Imagem da matéria: Machankura: conheça o serviço que permite comprar Bitcoin sem uso da Internet na África  
Acesso é feito por celulares antigos (Foto: Shutterstock)

Como quase 3 mil africanos adotaram o Bitcoin — muitas vezes chamado de “a internet do dinheiro” — sem realmente ter acesso à internet?

A resposta está na Machankura, uma ferramenta construída pelo desenvolvedor de software Kgothatso Ngako para permitir o uso de Bitcoin com nada além de um celular básico. Nenhum computador, smartphone ou serviço de internet é necessário. 

Publicidade

“Eu tinha configurado um raspberry pi executando um Nó Bitcoin e Lightning e estava tentando descobrir o que eu poderia construir em cima dele”, disse Ngako ao Decrypt via mensagem direta.

“Um projeto USSD foi intrigante porque muitos bitcoiners africanos já estavam falando sobre a construção de uma carteira para usuários de celulares básicos.”

USSD significa Dados de Serviço Suplementar Não Estruturados, um protocolo usado em redes de telecomunicações para enviar mensagens de texto curtas. É semelhante à Resposta Interativa de Voz, com a qual o serviço de atendimento ao cliente de uma operadora de rede móvel pode informar quais números pressionar para acessar um determinado serviço, mas em forma de texto.

O desafio foi aceito no Twitter.

Com a Machankura, os utilizadores de celulares de vários países africanos podem acessar o app discando um código específico, dependendo da sua localização e do serviço que desejam acessar. Seus serviços incluem enviar ou receber bitcoin; verificar o saldo; ou até mesmo trocar bitcoin por bens e serviços na Bitrefill.

Publicidade

Interação com a Lightning Network

A ferramenta pode até interagir com a Lightning Network, um sistema de pagamentos de segunda camada que permite transações instantâneas e virtualmente gratuitas de bitcoin.

Ngako escolheu uma solução UX chamada The Lightning Address para permitir que os usuários de celulares identifiquem facilmente os endereços lightning para envio e recebimento de satoshis. As faturas padrão da lightning parecem longas sequências aleatórias de texto que devem ser copiadas e coladas, uma função que os usuários de telefones não possuem.

O desenvolvedor disse que existem agora 2,9 mil pessoas usando a Machankura, espalhadas por oito países em que a ferramenta está ativa: Gana, Quênia, Malawi, Namíbia, Nigéria, África do Sul, Uganda e Zâmbia.

Indo por números publicados anteriormente na página do aplicativo no Twitter, isso representa um aumento de 10 vezes desde agosto.

À medida que a adoção do bitcoin cresce, ferramentas como a Machankura podem se expandir para servir às cerca de 2,9 bilhões de pessoas no mundo que ainda não têm acesso à internet.

“Eu acredito que a ferramenta poderia ajudar a “fornecer bitcoins aos ‘desBitcoinizados'”, opinou Ngako. “A tecnologia de pagamento depende muito dos efeitos da rede. Tanto o destinatário como o remetente precisam da capacidade de enviar e receber para que a tecnologia de pagamento seja adotada.”

*Traduzido por Gustavo Martins com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
Criador do Twitter e da Square, Jack Dorsey em palestra no TED

Preço do Bitcoin atingirá US$ 1 milhão até 2030, diz Jack Dorsey

Em uma entrevista recente, o cofundador do Twitter e da Block argumentou que o Bitcoin poderia atingir US$ 1 milhão e ir “além” no futuro
Imagem da matéria: Herdeiro paga R$ 2,2 milhões em Bitcoin para resgatar vítima de sequestro em Petrópolis, mas é enganado

Herdeiro paga R$ 2,2 milhões em Bitcoin para resgatar vítima de sequestro em Petrópolis, mas é enganado

Ao todo, vítima gastou quase R$ 5 milhões nos pagamentos: além do envio de Bitcoin, foram 40 depósitos bancários
Moedas de Bitcoin sobre mesa espelhada

Análise: o preço do Bitcoin está novamente sendo ditado pela política do Fed

“Análise dos últimos 40 dias revela uma maior alinhamento com as expectativas de taxa de juros para junho”, diz firma de análises CoinShares
o que é mineração de bitcoin

Dificuldade de mineração de Bitcoin está despencando, mas por quê?

A redução no preço do Bitcoin, combinada com a diminuição das recompensas de mineração, resulta em menos mineradores e em uma rede menos robusta — pelo menos por enquanto