Imagem da matéria: Facebook Recua e Volta a Aceitar Anúncios de Bitcoin e Criptomoedas
(Foto: Shutterstock)

O Facebook anunciou nesta terça-feira (26) que revisou sua política de banir todas as propagandas e anúncios relacionados a Bitcoin e criptomoedas na rede social.

O Diretor de Gerenciamento de Produtos, Rob Leathern, escreveu em uma publicação no site da empresa que principal rede social do mundo voltou atrás da proibição total:

Publicidade

“A partir de 26 de junho, atualizaremos nossa política para permitir anúncios que promovam criptomoeda e conteúdo relacionado de anunciantes pré-aprovados”.

O texto afirma que nos últimos meses, fez-se uma análise da melhor maneira de refinar essa política. A opção foi permitir alguns anúncios e, ao mesmo tempo, trabalhar para garantir que eles sejam seguros.

Por isso, a nova política destaca que ocorreu uma revisão e que não foi uma remoção completa:

Continuaremos a proibir anúncios que promovam opções binárias e ofertas iniciais de moedas.’

Necessário Aprovação

A partir de agora, os anunciantes que desejam veicular anúncios de produtos e serviços relacionados a criptomoedas devem preencher um formulário para tentar a aprovação e se tornar elegível para anunciar na plataforma.

Segundo o anúncio, ICOs e opções binárias continuarão bloqueados. O Facebook, contudo, disse estar aberto a feedbacks e pode voltar a revisão no futuro, se necessário.

Quando começou o cerco

O Facebook comunicou a proibição de anúncios de criptomoeda em janeiro deste ano, alegando que a medida veio após reclamações persistentes dos usuários sobre spam e anúncios fraudulentos.

Publicidade

Direcionado exclusivamente para criptomoedas, ICOs e opções binárias em seu comunicado, a plataforma afirmou que os anúncios não devem promover produtos e serviços financeiros frequentemente associados a práticas promocionais enganosas e ilusórias.

Google confirmou que irá banir anúncios até final de junho

Em março, a companhia anunciou que mudaria as regras para impedir publicidade de contratos por diferença (CFD), forex spot, apostas de spread financeiro e conteúdos relacionados a criptomoedas.

A empresa disse ao Portal do Bitcoin, por meio de sua assessoria de imprensa, que está “trabalhando para implementar a política até o final de junho”.

A atualização da política de serviços financeiros do Google prevê a restrição de anúncios de criptomoedas e opções binárias nas aplicações da empresa, como nos sites cadastrados no navegador e no YouTube.

Publicidade

Além do Google, diversas outras plataforma seguiram o Facebook, como o buscador da Microsoft Bing, o Mailchimp, entre outros.

BitcoinTrade

A BitcoinTrade é a melhor solução para compra e venda de criptomoedas.
Negocie Bitcoin, Ethereum e Litecoin com total segurança e liquidez.
Acesse agora ou baixe nosso aplicativo para iOs ou Android:
https://www.bitcointrade.com.br/

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Trader transforma US$ 27 mil em US$ 2 milhões ao antecipar alta da GameStop

Trader transforma US$ 27 mil em US$ 2 milhões ao antecipar alta da GameStop

O súbito ressurgimento das ações “memes” nesta semana rendeu uma pequena fortuna aos traders que nunca desistiram das loucuras de 2021
Imagem da matéria: Propina paga a Eduardo Requião foi usada para investir na pirâmide financeira do "Rei do Bitcoin"

Propina paga a Eduardo Requião foi usada para investir na pirâmide financeira do “Rei do Bitcoin”

Nova operação da Polícia Federal visando fraudes no portos do Paraná revelou uma curiosa ligação entre o irmão do Roberto Requião e um dos maiores piramideiros do Brasil
Imagem da matéria: Brasileiros importam R$ 8,9 bilhões em criptomoedas em abril apesar da queda do Bitcoin

Brasileiros importam R$ 8,9 bilhões em criptomoedas em abril apesar da queda do Bitcoin

Volume importado de criptomoedas mais que dobrou em abril em comparação com o mesmo período de 2023
Moedas de Bitcoin sobre mesa espelhada

Análise: o preço do Bitcoin está novamente sendo ditado pela política do Fed

“Análise dos últimos 40 dias revela uma maior alinhamento com as expectativas de taxa de juros para junho”, diz firma de análises CoinShares