Imagem da matéria: Implosão de banco derruba mercado cripto; Bitcoin (BTC), Ethereum (ETH) e Solana (SOL) caem mais de 7%
(Foto: Shutterstock)

Março está terminando com a pequena alegria conquistada pelo investidores de criptomoedas em janeiro. A implosão do banco Silvergate e o provável rompimento do JP Morgan com a corretora Gemini derrubaram as cotações. Bitcoin (BTC), Ethereum (ETH) e Solana (SOL) operam em queda de mais de 7% no início da noite desta quinta-feira (09).

Entre as 100 maiores moedas em valor de mercado, a maior parte opera em queda. Ativos como XPR e BNB parecem ter sido um pouco menos afetadas, com quedas de 5% e 6%, conforme dados do agregador de preços Coingecko.

Publicidade

O valor total do mercado cripto, consequentemente, também foi afetado. Com a queda geral de 7,3%, houve a perda do patamar de US$ 1 trilhão.

Os motivos para a sangria são diversos. Sobretudo, há o medo da contaminação por causa da morte do banco americano Silvergate, que era o principal meio usado por muitas exchanges para fazerem a conversão para o dólar. As ações da empresa viraram pó, ela foi rebaixada por analistas, realizou uma perda de US$ 886 milhões no último trimestre e teve os serviços cortados por diversas empresas.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Tokenização pode atingir mercado de US$ 19 trilhões, diz membro da Comissão Europeia

Tokenização pode atingir mercado de US$ 19 trilhões, diz membro da Comissão Europeia

Para Peter Kerstens, é inevitável que o mercado financeiro tradicional abrace a tokenização
Imagem da matéria: Bitcoin fecha 1º trimestre com alta de 66% e novo recorde de preço

Bitcoin fecha 1º trimestre com alta de 66% e novo recorde de preço

O Bitcoin fecha o primeiro trimestre do ano com uma valorização de 66,8%, cotado hoje a US$ 70.700
Imagem da matéria: Com halving a horas de acontecer, Bitcoin Cash bate maior preço desde 2021

Com halving a horas de acontecer, Bitcoin Cash bate maior preço desde 2021

Criptoativo registrou um aumento de 5% nas últimas 24 horas e um aumento considerável de 43% nos últimos 30 dias
Imagem da matéria: CEO da Binance afirma que está considerando "algumas jurisdições" para a sede global

CEO da Binance afirma que está considerando “algumas jurisdições” para a sede global

“Quais são as jurisdições que têm regulamentações que podem atender ao nosso conjunto de produtos?”, questiona Richard Teng