Imagem da matéria: Itaú passa a oferecer compra e venda de Bitcoin e Ether
Foto: Shutterstock

Maior banco privado do país, o Itaú Unibanco iniciou nesta segunda-feira (4) o serviço de compra e venda de criptomoedas por meio da plataforma de investimentos íon. Neste primeiro momento, serão oferecidas para negociação apenas Bitcoin (BTC) e Ether (ETH), as duas maiores moedas digitais em valor de mercado.

Em nota, o banco afirmou que os clientes cadastrados no íon poderão adquirir os ativos com compras mínimas de R$ 10, sendo que a opção ainda não estará disponível para todos e será liberada aos poucos na plataforma. Além disso, os interessados poderão manifestar interesse para terem acesso ao sistema de negociação.

Publicidade

O Itaú, que por muito tempo se manteve longe das criptomoedas e inicialmente era até crítico, tem se aproximado do mercado e já há algum tempo tem sistemas focados em tokenização de ativos e uso de tecnologias cripto, com participação na implementação do Drex, o real digital. Porém, só agora começa a realmente oferecer a negociação dos ativos em si, e os tokens serão custodiados pelo próprio banco, segundo nota.

A oferta desse produto ocorre em um momento bastante otimista do mercado, com o Bitcoin superando a marca de US$ 41 mil, o que não ocorria desde maio de 2022. O Itaú diz ainda que iniciar a negociação de criptomoedas agora reflete o “amadurecimento e a evolução da regulação para ativos digitais, e tem como objetivo atender a demanda dos clientes”.

“Nosso diferencial foi estudar a jornada, entender as necessidades do cliente e levar em consideração todos os aspectos do desenvolvimento regulatório. Entramos no mercado com uma conjuntura mais madura e a nossa custódia, estruturada com foco na segurança do cliente, é um elemento-chave”, disse Guto Antunes, head da Itaú Digital Assets.

Já Cláudio Sanches, diretor de Produtos e Soluções para Investidores do Itaú Unibanco, destaca que a disponibilização de ativos digitais no íon reforça reforçar a agenda estratégica do banco, assim como busca “bem como “trazer sofisticação e democratização dentro da jornada de investimentos que oferecemos aos nossos clientes”.

Publicidade

O Itaú é o primeiro dos maiores bancos do país a oferecer a compra e venda de moedas digitais diretamente em suas plataformas. Mas outras grandes instituições do país já oferecem o serviço, caso do Nubank e do BTG Pactual. A XP recentemente encerrou sua segunda tentativa de entrar nesse mercado ao descontinuar a plataforma de negociação de criptomoedas Xtage.

You May Also Like
Agentes da Polícia Federal emoperação contra russos radicados noBrasil

PF faz operação contra russos radicados no Brasil que lavaram dinheiro com criptomoedas

A operações que ocorrem nesta terça-feira (27) nos estados de Santa Catarina, Goiás e Ceará também têm brasileiros como alvos
Imagem da matéria: CME Group lança futuros de Bitcoin e Ethereum na Europa

CME Group lança futuros de Bitcoin e Ethereum na Europa

Com o aumento dos fundos denominados em dólares dos EUA, o marketplace de derivativos CME lança uma versão baseada em euros
Imagem da matéria: Leis para stablecoins e criptomoedas devem ficar prontas em 6 meses, diz secretário do Reino Unido

Leis para stablecoins e criptomoedas devem ficar prontas em 6 meses, diz secretário do Reino Unido

O secretário econômico do Tesouro do Reino Unido, Bim Afolami, falou em um evento organizado pela Coinbase em Londres na segunda-feira
gêmeos Cameron e Tyler Winklevoss

Grupo político Fairshake recebeu US$ 6,8 milhões dos gêmeos Winklevoss e VCs em janeiro

Outros doadores da super PAC Fairshake incluíram empresas de capital de risco como a Electric Capital e Blockchain Capital