Robô android com as mãos na cabeça
Shutterstock

O ChatGPT mal entrou em cena e já é alvo de cibercriminosos, segundo relatório da empresa de segurança Group-IB, que revelou nesta semana a invasão por malware de mais de 100 mil contas registradas na plataforma de Inteligência Artificial (AI, na sigla em inglês).

Segundo o documento, o Brasil é o país mais afetado da América Latina e os dados roubados já são negociados em forma de leilão na dark web.

Publicidade

A empresa encontrou credenciais comprometidas nos logs de malwares usados para roubo de informações, negociado em mercados ilícitos da dark web no ano passado. “Identificamos 101.134 dispositivos infectados por ladrões com credenciais salvas do ChatGPT entre junho de 2022 e maio de 2023”, ressalta a empresa em um tweet.

Uma vez instalado nos computadores das vítimas, o malware coleta credenciais de login, histórico e cookies salvos em navegadores da web. O Group-IB disse que isso também pode incluir informações sobre carteiras de criptomoedas.

Segundo o Group-IB, os dados roubados dos usuários afetados por esse roubo são oferecidos ao maior lance na dark web.

O roubo de dados, segundo a empresa, foi realizado por meio de programas maliciosos chamados de “infostealers ”, que são responsáveis ​​por infectar um aparelho para coletar dados de acesso a contas de aplicativos e sites, como é o caso do ChatGPT.

Publicidade

Das contas identificadas, 6.531 foram registradas a partir do Brasil, perdendo apenas para Índia (12.632) e Paquistão (9.217) no período mencionado. Outros sete países fecham o grupo dos dez mais afetados. São eles: Vietnã;  Egito; Estados Unidos; França; Marrocos;Indonésia; Bangladesh.

Em resumo, contas registradas na região da Ásia-Pacífico tiveram o maior número de concentração de credenciais do ChatGPT oferecidas para venda no ano passado. 

Fonte: Group-IB

A companhia por trás do ChatGPT é a OpenAI, que lançou recentemente a mais recente iteração para o programa chamado GPT-4 para continuar a empurrar a inteligência artificial para o mainstream.

Contudo, muitas polêmicas começaram a aparecer desde que a iniciativa se tornou popular no ano passado com o lançamento do programa, depois de sete anos da criação da empresa. No começo tudo pareceu inovador e o ChatGPT ganhou milhões de usuários em poucos dias.

Publicidade

No decorrer do tempo, começaram a aparecer discussões e contestações acerca da tecnologia de inteligência artificial, que vão desde preocupações com informações falsas a um antigo debate de que a tecnologia poderia até mesmo extinguir a humanidade.

Mas quanto a isso, a OpenAI adverte os usuários contra a confiança cega no ChatGPT, apresentando um aviso que diz: “O ChatGPT pode produzir informações imprecisas sobre pessoas, lugares ou fatos.”

VOCÊ PODE GOSTAR
Joe Biden posa para foto

Biden vira sobre Kamala: mercados de criptomoedas esperam que o presidente seja indicado

Apostadores de criptomoedas no popular mercado de previsões Polymarket novamente favorecem Joe Biden como candidato dos democratas
Bolo de dólares em cima de outras notas

PF da Argentina prende família que lavava dinheiro de contrabando e jogos de azar com USDT

Com o filho preso e a esposa indiciada, o líder da quadrilha, Fabián Di Julio, o “El Gordo”, se entregou na última quarta-feira