Imagem da matéria: Jovens encontram 425 moedas de ouro do século IX em escavações em Israel
Moedas descobertas na escavação (Foto: Yoli Schwartz/Israel Antiquities Authority)

A Autoridade de Antiguidades de Israel (IAA em sua sigla em inglês), anunciou nesta segunda-feira (24) a descoberta de 425 moedas de ouro datadas de 1.100 anos atrás e que teriam pertencido ao período do Califado Abássida, que controlava a maior parte do Oriente Médio e do norte da África

Encontrar esse tipo de tesouro, em especial moedas de ouro, é algo muito raro na arqueologia. De acordo com artigo publicado no The Times of Israel, os diretores da escavação, Liat Nadav-Ziv e o Dr. Elie Haddad, afirmaram em nota que “encontrar moedas de ouro, certamente em quantidade tão considerável, é extremamente raro. Quase nunca as encontramos em escavações arqueológicas, pois o ouro sempre foi extremamente valioso, derretido e reutilizado de geração em geração ”.

Publicidade

A descoberta foi feita, na realidade, por um grupo de jovens que estavam realizando trabalho voluntário no local. O adolescente Oz Cohen é um deles e afirmou ao jornal israelense que pensou inicialmente ter encontrado folhas finas douradas, mas ao prestar mais atenção percebeu que se tratava de moedas de ouro.

Vídeo mostra o local das escavações:

Essa descoberta pode indicar que a região possuiu comércio internacional, mesmo a mais de mil anos atrás, provavelmente entre os residentes locais e outros moradores de áreas mais remotas. Os arqueólogos também presumiram que o fato dessas moedas terem sido deliberadamente enterradas indica que provavelmente seus donos pretendiam reavê-las em algum momento.

Tecnicamente falando, foram 845 gramas de ouro puro encontrado nessa descoberta, o que teria sido uma pequena fortuna na época em que as moedas foram cunhadas, no final do século IX. O tesouro também incluiu centenas de recortes menores de moedas de ouro que teriam servido como denominações menores.

A descoberta está entre os maiores esconderijos de moedas antigas encontradas em Israel. Em 2015, mergulhadores amadores encontraram cerca de 2.000 moedas de ouro na costa da antiga cidade portuária de Cesaréia, datadas do período Fatímida nos séculos X e XI. 

Publicidade

“Esperamos que o estudo do tesouro nos diga mais sobre um período do qual ainda sabemos muito pouco”, disse Dr. Robert Kool, um especialista em moedas do IAA. De acordo com a instituição, a existência de parte de um tesouro de moedas islâmicas serve como evidência das conexões entre dois impérios rivais.

VOCÊ PODE GOSTAR
Donald Trump posa para foto em evento político nos EUA

Trump se apresenta como ‘criptopresidente’ em evento de arrecadação de fundos

O candidato presidencial republicano dobrou sua postura pró-cripto durante evento em São Francisco, EUA
Imagem da matéria: Morte de John McAfee completa 3 anos; relembre a história do “pai do antivírus” e defensor do Bitcoin

Morte de John McAfee completa 3 anos; relembre a história do “pai do antivírus” e defensor do Bitcoin

Não importa o quão fascinante tenha sido sua visão libertária para anarcocapitalistas ou o quão decepcionante foi para seus seguidores sua vida regada a álcool e drogas: John McAfee teve um final trágico