Imagem da matéria: Hackers Estão Movimentando os Fundos Roubados da Coincheck

Os hackers por trás do roubo da Coincheck da semana passada, de US$ 530 milhões, começaram a movimentar os tokens XEM roubados, marcando o início do que provavelmente será um jogo de gato e rato para lavar os fundos.

Os dados do Blockchain demonstram que os hackers fizeram uma várias transferências de seu endereço principal para uma variedade de outros endereços no dia 30 de janeiro. Cada transação transferiu 100 XEM, no valor de aproximadamente US$ 77 na taxa de câmbio atual.

Publicidade

Isso representa uma pequena porcentagem dos 500 milhões de XEM que os hackers conseguiram durante o roubo, mas provavelmente indica que eles estão tentando lavar os fundos roubados.

“Quando as pessoas procuram lavar esses tipos de fundos, eles às vezes o espalham em transações menores, porque é menos provável que acionem mecanismos contra a lavagem de dinheiro”, Tom Robinson, co-fundador da Elliptic, uma empresa de segurança de criptomoedas em Londres, disse à Reuters.

Como as transações estão sendo monitoradas, qualquer tentativa de enviar esses tokens para exchanges, seriam interceptadas pelas próprias empresas, levando ao bloqueio dos tokens. Além disso, qualquer movimentação muito grande poderia levar a uma venda em massa dos usuários, com medo das consequências.

A Fundação NEM, que acompanha os fundos na tentativa de evitar que eles sejam gastos ou lavados, confirmou que os hackers tentaram transferi-los para exchanges de criptomoedas.

Publicidade

“[Os hackers estão] tentando gastá-los em várias exchanges. Estamos entrando em contato com essas empresas”, disse o vice-presidente da Fundação NEM, Jeff McDonald. “Eu assumiria que eles vão fugir com algum dinheiro”, acrescentou.

Os hackers podem estar usando essas pequenas transferências para testar se as plataformas de negociação congelarão imediatamente os fundos enviados de um endereço conhecido como associado ao roubo.

Se bem sucedido, eles poderiam enviar uma soma maior de outro endereço e convertê-lo em uma criptomoeda focada na privacidade, como Monero ou Zcash, o que lhes permitiria não ser rastreado.

Leia Também: Samsung está Construindo Chips de Mineração de Bitcoin

 

BitcoinTrade

A primeira plataforma Brasileira que você pode comprar com segurança utilizando o seu Cartão de Crédito como forma de pagamento. Eles aceitam Visa e Mastercard. A BitcoinTrade ainda conta com certificação de segurança PCI Compliance, a única no Brasil. Acesse aqui: https://www.bitcointrade.com.br

VOCÊ PODE GOSTAR
Criptomoedas formam círculo com bitcoin no centro

Alta do Bitcoin torna criptomoedas o investimento mais buscado no Brasil em março

As criptomoedas superaram os CDBs e fundos de ações e multimercado no ranking do buscador de investimentos Yubb
Do Kwon, criador da Terra (LUNA) olhando assustado para a câmera.

Criador da LUNA é considerado responsável por fraude em julgamento nos EUA

Os reguladores dos EUA prevaleceram com a acusação de que Do Kwon enganou milhares de investidores com o ecossistema Terra (LUNA)
Brad Garlinghouse, CEO da Ripple , posa para foto

Mercado de criptomoedas vai valer US$ 5 trilhões até final do ano, prevê CEO da Ripple

Brad Garlinghouse justifica seu otimismo pelo halving do Bitcoin e um possível impulso regulatório positivo do mercado cripto nos EUA
Imagem da matéria: Reserva de Bitcoin de mineradores bate mínima em três anos com vendas antes do halving

Reserva de Bitcoin de mineradores bate mínima em três anos com vendas antes do halving

Diferente do que aconteceu antes do halving de 2020, desta vez os mineradores aproveitaram a recente disparada do Bitcoin para vender parte de suas reservas