Imagem da matéria: Executivo-chefe do Xbox diz que games NFT são mais "exploração que entretenimento"
Foto: Shutterstock

O chefe do departamento de games da Microsoft e da divisão do Xbox , Phil Spencer, disse que está cauteloso com o mercado de jogos NFT “play to earn” por sentir que alguns projetos atuais são mais “exploração que entretenimento”.

A declaração foi feita em entrevista ao portal Axios publicada na terça-feira (16).

Publicidade

“O que eu diria hoje sobre NFT, no máximo, é que acho que há muita especulação e experimentação acontecendo, e que alguns dos projetos criativos que vejo hoje parecem ser mais sobre exploração do que sobre entretenimento”, disse o executivo.

A Microsoft é a criadora do Xbox e comanda o marketplace que envolve todos os jogos disponíveis para os donos do console. Em outubro de 2020 a empresa lançou o Xbox X/S e já vendeu oito milhões de unidades do videogame.

Apesar de sinalizar desconforto com o mercado como se apresenta hoje, Spencer não descarta a possibilidade de a Microsoft entrar na área.

“Não acho necessariamente que todos os jogos NFT tenham esse viés de exploração. Eu só acho que estamos no início dessa jornada e as pessoas descobrindo as coisas”, disse.

Mas o executivo parece ter uma linha clara: “Eu acho que qualquer coisa que olhemos na nossa loja e entendamos como algo baseado em exploração, nós tomaríamos uma medida. Não queremos esse tipo de conteúdo”.

Publicidade

Distribuição restrita para NFT

No Twitter, o desenvolvedor de games e criador do site Game Data Crunch, Lars Doucet, analisou as declarações do executivo da Microsoft.

“A distribuição tradicional de games está cada vez mais restrita para jogos NFT. Se você não tem um browser e está apostando em coisas NFT, é melhor ter um plano”, disse.

Sobre o fenômeno Axie Infinity, o desenvolvedor ressaltou que o modelo tem sua sustentabilidade em questão: “Claro que as pessoas vão aparecer quando você pagar, mas elas vão ficar de outra forma?”.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Como um trader cripto ganhou mais de US$ 100 mil com apenas dois tuítes

Como um trader cripto ganhou mais de US$ 100 mil com apenas dois tuítes

“Somente em criptomoeda.” A memecoin Pacmoon recompensou um usuário com um grande airdrop – que foi maior do que o esperado graças ao erro de um amigo
Imagem da matéria: Ex-diretor da FTX deve pegar até 7 anos de prisão, pedem promotores dos EUA

Ex-diretor da FTX deve pegar até 7 anos de prisão, pedem promotores dos EUA

Ryan Salame foi um dos executivos da FTX que coordenaram a doação de milhões para campanhas políticas usando dinheiro dos clientes
Gustavo Scarpa em um campo de futebol usando o uniforme do Atlético Mineiro

Scarpa x Bigode: Pedras preciosas não valem como garantia em processo contra pirâmide cripto, diz PF

Um laudo das pedras de alexandrita apreendidas da suposta pirâmide Xland foi avaliado por um juiz, que determinou que elas não têm valor significativo
moeda de bitcoin dentro de armadilha selvagem

CVM faz pegadinha e descobre que metade das pessoas cairia em golpe com criptomoedas

Junto com a Anbima, a entidade criou um site de uma empresa fictícia que simulava a oferta de investimentos com lucros altos irreais