Imagem da matéria: Funcionário de prefeitura gaúcha faz trade na Bolsa com orçamento da cidade e perde R$ 8 milhões
O acusado de peculato Simão Justo dos Santos (Imagem: Reprodução)

Um funcionário da prefeitura de Dom Pedro de Alcântara, município do Rio Grande do Sul (RS), é acusado de desviar cerca de R$ 8 milhões dos cofres públicos nos últimos 13 meses para fazer trade na Bolsa de Valores. O caso foi revelado no programa da Rede Globo Fantástico que foi ao ar no domingo (02).

“Fiquei sem chão”, disse o prefeito Alexandre Model Evaldt ao comentar o assunto no program. Segundo o Fantástico, os desvios foram feitos por Simão Justo dos Santos, funcionário do setor de Contabilidade e Tesouraria da prefeitura.

Publicidade

O desfalque veio à tona quando o banco que presta serviço à administração municipal alertou o prefeito e vice sobre várias transferências de até R$ 50 mil para  conta pessoal do servidor. À polícia, Simão disse que pensou em usar o dinheiro para tentar recuperar suas perdas no mercado de ações.

De acordo com a chefe de Polícia Civil, Nadine Anflor, o investigado pretendia devolver os valores assim que se recuperasse na Bolsa, mas isso não aconteceu. “O que aconteceu na verdade é que ele perdeu o dinheiro dele e também o dinheiro da sociedade, da prefeitura municipal”, disse a agente ao programa da Globo.

O vice-prefeito Rodrigo Boff relatou que vinha estranhando o comportamento de Simão há algum tempo. Segundo ele, o funcionário não passava informações sobre pagamento de contas e se desviava de perguntas quando era questionado.

Dinheiro público no trade

O rombo deixado pelo funcionário para satisfazer sua necessidade trade na bolsa vai prejudicar várias obras da prefeitura, como uma creche que está prestes a ser acabada. O setor de farmácia também sofreu um duro golpe e não tem dinheiro para repor remédios que são distribuídos gratuitamente aos munícipes.

Publicidade

Mas isso não é tudo, pode faltar também combustível para os ônibus escolares, merenda e orçamento para a contratação de professores. Dom Pedro de Alcântara tem 2.500 habitantes e um orçamento de R$ 18 milhões para 2021. Logo, os desvios de funcionário somam quase a metade do que a prefeitura tinha para trabalhar o ano todo.

Simão foi indiciado por peculato, crime que pode levar o condenado a até 12 anos de prisão. No entanto, ele responde em liberdade. Procurado pela reportagem do Fantástico, o acusado disse que não ia se pronunciar. O mesmo disse seu advogado, que alegou que o processo corre em sigilo.

VOCÊ PODE GOSTAR
Glaidson Acácio dos Santos, o "Faraó do Bitcoin"

Livro sobre a ascensão e a queda do “Faraó do Bitcoin” chega às livrarias em maio

Os jornalistas Chico Otávio e Isabela Palmeira contam sobre o golpe de R$ 38 bilhões do Faraó do Bitcoin que usou criptomoedas como isca
Tela de celular mostra logo da Comissão de Valores Mobiliários do Brasil CVM

CVM ganhou R$ 832 milhões com multas aplicadas em 2023, um aumento de 1.791%

A autarquia também registrou o maior número de casos julgados desde 2019
Imagem da matéria: Times de futebol vão distribuir NFTs ao longo do Brasileirão; Veja como ganhar

Times de futebol vão distribuir NFTs ao longo do Brasileirão; Veja como ganhar

Atlético-MG, Bahia, Flamengo, Fluminense, Palmeiras, Internacional, São Paulo e Vasco da Gama são times que integram a nova campanha da Chiliz
Imagem da matéria: Fundos de criptomoedas do Brasil captam mais R$ 50 milhões na semana

Fundos de criptomoedas do Brasil captam mais R$ 50 milhões na semana

Fundos cripto brasileiros ficam pela segunda semana consecutiva atrás apenas dos EUA em captação