Imagem da matéria: Lei de Inteligência Artificial é aprovada em primeira votação na União Europeia
Foto: Shutterstock

Os membros do Parlamento Europeu aprovaram um acordo preliminar para criar diretrizes para o uso de Inteligência Artificial (IA) na região.

Os Comitês de Mercado Interno e Liberdades Civis votaram 71-8, com 7 abstenções, para aprovar o resultado das negociações com os estados membros sobre a Lei de Inteligência Artificial da UE, de acordo com um comunicado de imprensa publicado pelo Parlamento Europeu.

Publicidade

A regulamentação tem como objetivo “proteger os direitos fundamentais, a democracia, o estado de direito e a sustentabilidade ambiental da IA de alto risco”, ao mesmo tempo em que impulsiona a inovação e a posição da Europa como pioneira em Inteligência Artificial.

A Lei de IA (AI Act) buscaria impor salvaguardas, como proteções de direitos autorais para autores, artistas e outros criadores diante de modelos de IA generativos, juntamente com proibições de aplicativos de IA que “ameaçam os direitos dos cidadãos”, como categorização biométrica e pontuação social.

A legislação também exigiria que as imagens, o áudio e o vídeo de deep fakes fossem claramente rotulados.

Os legisladores também concordaram com as obrigações para “sistemas de IA de alto risco”, como os usados em infraestrutura crítica e serviços essenciais, como saúde e bancos.

A legislação também permitiria sandboxes regulatórias e testes no mundo real de aplicativos de “IA inovadora” antes de serem lançados no mercado.

Publicidade

A Lei de IA será submetida à votação do Parlamento Europeu em março ou abril deste ano, e espera-se que seja totalmente aplicável 24 meses após entrar em vigor, com algumas disposições de proibições, códigos de prática e regras de governança entrando em vigor antes.

Os órgãos reguladores da UE têm se mostrado céticos em relação ao ritmo acelerado de crescimento da IA. No início deste ano, a Microsoft foi analisada porque seu investimento de US$ 10 bilhões na OpenAI, criadora do ChatGPT, levantou questões sobre violações antitruste.

“Estamos convidando empresas e especialistas a nos informar sobre quaisquer problemas de concorrência que possam perceber nesses setores, além de monitorar de perto as parcerias de IA para garantir que elas não distorçam indevidamente a dinâmica do mercado”, disse Margrethe Vestager, vice-presidente executiva responsável pela política de concorrência da UE, em um comunicado oficial na época. “A Comissão Europeia está verificando se o investimento da Microsoft na OpenAI pode ser analisado de acordo com o Regulamento de Fusões da UE”.

*Traduzido por Gustavo Martins com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
Moeda prateada de Ethereum (ETH) em frente a um gŕafico de preço com candles em queda

Fundos de investimento em Ethereum sofrem maior saída de capital em dois anos

Com as saídas dos ETPs de Ethereum, os fundos de criptomoedas chegaram à terceira semana consecutiva de fluxo negativo acumulando perdas de US$ 30 milhões
Imagem da matéria: Pagamento de Bitcoin da Mt. Gox começará "o mais rápido possível", afirma Bitstamp

Pagamento de Bitcoin da Mt. Gox começará “o mais rápido possível”, afirma Bitstamp

A exchange de criptomoedas diz que não vai esperar os 60 dias permitidos antes de repassar o Bitcoin aos credores da Mt. Gox
jogo hamster kombat em tela de celular

Hamster Kombat:  Tudo sobre o airdrop do jogo do Telegram

Veja também dicas para conseguir a maior quantidade de moedas antes do lançamento do token
Imagem da matéria: BitMEX se declara culpada de violar lei de sigilo bancário nos EUA

BitMEX se declara culpada de violar lei de sigilo bancário nos EUA

O Departamento de Justiça dos EUA disse que a BitMEX se envolveu em “evasão intencional” das leis combate à lavagem de dinheiro