Imagem da matéria: Inverno cripto: Fundos retiram US$ 102 milhões do mercado de criptomoedas
(Foto: Shutterstock)

Na semana passada, a saída de capital de fundos globais de ativos digitais totalizou US$ 102 milhões, à medida que os “ursos” continuaram a dominar o mercado de criptomoedas, de acordo com um relatório da CoinShares.

Saídas de capital do bitcoin (BTC) na última semana foram de US$ 57 milhões, totalizando as saídas mensais de capital para US$ 91 milhões. Ether (ETH) também registrou saídas de US$ 41 milhões na semana passada.

Publicidade

No geral, o chamado inverno cripto já levou o mercado cripto total para baixo da capitalização total de US$ 1 trilhão, após ter registrado um valor máximo de cerca de US$ 3 trilhões em novembro do ano passado.

Em termos anuais, ether foi o ativo mais afetado, com saídas de capital de quase US$ 386,5 milhões em 2022. Porém, por esse métrica anual, o bitcoin continua forte, com entradas anuais de capital de quase US$ 450,8 milhões.

Os últimos sete dias marcaram a primeira semana de saídas de capital de fundos de ativos digitais após consecutivas semanas de entradas, quando instituições estavam “comprando na queda”.

Um fundo de ativos digitais é um veículo de investimentos estruturado para fornecer exposição a ativos digitais para investidores tradicionais sem exigir que armazenem os ativos em questão.

Publicidade

A culpa é da inflação?

A CoinShares atribui o fluxo de fundos à “retórica cada vez mais linha-dura” do Federal Reserve dos EUA; esta semana, o Wall Street Journal noticiou que o Fed está considerando um aumento iminente de juros para controlar a crescente inflação.

Os EUA representaram a maioria das retiradas de capital dos fundos na semana passada: US$ 98 milhões, em comparação a US$ 2 milhões na Europa, indicando a crescente instabilidade do mercado americano.

Fundos multiativos também enfrentaram saídas de capital de US$ 4,7 milhões na última semana, totalizando a retirada mensal para US$ 3,6 milhões.

As gestoras 3iQ (-US$ 72,1 milhões) e Purpose (-US$ 43,4 milhões) registraram fluxos negativos na semana passada. A ProShares (US$ 24,2 milhões), Grayscale (US$ 300 mil) e 21Shares (US$ 4,5 milhões) terminaram a última semana no positivo.

Publicidade

O total de ativos sob gestão (ou AUM, na sigla em inglês) caiu para US$ 1,9 bilhão — uma queda de 54% de seu auge em novembro de 2021.

As principais criptomoedas continuaram a cair nos últimos dias. O bitcoin recua 5% nesta terça-feira (14) e está sendo negociado a US$ 22,4 mil. Já o ether está precificado em US$ 1,2 mil, registrando uma queda de 1,6% nas últimas 24 horas, segundo dados do site CoinMarketCap.

*Traduzido por Daniela Pereira do Nascimento com autorização do Decrypt.co.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: O próximo Notcoin? Jogo baseado no Telegram, 'Hamster Kombat' lançará Token na TON

O próximo Notcoin? Jogo baseado no Telegram, ‘Hamster Kombat’ lançará Token na TON

O jogo de simulação de gerenciamento de criptomoedas afirma ter acumulado 60 milhões de usuários desde seu lançamento em março
Imagem da matéria: Bitcoin Lightning e soluções de segunda camada podem ser “abusadas ​​por criminosos”, diz UE

Bitcoin Lightning e soluções de segunda camada podem ser “abusadas ​​por criminosos”, diz UE

Um relatório do Centro de Inovação da UE diz que as soluções de Bitcoin e de segunda camada podem causar “problemas para as investigações policiais”
Fachada do MPDFT - Facebook

PM que atraía colegas de farda para pirâmide com criptomoedas é alvo do MP do DF

O policial militar e um grupo suspeito de pessoas e empresas teriam aplicado um golpe de R$ 4 milhões; alvos do MPDFT são do DF e GO
Imagem da matéria: Pectra, nova grande atualização do Ethereum, irá ser implementada no começo de 2025

Pectra, nova grande atualização do Ethereum, irá ser implementada no começo de 2025

Principais mudanças são atualizações na Ethereum Virtual Machine e aumento de limite de stake para um validador