Imagem da matéria: Empresa que paga em bitcoin para jogar Counter-Strike recebe investimento de US$ 11,5 milhões

A Zebedee, uma startup de jogos que usa Bitcoin para recompensar os usuários, arrecadou US$ 11,5 milhões em sua primeira rodada de investimentos. Os fundos serão usados para expansão da empresa. A iniciativa, atualmente, paga BTC aos jogadores do Counter-Strike: Global Offensive (CS: GO) em servidores especializados.

O financiamento oriundo da Série A será usado para aprimorar seu software e infraestrutura para micropagamentos no jogo através da alternativa para pagamentos em bitcoin, a Lightning Network. Essa rede é uma solução em segunda camada que funciona em cima da própria rede do Bitcoin, permitindo pagamentos muito pequenos sem taxas de transação exorbitantes. De acordo com Zebedee, sua plataforma suporta pagamentos tão baixos quanto US$ 0,0005 em Bitcoin.

Publicidade

“Os fundos arrecadados serão usados ​​para alimentar todas as ações da Zebedee pelos próximos 24 meses, período durante o qual planejamos levantar nossa próxima rodada”, disse por email ao Decrypt, o cofundador e CEO da startup, Simon Cowell. Ele acrescentou que além de continuar com o desenvolvimento do produto, o foco também será em estabelecer as regras de compliance que permeiam as práticas de jogos em níveis globais.

A empresa de capital de risco Lakestar liderou a rodada da Série A, com a participação da Initial Capital, TVP, New Form Capital, entre outros. Os investidores anjos da rodada incluem veteranos da indústria de jogos, como o fundador e CEO da CCP, Hilmar Veigar Pétursson, e o CEO e cofundador da Small Giant, Timo Soininen.

Recompensa em Bitcoin

A startup também aumentará seu impulso de marketing para alcançar mais jogadores, bem como seu alcance para desenvolvedores de jogos para expandir o uso da plataforma. A tecnologia ‘Infuse’ — reprodutor de mídia que permite e rodar os mais diversos formatos de vídeos — da startup permite que os desenvolvedores tanto apostem quando criem recompensas centradas no Bitcoin.

Em fevereiro deste ano, a Zebedee anunciou que tinha implementado seu Infuse ao CS: GO, o jogo de tiro em primeira pessoa da Valve Corporation, permitindo aos jogadores pagar uma quantia muito pequena de Bitcoin como taxa de entrada, tão pouco quanto 100 satoshis, cerca de US$ 0,05, ao jogar em um dos servidores equipados com sua tecnologia Infuse. No final do jogo, os jogadores ganham uma recompensa em BTC com base em seu desempenho.

Publicidade

A Zebedee revelou também que estuda uma parceria com potenciais patrocinadores para poder lançar servidores CS:GO que não requerem taxa de inscrição. Em junho, a Zebedee adicionou uma integração da carteira ‘Zebedee Bitcoin Gaming’ com a exchange de criptomoedas Bitstamp para facilitar os saques dos satoshis ganhos durante as partidas.

Em junho, a startup também organizou o evento MintGox Sports Arena na conferência Bitcoin 2021, em parceria com a Bitstamp e com a empresa de pesquisa L’Atelier BNP Paribas. O evento distribuiu 1 BTC — na época, cerca de US$ 35,5 mil — em prêmios para os competidores. MintGox é uma competição mensal de streaming de jogos centrada em Bitcoin, iniciada em 2020.

Plataformas concorrentes

De acordo com Cowell, a plataforma da Zebedee teve um aumento de 287% no volume de transações entre maio e agosto deste ano, com um aumento de 140% somente no último mês. 

Projetos e iniciativas de jogos com criptomoedas aumentaram em atividade nos últimos meses. O modelo ‘play-to-earn’ — jogue para ganhar — baseado em Ethereum, Axie Infinity, gerou US$ 1,6 bilhão em volume de negociação NFT nos últimos meses, à medida que seu token de governança AXS disparou em valor.

Publicidade

Enquanto isso, os próximos jogos como The Sandbox e Guild of Guardians viram grandes vendas de NFT antes mesmo dos lançamentos. A maior parte da cena dos jogos com criptomoedas gira em torno de Ethereum no momento.

‘Nanotransações’

Contudo, o foco de Zebedee no momento é diferente. Segundo Cowell, comparar sua iniciativa aos jogos baseados em NFT da Ethereum era como “comparar maçãs com laranjas”. Enquanto os jogos da Ethereum estão gerando grandes somas de volume de transações com base em vendas de colecionáveis, a Zebedee usa Bitcoin e a Lightning Network para introduzir as opções de pequenas apostas e micropagamentos.

“Estamos usando o Bitcoin como um sistema de pagamento que leva a atividade econômica real aos mundos virtuais”, disse o diretor. “Assim como as microtransações desbloquearam bilhões em valor, basicamente lançando o mercado de jogos grátis, agora estamos introduzindo ‘nanotransações’ para desbloquear bilhões a mais e pavimentar o caminho para o play-to-earn gratuito”, acrescentou.

Ele concluiu: “O crescimento que estamos vendo não está hypado na especulação de ativos”.

*Traduzido e editado com autorização da Decrypt.co

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Chefe de criptoativos e cibernética da SEC deixa o regulador

Chefe de criptoativos e cibernética da SEC deixa o regulador

David Hirsch, que liderou a Unidade de Criptoativos e Cibernética da SEC na Divisão de Execução, deixou a agência após servir por nove anos
Imagem da matéria: MicroStrategy levanta US$ 800 milhões para comprar mais Bitcoin

MicroStrategy levanta US$ 800 milhões para comprar mais Bitcoin

Com essa arrecadação a MicroStrategy deve aumentar ainda mais sua reserva atual de US$ 14 bilhões em Bitcoin
Ilustração do logotipo da criptomoeda Ethena (ENA) envolta a um gráfico de preço

Ethena Labs revolta comunidade ao forçar mudança na economia do token ENA

A exigência de bloqueio de 50% de tokens oriundos do airdrop provocou uma queda no preço do token ENA
Fachada do MPDFT - Facebook

PM que atraía colegas de farda para pirâmide com criptomoedas é alvo do MP do DF

O policial militar e um grupo suspeito de pessoas e empresas teriam aplicado um golpe de R$ 4 milhões; alvos do MPDFT são do DF e GO