Imagem da matéria: Hotel de Nova York Prepara ICO de US$ 400 milhões
Investidor Kevin O’Leary é quem está cuidado da operação (Foto: Ontario Chamber of Commerce)

O investidor Kevin O’Leary anunciou que um prestigiado hotel de Nova York se prepara para vender parte de seu capital por meio de uma inédita Initial Coin Offering (ICO) devidamente registrada pela Securities and Exchange Commission (SEC), em entrevista à CNBC, na última segunda-feira (19),

A SEC é responsável pela regulação do mercado de capitais americano e há tempos enfrenta o dilema sobre como lidar com o crescente e inovador segmento de criptomoedas.

Publicidade

Segundo O’Leary, o investidor que participar da oferta de US$ 400 milhões se tornará dono de uma fatia do hotel. O nome do empreendimento não foi revelado porque, segundo o empresário, está sob sigilo contratual, mas ele assegurou ser “uma marca de prestígio”. A novidade chegará a Wall Street dentro de três semanas.

O que O’Leary promete é uma operação inovadora. As criptomoedas vendidas na oferta terão como lastro um ativo real. Neste caso, fatias do hotel. Além disso, tudo seguirá a regulação aplicável ao mercado de ações. “Em vez de uma participação por meio de uma ação, será uma moeda”, disse. Ou seja, a estrutura da ICO será usada para substituir um IPO clássico, mas sem abrir mão da regulação.

Empresário acredita em ICOs com ativos reais

O’Leary acredita que as ICOs lastreadas em ativos reais serão uma alternativa aos IPOs de menor porte. Nas capitalizações regulamentadas pela SEC, independente do volume arrecadado com a venda de ações, as companhias vendedoras das ações são obrigadas a recorrer a um exército de prestadores de serviços.

Entre eles, os bancos de investimentos, responsáveis pela intermediação do negócio. Para o investidor, seria possível fazer isso por meio de ICOs e vender fatias do capital de empresas menores diretamente aos investidores interessados.

Publicidade

O’Leary é um conhecido investidor americano. Além de dono da O’Shares Investments, participa do programa Shark Tank – no Brasil, a atração é transmitida pelo canal a cabo TLC. No game-show, empreendedores apresentam seus projetos a um grupo de investidores, conhecidos como “tubarões”. O’Leary é um deles e, ao lado dos colegas da atração, decide se financia o empreendimento – geralmente os jurados aportam recursos mediante a troca por um percentual do capital e propõem receber parte dos royalties sobre as vendas futuras.

Leia também: As Piores Criptomoedas de Acordo com a Agência de Risco Weiss Ratings

 

BitcoinTrade

A primeira plataforma Brasileira que você pode comprar com segurança utilizando o seu Cartão de Crédito como forma de pagamento. Eles aceitam Visa e Mastercard. A BitcoinTrade ainda conta com certificação de segurança PCI Compliance, a única no Brasil. Acesse aqui: https://www.bitcointrade.com.br

Talvez você queira ler
Imagem da matéria: Há um ano, CZ recebia a chave do Rio e fazia promessas para o Brasil; Hoje, admite crimes e diz adeus à Binance | Opinião

Há um ano, CZ recebia a chave do Rio e fazia promessas para o Brasil; Hoje, admite crimes e diz adeus à Binance | Opinião

CZ deixa comando da Binance sem cumprir as promessas feitas durante sua passagem pelo Brasil em 2022
Imagem da matéria: Associação de fintechs da Argentina envia para Milei proposta de regulação das criptomoedas

Associação de fintechs da Argentina envia para Milei proposta de regulação das criptomoedas

Proposta é que CVM local defina quais tokens são valores mobiliários e que algumas leis sejam mudadas para criação do marco regulatório
Viatura da Polícia Federal do Brasil - foto divulgação PF

PF faz operação contra pirâmide financeira que gerou prejuízo de R$ 38 milhões em Cascavel

Pirâmide Financeira captava recursos para investir no mercado financeiro e chegou a emitir documentos falsos como notas de corretagem e declaração de rendimentos
Jesse Powell posa para foto de terno e gravata

“SEC é o maior empecilho dos EUA”, ataca criador da exchange Kraken

Jesse Powell acusou a SEC de extorsão depois que o regulador apresentou novas acusações à exchange de criptomoedas, incluindo mistura de fundos de clientes