gêmeos Cameron e Tyler Winklevoss
Foto: Shutterstock

O super PAC (sigla para Political Action Committee, ou Comitê de Ação Política), Fairshake, favorável às criptomoedas, recebeu US$ 4,9 milhões dos cofundadores da Gemini, Cameron e Tyler Winklevoss, em janeiro.

As doações — US$ 2,45 milhões de cada um dos irmãos — constituem a maior parte dos US$ 6,8 milhões recebidos pela organização no mês passado, de acordo com um relatório da Comissão Eleitoral Federal

Publicidade

Os gêmeos Winkevoss fundaram a Gemini, uma plataforma de trade e custódia de cripto com sede em Nova York, em 2015. No ano seguinte, ela se tornou a primeira exchange de Ethereum licenciada nos EUA e lançou seu programa Gemini Earn em 2021, que prometia retornos de 7,4% sobre os depósitos dos clientes.

Mas a empresa, assim como a maior parte do setor de criptomoedas, enfrentou dificuldades em 2022 e demitiu 10% de sua equipe para se preparar para o “inverno cripto”. Mais tarde naquele ano, a Gemini teve que congelar os saques para seu programa Earn porque a Genesis, sua parceira de empréstimos, havia sido duramente atingida pela onda de recuperações judiciais e falências de outras grandes empresas do setor cripto.

Enquanto isso, o Fairshake se tornou rapidamente um dos super PACs mais populares entre os doadores favoráveis às criptomoedas neste ciclo eleitoral.

O grupo de lobby com sede na Flórida também recebeu doações das empresas de capital de risco Blockchain Capital e Electric Capital Partners em janeiro. A organização política arrecadou mais de US$ 85 milhões até o momento e encerrou o mês passado com US$ 73 milhões em caixa.

Publicidade

Seu tesoureiro, Brandon Philipczyk, tem uma longa lista de experiência em campanhas em seu perfil no LinkedIn. Ela inclui ter trabalhado para a campanha de Hillary Clinton em Nevada, para o Comitê Nacional Democrata, para a campanha presidencial de Mike Bloomberg em 2020 e agora para sua própria empresa: Bison Strategies.

Muitas das maiores doações do Fairshake chegaram no final do ano passado. Elas incluem US$ 20 milhões da Ripple Labs; US$ 21,5 milhões da Coinbase (incluindo US$ 1 milhão do CEO Brian Armstrong); e incríveis US$ 38 milhões da Andreessen Horowitz e seus cofundadores, Marc Andreessen e Ben Horowitz.

Na semana passada, o super PAC utilizou milhões de dólares de sua caixa de guerra para financiar anúncios de ataque contra a deputada democrata Katie Porter, uma importante aliada da senadora Elizabeth Warren, cética em relação às criptomoedas.

*Traduzido por Gustavo Martins com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
moedas de bitcoin e ethereum sobre mesa envernizada

Manhã Cripto: Bitcoin recua para US$ 70 mil e Ethereum desacelera após maior salto em mais de um mês

Traders de criptomoedas pisam no freio nesta terça-feira (9) depois do rali do Ethereum durante a madrugada
moedas diversas caindo do céu

Binance anuncia nova plataforma de lançamento de tokens e airdrops 

Por meio da Megadrop, os usuários poderão se inscrever com BNB e concluir tarefas e obter acesso a tokens antes de eles serem listados na plataforma
Criptomoedas formam círculo com bitcoin no centro

Alta do Bitcoin torna criptomoedas o investimento mais buscado no Brasil em março

As criptomoedas superaram os CDBs e fundos de ações e multimercado no ranking do buscador de investimentos Yubb
Amostra de NFT de tênis da Adidas par ao jogo Move to Earn

Adidas lança NFTs de tênis de R$ 13 mil em parceria com empresa cripto Stepn

A gigante de roupas esportivas Adidas fez parceria com o jogo baseado na rede Solana para lançar alguns tênis virtuais de corrida