Boneco de urso sobre várias criptomeodas
Shutterstock

Apesar do aumento dos preços das criptomoedas, as instituições continuam a obedecer ao mando dos ursos, de acordo com o último relatório da CoinShares. O Bitcoin (BTC) foi o ativo digital mais vendido por uma ampla margem, representando 85% de toda a atividade institucional e marcando saídas no valor de US$ 45 milhões.

James Butterfill, chefe de pesquisa da CoinShares, considera o Bitcoin o produto de investimento mais apreciado, pois atraiu entradas no valor de US$ 12 milhões no mês passado.

Publicidade

Por outro lado, o Ethereum (ETH) — que vem se desvencilhando do rótulo de ativo digital menos amado em 2023 — continua em uma tendência negativa, atingindo US$ 4,8 milhões em vendas por grandes entidades na semana passada. Sua classificação desfavorável permanece praticamente intacta, registrando saídas de US$ 117 milhões no ano. 

Os números apresentados pela Ethereum confundiram Butterfill, que escreveu nesta terça-feira (19) em seu blog que, apesar dos “fundamentos de investimento atraentes e da alta demanda por seu rendimento de staking”, a criptomoeda continua a ser de menor interesse para as instituições. 

Butterfill disse ao Decrypt que os fluxos de fundos às vezes podem ser “um indicador contrário”, conforme evidenciado pelo relatório de hoje.

O Bitcoin subiu 6,5% na semana passada, sendo negociado a US$ 26.793, mas é atormentado por um sentimento decididamente negativo entre as instituições. O mesmo vale para o Ethereum, que no mesmo período subiu 5,4%, mas continuou sendo descartado por grandes entidades. 

Publicidade

Butterfill explicou também que o aumento dos preços e as saídas substanciais podem ser um indicador de que estamos “perto do fim da fase de capitulação”.

Grandes entidades descarregaram US$ 53 milhões em criptomoedas nos últimos sete dias, o que totaliza US$ 455 milhões nas últimas nove semanas.

Os EUA — com a sua abordagem pouco amigável na regulação de ativos digitais — lideraram o caminho entre as nações, compreendendo 77% das liquidações, com US$ 41 milhões. A Alemanha e o Canadá acompanharam os americanos de longe, registrando saídas de US$ 5,9 milhões e US$  4,9 milhões.

Todos os três países estiveram decididamente mostrando negatividade durante os últimos trinta dias, com números vermelhos de dois dígitos marcando seus interesses. 

Publicidade

A CoinShares também informou que os volumes aumentaram nos últimos sete dias, atingindo US$ 1 bilhão na semana, marcando um aumento de 42% semana a semana. 

*Traduzido com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: As criptomoedas estão se tornando políticas – e a Consensys quer ficar fora disso

As criptomoedas estão se tornando políticas – e a Consensys quer ficar fora disso

Enquanto outras empresas gastam milhões em candidatos pró-cripto, Joe Lubin diz ao Decrypt que a Consensys resistiu ao impulso
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Ethereum (ETH) decola 20% com expectativa para aprovação de ETFs nos EUA

Manhã Cripto: Ethereum (ETH) decola 20% com expectativa para aprovação de ETFs nos EUA

A animação dos investidores fez aumentar em 219% o volume de negociação do Ethereum nas últimas 24 horas
Michaël van de Poppe em vídeo no Youtube

“É hora de investir em altcoins como Ethereum além do Bitcoin”, diz Michaël van de Poppe

Citando o Ethereum com uma das opções, o analista diz que o mercado de altcoins já passou por correção e que a tendência agora é de alta
Imagem da matéria: Investidor acende alerta da comunidade ao ser hospitalizado após tentar fazer memecoin viralizar

Investidor acende alerta da comunidade ao ser hospitalizado após tentar fazer memecoin viralizar

O usuário foi atingido por fogos de artifício em uma live de divulgação do seu token