pessoa fechando porta de estabelecimento
Foto: Shutterstock

A Bittrex faliu.

Em uma declaração de falência do Capítulo 11 na segunda-feira (08), a bolsa americana de criptomoedas disse que tinha mais de 100.000 credores com responsabilidades e ativos estimados ambos na faixa de US$ 500 milhões a US$ 1 bilhão.

Publicidade

A declaração vem poucas semanas depois que a Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC) apresentou acusações contra a Bittrex, que alegou que ela não havia cumprido a lei de valores mobiliários ao não se registrar com o órgão regulador financeiro.

A queixa criminal da SEC afirmou que a exchange não se registrou como corretora, bolsa e agência de compensação e que arrecadou pelo menos US$ 1,3 bilhão em receita ilícita entre 2017 e 2022.

Em março, a Bittrex disse que estava encerrando as operações nos EUA. Na época, o CEO da empresa, Richie Lai, disse que o “ambiente regulatório e econômico atual do país” como razões para a decisão. A empresa, porém, garantiu aos clientes que os fundos estariam seguros.

Quem é a Bittrex

A Bittrex é uma pequena empresa com sede em Seattle, fundada em 2013. Com um volume de negociação de 24 horas atual de pouco mais de US$ 5 milhões, é a 82ª maior bolsa de ativos digitais, de acordo com a CoinGecko.

Sua falência ocorre em um momento em que a indústria de criptomoedas está sendo duramente atingida pelos reguladores: a SEC aplicou multas em várias empresas americanas de criptomoedas à medida que busca marcas importantes de criptomoedas que ela afirma estar vendendo títulos não registrados.

Publicidade

O órgão regulador muitas vezes não define um único ativo digital como um título, mas aponta para o teste Howey. O presidente da SEC, Gary Gensler, afirma que a maioria dos ativos digitais são títulos, mas não o Bitcoin, o maior em valor de mercado.

Os reguladores têm perseguido rapidamente empresas de criptomoedas após a queda da mega bolsa de ativos digitais FTX em novembro.

Apenas no ano passado, a Bittrex concordou em pagar US$ 29 milhões para resolver casos de fiscalização com autoridades dos EUA por “violações aparentes” de sanções contra países como Irã, Cuba e Síria.

*Traduzido e editado com autorização do Decrypt.

Talvez você queira ler
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin (BTC) mira US$ 39 mil após subir 10% no mês; Circle nega facilitar o financiamento de terrorismo 

Manhã Cripto: Bitcoin (BTC) mira US$ 39 mil após subir 10% no mês; Circle nega facilitar o financiamento de terrorismo 

O Bitcoin bateu a marca de US$ 38 mil pela terceira vez em sete dias, o que representa seu melhor desempenho desde maio do ano passado
Imagem da matéria: Memecoin inspirada em Charlie Munger decola 31.000% após morte do bilionário

Memecoin inspirada em Charlie Munger decola 31.000% após morte do bilionário

Como o falecido Munger receberia a notícia de que sua morte enriqueceu pelo menos alguns aficionados por shitcoin? Não muito bem.
Robert Kiyosaki autor do livro Pai Rico Pai Pobre posa para foto

Compre Bitcoin antes que seja tarde demais, diz autor de “Pai Rico, Pai Pobre”

Robert Kiyosaki destacou a nova máxima histórica do ouro e disse que as pessoas precisam compra o metal e Bitcoin antes que seja tarde
SBF da FTX no Congresso dos EUA

Sam Bankman-Fried lidera “lista da vergonha” da Forbes; veja quem mais decepcionou

A Forbes publicou uma lista de jovens empresários que contrariam as expectativas ao se envolverem em fraudes e outras infrações