Imagem da matéria: Empresas que prometiam "rendimento garantido" de 10% ao mês com criptomoedas levam multas milionárias da CVM
Shutterstock

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) condenou na tarde de terça-feira (04) as empresas Skoben Capital e Soluções Exponenciais Treinamento e Administração e seus sócios, Maico Buge Kautsky e Frederico Almeida Saleme do Valle, por oferta irregular de valores mobiliário relacionada a um fundo de criptomoedas.

O caso, que teve início após uma denúncia ao órgão em 2018, culminou em multas aos acusados que, somadas, perfazem o valor de R$ 4,3 milhões. 

Publicidade
  • Soluções Exponenciais Treinamento e Administração Ltda: multa de R$ 852.640,00;
  • Skoben Capital Participações Ltda.: multa de R$ 2.219.292,90;
  • Maico Buge Kautsky: multa de R$ 767.983,23;
  • Frederico Almeida Saleme do Valle: multa de R$ 554.823,23

De acordo com o comunicado do órgão, o Processo Administrativo Sancionador — PAS 19957.007433/2020-77, instaurado pela Superintendência de Registro de Valores Mobiliários (SRE) — apurou a responsabilidade das partes na realização de ofertas públicas irregulares de valores mobiliários sem registro e sem dispensa.

“A acusação entendeu que as ofertas se caracterizariam como públicas, pelo fato de terem sido realizadas por meio de websites e whatsapp”, diz um trecho do processo. 

Promessa de até 10% de rendimentos, apurou CVM

Conforme descreve o PAS, na denúncia apresentada na época, os acusados apresentaram material publicitário com proposta de investimento em três fundos de criptomoedas, cujas promessas de rendimentos garantidos mensais eram de 5%, 7% e 10%.

“Sabemos que é impossível garantir rendimentos dessa magnitude e me preocupa que pessoas honestas mas inocentes que estejam depositando suas economias nesse tipo de oferta. […]”, diz um trecho da denúncia.

Publicidade

Após apuração inicial de uma da equipe CVM, entendeu-se que a oferta envolveria valores mobiliários, mais especificamente, contratos de investimento coletivo, “previsto no inciso IX, do art. 2º da Lei nº 6.385/76, sendo, portanto, valor mobiliário”, diz o documento.

Alertada pela CVM, a Soluções Exponenciais Treinamento e Administração encerrou em 2019 a oferta, que já tinha pelo menos 1.000 cotas de investimentos de R$ 1 mil vendidas.

No entanto, em 2020, o mesmo tipo de produto começou a ser ofertado pela Skoben Capital, sociedade em que Maico Kautsky e Frederico Valle eram os principais sócios e administradores. A denúncia veio do Ministério Público Federal no Estado do Espírito Santo (MPF/ES).

Enquanto isso, a Soluções Exponenciais não teria cessado a oferta, “tendo continuado a captação por outros meios como Whatsapp”.

“Proponho, ainda, que o resultado deste julgamento seja comunicado ao Ministério Público Federal no Estado do Espírito Santo, nos termos da Lei Complementar nº 105/2001, em complemento à comunicação anterior, para as providências cabíveis”, concluiu o relator João Pedro Nascimento

VOCÊ PODE GOSTAR
Sam Bankman-Fried da FTX falando em vídeo

Criador da FTX vai mudar de presídio nos Estados Unidos

Transferência de presídio pode durar até um mês nos EUA, com o detento sendo levado para várias penitenciárias até chegar ao destino final
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Ethereum surpreende e cai 3,6% após aprovação dos ETFs

Manhã Cripto: Ethereum surpreende e cai 3,6% após aprovação dos ETFs

Embora esteja em queda nesta sexta, o Ethereum ainda registra ganhos de mais de 21% na semana
Imagem da matéria: Mercado Bitcoin anuncia três novas listagens: BVM, RIO e AEVO

Mercado Bitcoin anuncia três novas listagens: BVM, RIO e AEVO

As novidades ampliam as opções de investimento na plataforma que já somam mais de 220 ativos
moedas de Bitcoin, Solana e Ethereum emparelhadas - ao fundo gráfico de mercado

Solana será a próxima criptomoeda a ganhar um ETF? Especialistas respondem

Veja também se Dogecoin, Toncoin e outras criptomoedas poderão futuramente estrear no mercado financeiro tradicional como o Bitcoin e o Ethereum