Imagem da matéria: Grandes bancos irão oferecer criptomoedas em 2022, diz CEO da Anchorage
Foto: Shutterstock

Anchorage, a empresa de armazenamento de criptomoedas que obteve um alvará bancário federal em janeiro, anunciou que arrecadou US$ 350 milhões da gestora de ativos KKR, Goldman Sachs e outros.

A rodada “série D” avalia a empresa acima de US$ 3 bilhões.

Publicidade

Em entrevista ao Decrypt, Diogo Mónica, CEO da Anchorage, disse que a empresa irá usar o financiamento recente, em parte, para assistir seus clientes, que incluem grandes bancos e corporações conforme expandem suas ofertas com criptoativos.

“Instituições começaram a desenvolver produtos em 2020 que vão chegar ao mercado em 2022”, afirmou Mónica, prevendo que bancos vão começar a oferecer serviços com criptomoedas (como a capacidade de comprar e vender bitcoin) para seus clientes a partir do ano que vem.

Se isso se cumprir, será uma vantagem para a Anchorage, que alavancou seu alvará bancário federal obtido para conseguir contratos com bancos e gigantes empresas financeiras, como Visa.

Tais contratos começaram como acordos de custódia, em que Anchorage armazena ativos digitais, mas que cada vez mais incluiu serviços, como staking (em que holders de ativos bloqueiam moedas e tokens em troca de recompensas).

De acordo com Diogo, a custódia agora totaliza menos de 50% de sua receita e seus negócios de staking e empréstimo continua expandindo. Enquanto isso, Diogo prevê que novas linhas de negócios irão surgir para a Anchorage conforme bancos buscam oferecer produtos, como ofertas de rendimentos com base em Finanças Descentralizadas (ou DeFi).

Publicidade

A empresa também se beneficiou da crescente variedade de criptoativos que instituições visam interagir via Anchorage. Incluem tokens não fungíveis (ou NFTs), como alguns CryptoPunks que está em custódia para a Visa e outros.

Expansão da Anchorage não inclui IPO

A base de clientes da Anchorage também se expandiu de instituições privadas a agências governamentais. Em 2020, a empresa acrescentou a Corporação Federal de Seguros de Depósito (ou FDIC) e o Serviço de Delegados dos EUA (USMS) como seus clientes de custódia.

A Anchorage não possui planos de seguir o exemplo de empresas cripto, como Coinbase e Robinhood, e realizar uma oferta inicial de moeda (ou IPO).

De acordo com Mónica, o balanço patrimonial da empresa está em boa forma (Anchorage ainda precisa alocar US$ 80 milhões arrecadados em fevereiro) e a nova “series D” irá fornecer uma “almofada de capital” e parceiros estratégicos e fundamentais.

Publicidade

Além da KKR e do Goldman Sachs, investidores da rodada incluem Alameda Research, Andreessen-Horowitz, BlackRock, Blockchain.com, Kraken e PayPal Ventures.

*Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento com autorização do Decrypt.co.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: FIT21: Conheça o projeto de lei que promete transformar a regulação das criptomoedas nos EUA

FIT21: Conheça o projeto de lei que promete transformar a regulação das criptomoedas nos EUA

Aprovado na Câmara esta semana, o projeto FIT21 visa regular o setor de criptomoedas dando segurança para consumidores e estimulando empreendedores
Antônio Neto Ais e Fabrícia Campos, casal que lidera a Braiscompany (Foto: Reprodução/Instagram)

MPF faz nova denúncia contra donos da Braiscompany e doleiro por lavagem de dinheiro

Antônio Neto e Fabrícia Farias realizaram operações financeiras de grande porte com características de lavagem de dinheiro em pleno colapso da pirâmide
Fachada da GameStop em Tyler no Texas

GameStop e AMC desabam com fim da euforia do retorno de Roaring Kitty

As ações memes da GameStop e AMC caíram drasticamente após a abertura dos mercados dos EUA na quinta-feira, recuando pelo menos 15%
Fazenda de Mineração de criptomoedas Salto del Guairá Paraguai -ANDE

Paraguai usa inteligência artificial para encontrar fazenda ilegal de mineração de Bitcoin

Autoridades apreenderam 176 ASICs em Saltos de Guairá com ajuda de sistema que mede a tensão de redes elétricas