anos que teria intermediado um investimento de cerca de R$ 10 milhões em criptomoedas