Imagem da matéria: “Ethereum terá forte recuperação e deve chegar a US$ 1.900 até o final do ano”, diz Tom Lee
(Foto: Reprodução)

Tom Lee, cofundador da Fundstrat Global Advisors, disse que o Ethereum (ETH) pode chegar a US$ 1.900 até o final do ano, 40% a mais que sua alta histórica de US$ 1.349 registrada em janeiro deste ano, reportou o Bloomberg nesta quinta-feira (27).

Lee, que é um dos maiores defensores do Ethereum, afirmou está na hora da criptomoeda se recuperar, pois o ETH perdeu metade de seu valor nos últimos três meses.

Publicidade

“Ethereum está prestes a entrar em uma etapa de inversão, uma mudança rumo a uma forte recuperação, pois o sentimento atual é excessivamente negativo”, disse Lee, segundo a Bloomberg, em uma carta direcionada aos clientes da Fundstrat, onde ele exerce a função de chefe de pesquisa.

Para reforçar sua estimativa, o executivo lembrou que o ETH, que hoje está sendo negociado na faixa de US$ 220, historicamente, já apresentou desempenho abaixo do esperado e reverteu as perdas.

Para o Bitcoin, Lee previu, em março deste ano, que a criptomoeda deve bater US$ 25 mil até o final de 2018.

Queda no ranking

Recentemente o Ethereum chegou a perder a segunda posição no valor de mercado para o XRP — quando o token da Ripple dobrou de preço em apenas 7 dias — mas se recuperou logo em seguida.

Publicidade

Um dos fatores que podem ter influenciado as quedas no preço do ETH  pode estar relacionado com o número de Ofertas Iniciais de Moedas (ICOs) fracassadas.

Criados em grande escala em 2017, muitos tokens experimentaram grandes vendas, já que os projetos não decolaram, opinou o Ethereum World News que também difundiu a previsão de Lee.

No entanto, no passado, o grande número de ICOs também contribuiu com o aumento do ETH através da arrecadação de fundos nos projetos.

Especulação

No início deste mês, investidores do Ethereum acusaram a exchange de criptomoedas Bitmex de manipular o preço do criptoativo depois que o diretor executivo da bolsa, Arthur Hayes, sugeriu que seus clientes não precisavam do ETH para negociações.

Publicidade

Hayes havia usado ‏uma conta oficial ligada à Bitmex para indicar aos clientes a negociarem apenas usando Bitcoin e que não haveria a necessidade de usar ETH ou USD (dólar). Ele ainda chamou os dois ativos de ‘shitcoin’, um termo chulo muito usado na comunidade de criptomoedas.

Muitos investidores alegaram, então, que a plataforma fez manipulação em desfavor do Ethereum, pressionando-o para baixo — em questão de semanas o preço foi de US$ 415 para cerca de US$ 180, notado naquela ocasião.


Compre Bitcoin no Celular

A BitcoinTrade é a melhor plataforma para operar criptomoedas do Brasil.
Compre Bitcoin, Ethereum e Litecoin com segurança e liquidez, diretamente pelo app.
Baixe agora e aproveite, acesse: www.bitcointrade.com.br

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: IA e mineração de Bitcoin vão obrigar rede elétrica do Texas a crescer mais que o previsto

IA e mineração de Bitcoin vão obrigar rede elétrica do Texas a crescer mais que o previsto

CEO da ERCOT, que controla a rede elétrica do Texas, disse que nos próximos seis anos a capacidade do estado vai precisar praticamente dobrar
Imagem da matéria: Mercado Bitcoin celebra 11 anos com nova assinatura de marca

Mercado Bitcoin celebra 11 anos com nova assinatura de marca

Completando 11 anos, o MB introduz um novo posicionamento de marca, caracterizado por uma atualização na identidade visual
notcoin jogo cripto telegram

Notcoin dispara 50% em 24 horas e fica em 4º lugar em volume negociado

Menos de um mês após seu lançamento, o Notcoin já superou US$ 2 bilhões de valor de mercado e se aproxima do grupo das 50 maiores criptomoedas do mundo
Imagem da matéria: Itaú passa a permitir compra e venda de Bitcoin e Ethereum para todos os clientes íon

Itaú passa a permitir compra e venda de Bitcoin e Ethereum para todos os clientes íon

Um dos pontos ressaltados pelo Itaú é que o banco oferece custódia própria de criptoativos, em tecnologia desenvolvida internamente