Imagem da matéria: Hacker movimenta 94 mil bitcoins da corretora Bitfinex cinco anos após o roubo
Foto: Shutterstock

Uma quantidade significativa de bitcoin (BTC) roubado no ataque hacker à corretora cripto Bitfinex em 2016, foi movimentado na manhã desta terça-feira (1º).

As transações foram detectadas pelo rastreador Whale Alert, que mostrou que o endereço de recebimento dessas moedas passou a conter 94.643 BTC (US$ 3,63 bilhões) após 26 transações.

Publicidade

Algumas dessas transações movimentaram 10 mil BTC por vez, de acordo com dados públicos na blockchain.

Bitfinex bitcoin
Transações rastreadas pelo Whale Alert (Imagem: Twitter/Whale Alert)

A Bitfinex foi invadida em 2 de agosto de 2016 quando hackers exploraram uma falha de segurança e fugiram com um total de 119.756 BTC, equivalente a US$ 71,8 milhões na cotação da época.

Foi um dos maiores hacks na história envolvendo bitcoin e também resultou na queda de 20% no preço da moeda no período do incidente — de US$ 600 para US$ 400.

Fundos roubados estão sendo movimentados

Essa não foi a primeira vez que hackers movimentaram uma parte dos fundos roubados da Bitfinex.

A última vez em que isso aconteceu foi em abril de 2021, quando 12.241 BTC, cerca de US$ 774 milhões, foram transferidos para uma carteira desconhecida no mesmo dia em que a Coinbase lançou suas ações na Nasdaq.

Na época, a maior transação única foi de 1.241 BTC, quase US$ 78 milhões, de acordo com o WhaleAlert.

Houve também uma enxurrada de transações no início de 2017, com o próximo aumento notável na atividade do hacker ocorrendo em 2020.

Publicidade

Em agosto daquele ano, hackers movimentaram 473,3 BTC (US$ 5,7 milhões), seguidos de outros 5 mil BTC (US$ 100 milhões) transferidos em novembro.

Embora não se saiba o que motivou os hackers a movimentar as moedas hoje, é importante lembrar que todos os bitcoins roubados da Bitfinex são monitorados de perto.

Isso significa que a conversão desses fundos em dinheiro não será uma tarefa fácil.

Bitfinex, por sua vez, vem tentando recuperar os fundos roubados e até ofereceu uma recompensa de US$ 400 milhões pela devolução dos bitcoins.

“A Bitfinex continua trabalhando globalmente com autoridades policiais, corretoras de tokens digitais e fornecedores de carteira para recuperar os bitcoins roubados no hack de 2016”, compartilhou um porta-voz da corretora ao Decrypt.

Em dezembro de 2021, a Bitfinex anunciou ter recuperado com sucesso, 6,5 BTC roubados da plataforma.

*Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento com autorização do Decrypt.co.

VOCÊ PODE GOSTAR
CEO da Galaxy Digital, Mike Novogratz, em entrevista ao BNN Bloomberg no YouTube

O Bitcoin precisa de uma nova narrativa para voltar a subir, segundo CEO da Galaxy Digital

Mike Novogratz também acredita que o preço do BTC flutue entre US$ 55 mil e US$ 75 mil até que novos eventos ocorram
moeda de Bitcoin ao lado de letreiro com ETF

Estado dos EUA investe R$ 510 milhões em ETF de Bitcoin da BlackRock

O investimento foi confirmado hoje pelo Conselho de Investimentos do Estado de Wisconsin (SWIB)
Imagem da matéria: Bitcoin entra em onda de alta e atinge o seu maior preço desde o halving

Bitcoin entra em onda de alta e atinge o seu maior preço desde o halving

Dados do CoinGecko mostram que o Bitcoin subiu cerca de 3% no último dia e no período de uma semana valorizou em 9%
trader segura moeda de bitcoin em frente a grafico em computador

Bolsa de Chicago planeja lançar negociação de Bitcoin à vista, diz jornal

O objetivo é capitalizar a crescente demanda este ano entre os gestores de Wall Street para ganhar exposição ao setor de criptomoedas