Imagem da matéria: Epic Games não vai banir NFTs assim como o Minecraft, garante CEO
Foto: Shutterstock

O Mojang Studios da Microsoft anunciou na quarta-feira (20) que irá banir o uso de tokens não fungíveis (NFT) em servidores operados pela comunidade do jogo Minecraft. Porém, a Epic Games não planeja tomar a mesma abordagem unilateral contra NFTs em jogos, de acordo com novos comentários do CEO da empresa.

No Twitter, um usuário perguntou ao CEO e cofundador da Epic Games, Tim Sweeney, se a empresa seguiria os passos do Minecraft. “Seria muito legal ver a mesma opinião pela Epic Games Store”, tuitou @DicklessRichard, mencionando Sweeney. “Por favor, se livre de todos esses jogos na loja.”

Publicidade

O banimento é a uma abordagem tomada pelo Steam, o maior mercado de jogos para PC, que anunciou em outubro de 2021 que não incluiria na sua plataforma jogos NFTs ou que usam tecnologia blockchain. Mas a Epic Games seguiu o caminho oposto na época e afirmou que iria permitir jogos NFT. Sweeney cumpriu com essa promessa em resposta ao tuíte.

“Desenvolvedores devem ser livres para decidir como desenvolver seus jogos e você está livre para decidir se irá jogá-los”, afirmou Sweeney. “Acredito que lojas e fabricantes de sistemas operacionais não devem interferir ao forçar suas opiniões sobre os outros. Definitivamente não iremos [forçar nada].”

Um NFT é um token desenvolvido em blockchain que funciona como um contrato de propriedade sobre um item exclusivo. Junto com itens de videogames, como avatares, armas e terrenos digitais, NFTs geralmente são usados para obras de arte, colecionáveis e fotos de perfil.

Epic Games

A Epic Games Store é um mercado de jogos para PC e Mac que afirmava ter mais de 194 milhões de usuários no fim de 2021. Desde então, a Gala Games anunciou planos de lançar seu futuro jogo NFT de tiro on-line Grit, junto com futuros jogos, enquanto a Mythical Games também também irá integrar seu jogo Blankos Block Party à plataforma.

Publicidade

Porém, a Epic Games é algo bem maior do que parece. Também é a empresa por trás do popular jogo Fortnite e outros títulos, além de ser a fabricante do software de criação Unreal Engine, amplamente usado pelas indústrias de jogos e do entretenimento.

A empresa também possui aspirações significativas no metaverso, recentemente arrecadando US$ 2 bilhões a uma avaliação de US$ 31,5 bilhões com a intenção de “criar o metaverso”. Porém, a Epic Games não usou criptomoedas ou blockchain em seus próprios jogos e ferramentas, apesar de permitir que outros desenvolvedores lancem jogos com essa tecnologia em seu mercado.

A aversão da Epic à interferência de intermediários também se aplica às suas disputas judiciais tanto contra a Apple como contra a Google.

Essas disputas surgiram do desejo da publicadora em vender uma moeda interna do jogo (V-Bucks) nas versões móveis do Fortnite sem fornecer uma parte das vendas às gigantes empresas de tecnologia. O jogo foi removido das lojas iOS e Android e a Epic entrou com um processo.

Publicidade

Sweeney já havia compartilhado outros comentários que reiteram esse tipo de etos sobre participantes centralizados e os chamados ecossistemas digitais com “jardins murados”.

Em participação a uma conferência em novembro, ele novamente falou do interesse da Epic no metaverso, que é uma visão de uma internet 3D de última geração que é espalhada entre plataformas abertas e interoperáveis.

“O ‘metaverso’ é um termo como a ‘internet’”, disse. “Nenhuma empresa pode controlá-lo.”

*Traduzido por Daniela Pereira do Nascimento com autorização do Decrypt.co.

Quer investir em ativos digitais, mas não sabe por onde começar? O Mercado Bitcoin oferece a melhor e mais segura experiência de negociação para quem está dando os primeiros passos na economia digital. Conheça o MB!

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Trump ou Biden? Por que as criptomoedas podem decidir o próximo presidente dos EUA

Trump ou Biden? Por que as criptomoedas podem decidir o próximo presidente dos EUA

Dados de pesquisas mostram que o apoio das criptomoedas pode desequilibrar a balança em uma disputa acirrada pela Casa Branca. Veja como isso poderia afetar Biden e Trump
Logotipo OKX ao fundo tela trading

OKX diz que contas de usuário foram drenadas com roubo de identidade

A exchange OKX disse que está colaborando com as autoridades e que o roubo não tem relação com o uso do Google Authenticator ou verificação por SMS
Imagem da matéria: Regulação das criptomoedas ficará pronta em 2025, diz diretor do Banco Central

Regulação das criptomoedas ficará pronta em 2025, diz diretor do Banco Central

Segundo o diretor de Regulação do Banco Central, Otavio Damaso, o regulador deve fazer uma segunda consulta pública sobre a regulação das criptomoedas em setembro
Imagem da matéria: Nova York processa minerador de criptomoedas e exchange cripto por fraude de US$ 1 bilhão

Nova York processa minerador de criptomoedas e exchange cripto por fraude de US$ 1 bilhão

Autoridades acusam a exchange cripto NovaTech e a empresa de mineração AWS Mining de “envolvimento em esquemas de pirâmide ilegais”