Vista da Terra da Lua e no espaço
Shutterstock

Uma empresa do setor de criptomoedas diz que pretende colocar a chave privada de uma carteira com 62 bitcoins em um pequeno veículo, do tamanho de um microondas, que será enviado para a Lua até o final do ano em uma missão da SpaceX, a empresa espacial do bilionário Elon Musk.

De acordo com a empresa, quem passar pelo solo lunar nas próximas décadas e pegar a chave será o dono dos Bitcoins, avaliados em cerca de R$ 9,2 milhões, pela cotação atual – sem contar eventuais transferência que possam ser feitas para rechear ainda mais a carteira.

Publicidade

A companhia se chama LunarCrush e seu negócio até o momento é criar estratégias de investimentos em criptomoedas e NFTs com base em comunicações feitas por mídias sociais. 

A expectativa é que a história da empresa mude com o burburinho que esperam criar com a caçada ao tesouro cripto na Lua. 

Em entrevista ao portal The Block, o CEO da empresa, Joe Vezzani, explicou que a empreitada será financiada com uma coleção de 24 mil NFTs com o preço de US$ 250 cada. O total é US$ 6 milhões, sendo que o executivo afirma que um quarto vai para o tesouro lunar e outro quarto para iniciativas educacionais relacionadas com o Bitcoin.

“Estão construindo bases [na Lua], então em algum momento alguém vai passar por lá” e pegar a chave, disse Vezzani.

Publicidade

O estúdio que irá criar os NFTs será o Golden Wolf, que recentemente foi adquirido pelo Doodles, uma das marcas mais famosas de colecionáveis de blockchain. 

Outro nome do mercado que está envolvido é a Hiro, empresa que desenvolve soluções para aplicações com Bitcoin. O projeto se chama Nakamoto-1, em homenagem ao anônimo criador da criptomoeda. 

Perguntado se o projeto é apenas um golpe de publicidade espetaculoso, o CEO da Hiro, Alex Miller, disse ser essa a beleza do livre-mercado. “Você coloca a recompensa lá [na Lua] e espera as pessoas criarem um jeito de pegar”. 

Já Vezzani lembra que as pessoas podem continuar enviando Bitcoin para sempre para o endereço público. 

Agora, o pequeno passo para o homem e gigantesco salto para a indústria cripto depende de a coleção de NFTs vender como pãezinhos quentes. 

VOCÊ PODE GOSTAR
bitcoin brilhando na mão

Semler Scientific investe US$ 40 milhões em Bitcoin e ações disparam 25%

As ações da Semler Scientific subiram 25% após a entidade anunciar a adoção do Bitcoin como principal ativo de reserva do tesouro
trader segura moeda de bitcoin em frente a grafico em computador

Bolsa de Chicago planeja lançar negociação de Bitcoin à vista, diz jornal

O objetivo é capitalizar a crescente demanda este ano entre os gestores de Wall Street para ganhar exposição ao setor de criptomoedas
Moedas de bitcoin sob mesa escura com sigal ETF

ETFs de Bitcoin à vista já controlam mais de 1 milhão de BTC

Mais da metade dos US$ 70,5 bilhões em fundos está praticamente dividida entre Grayscale e BlackRock
CEO da Galaxy Digital, Mike Novogratz, em entrevista ao BNN Bloomberg no YouTube

O Bitcoin precisa de uma nova narrativa para voltar a subir, segundo CEO da Galaxy Digital

Mike Novogratz também acredita que o preço do BTC flutue entre US$ 55 mil e US$ 75 mil até que novos eventos ocorram