Imagem da matéria: Invista em bitcoin e esqueça sobre o preço, diz bilionário
Chamath Palihapitiya (Foto: Shutterstock)

Chamath Palihapitiya, bilionário dono de um fundo de venture capital e presidente da Virgin Galactic, disse que, embora as pessoas devam investir em Bitcoin, não devem se fixar em seus movimentos de preço, pois isso só levará à frustração – e o Bitcoin não é sobre isso.

Durante uma entrevista à Squawk Box, da CNBC, na terça-feira (06), o anfitrião perguntou a Palihapitiya o que ele pensa sobre o Bitcoin como um ativo não correlacionado, dada a crescente interconexão entre o mercado de criptomoedas e o mercado de ações. E especialmente porque o preço do Bitcoin “na maior parte, não parece subir”.

Publicidade

Em resposta, Palihapitiya confirmou que ainda vê o Bitcoin como uma proteção contra o sistema financeiro controlado por bancos centrais e grandes instituições financeiras, e pediu para se abster de julgá-lo com base na dinâmica de curto prazo.

“Quanto mais as pessoas ficam obcecadas e se concentram, pelo menos em minha opinião, em qual é o preço, mais isso vai confundir você, mais irá frustrá-lo, mais parecerá correlacionado a outros ativos”, disse Palihapitiya, acrescentando “A realidade é que fundamentalmente não é. Porque é sustentado por um conjunto de crenças que são completamente ortogonais à ortodoxia que governa o mundo hoje. ”

Palihapitiya observou que um hedge de Bitcoin de 1% em um portfólio pode ser visto como uma apólice de seguro que o ajuda a dormir profundamente à noite – apenas “no caso de os bancos centrais e os governos do mundo pisarem em uma mina terrestre”.

“Eu só acho que quanto mais as pessoas ficam obcecadas com o preço e quanto mais elas querem que ele se comporte como uma ação ou título, mais frustradas elas vão ficar. Eles vão encontrar uma maneira de conectar pontos que não existem. Simplesmente não é o que é ”, disse Palihapitiya.

Publicidade

Ele também alertou que os investidores que veem o Bitcoin como um título tradicional podem se arrepender de sua estratégia com o tempo.

“Você compra, segura, guarda e, honestamente, acho que espera nunca precisar. Porque a quantidade de caos real que irá impulsionar a valorização do Bitcoin não é algo que realmente queremos ver. Dito isso, se isso acontecer, acho que vai criar uma enorme redistribuição de poder e vai empurrar o poder, vai empurrar a acessibilidade financeira para os limites, para bilhões e bilhões de pessoas”, observou o investidor.

Falando sobre a possibilidade de o Bitcoin se tornar a moeda mundial, Palihapitiya disse que uma posição de 1% “não é irracional” e é algo que “justifica uma posição onde todos possamos tê-la”.

Ele acrescentou: “Mais uma vez, invista e esqueça, não pense nisso.”

*Traduzido e editado com autorização da Decrypt.co
VOCÊ PODE GOSTAR
moeda de bitcoin e ethereum com gráfico ao fundo

Manhã Cripto: Bitcoin (BTC) supera US$ 72 mil com halving cada vez mais próximo; ETH dispara 6%

É a primeira vez que o Bitcoin bate a marca de US$ 72 mil desde meados de março
Glaidson Acácio dos Santos, o "Faraó do Bitcoin"

Livro sobre a ascensão e a queda do “Faraó do Bitcoin” chega às livrarias em maio

Os jornalistas Chico Otávio e Isabela Palmeira contam sobre o golpe de R$ 38 bilhões do Faraó do Bitcoin que usou criptomoedas como isca
BTC bitcoin na frente de nota de dólar de 1 milhão

Preço do Bitcoin aumenta com otimismo de Biden sobre queda de juros do Fed ainda este ano

“Mantenho minha previsão de que, antes do final do ano, haverá um corte nas taxas”, disse o presidente dos Estados Unidos
Ilustração de moeda gigante de Bitcoin observada por investidores e prestes a ser cortada ao meio

Alta do Bitcoin pode ser retomada após o halving e alvo é US$ 150 mil, diz Bernstein

Analistas reiteraram a previsão de US$ 150 mil para o Bitcoin até o final de 2025