Russel Okung bitcoin
Foto: Divulgação

Russell Okung, jogador do time profissional de futebol americano Carolina Panthers, anunciou nesta semana que receberá metade de seu salário de US$ 13 milhões em bitcoin.

De acordo com o portal CNBC, o atacante negociou por dois anos com o clube antes de conseguir receber os US$ 6,5 milhões em criptomoedas.

Publicidade

“Dinheiro é mais do que moeda; é poder. A forma como o dinheiro é administrado, desde a criação até a disseminação, faz parte desse poder. Ser pago em bitcoin é o primeiro passo para sair da economia corrupta e manipulada que todos vivemos”, falou em comunicado.

O jogador, que sempre foi um defensor do BTC, também afirmou que quando as pessoas são pagas em bitcoin, “ninguém pode nos dizer o que fazer com o valor”. Falou ainda que em um mundo “pós moeda fiat, as pessoas não terão que se preocupar em ter o tempo e o trabalhado roubados”.

Forma de pagamento

Na prática, o time Carolina Panthers, com sede em Charlotte, na Carolina do Norte (EUA), pagará Okung em dólares.

Ao ter acesso ao dinheiro, no entanto, o jogador irá transferir parte do salário para uma ferramenta chamada Strike, que se conecta à conta bancária e permite a conversão de moeda fiduciária em bitcoins.

A ferramenta foi desenvolvida por uma startup dos Estados Unidos chamada Zap.

Após a conversão de moeda fiat em btc, as criptomoedas serão enviadas para uma cold wallet. Como carteiras frias não são conectados à internet, eles são mais seguros do que carteiras online ou exchanges.

Publicidade

Bitcoin valorizou 15% desde o anúncio do jogador

Okung informou na terça-feira (29) que passará a receber parte do salário em bitcoins. Naquele dia, a criptomoeda era negociada acima dos US$ 27 mil.

Neste sábado (2), por volta das 10h, o btc disparou e bateu os US$ 31 mil pela primeira na história, registrando uma alta de quase 15% no período.

Se o jogador tivesse convertido os US$ 6,5 milhões em bitcoin no dia do anúncio, hoje teria por volta de US$ 7,4 milhões.

VOCÊ PODE GOSTAR
Nathalia Arcuri falando em evento

Mercado Bitcoin e Nathalia Arcuri firmam parceria de conteúdo via blockchain

Mercado Bitcoin e Nathalia Arcuri firmam parceria via blockchain e promovem educação financeira de criptoeconomia gratuita
Imagem da matéria: Maior plataforma P2P de Monero fecha após 7 anos de operação

Maior plataforma P2P de Monero fecha após 7 anos de operação

A plataforma peer-to-peer focada na moeda de privacidade Monero (XMR) citou “uma combinação de fatores internos e externos” para sua decisão de fechar as portas
Ilustração de baleia nadando com moeda de bitcoin em seu interior

Baleia movimenta R$ 321 milhões em Bitcoin pela 1ª vez em uma década

Quando o investidor desconhecido adquiriu os bitcoins em 2013, a cotação do ativo não passava de US$ 120
Imagem da matéria: Investidores aproveitam queda do Bitcoin para acumular ainda mais moedas

Investidores aproveitam queda do Bitcoin para acumular ainda mais moedas

As baleias de Bitcoin compraram avidamente a última queda; investidores de longo prazo agora aguardam a próxima alta para realizar lucros