Imagem da matéria: Empresa chinesa listada na Bolsa faz nova compra de bitcoin
Foto: Shutterstock

A empresa chinesa de tecnologia Meitu anunciou nesta quinta-feira (08) que investiu mais dinheiro em criptomoedas com uma compra de Bitcoins de US$ 10 milhões. A empresa de capital aberto agora possui US $ 100 milhões em Bitcoin e Ethereum como parte de seu plano de investimento em criptomoeda.

A empresa, que fabrica smartphones e aplicativos para selfies, disse que comprou mais de 175 Bitcoins em seu último investimento.

Publicidade

Meitu começou março gastando US$ 22 milhões em ethereum e US$ 17,9 milhões em bitcoin. Algumas semanas depois, comprou mais US$ 50 milhões nos dois ativos — elevando seu investimento para um total de US$ 90 milhões.

De acordo com o “plano de investimento em criptomoeda” da Meitu observado nos documentos da empresa, um investimento em ativos digitais de US$ 100 milhões sempre foi a meta.

A empresa sediada em Fujian, no sudeste da China, disse que investiu porque “o Conselho considera que a tecnologia blockchain tem o potencial de mudar os setores financeiro e de tecnologia existentes, semelhante à maneira como a Internet móvel mudou a Internet de PC e muitos outros setores off-line. ”

A Meitu disse anteriormente que o investimento foi acertado porque a empresa acredita que as criptomoedas “têm amplo espaço para apreciação de valor” e que as moedas serviriam como alternativa ao dinheiro.

Publicidade

A Coinbase Institutional, divisão da corretora de criptomoedas que lida com transações para empresas, anunciou no final do mês passado que tinha a custódia dos investimentos na época. Em outras palavras, a Meitu escolheu a Coinbase para cuidar da compra e depois armazenar os ativos.

Grandes corporações, como a MicroStrategy, comandada pelo entusiasta do Bitcoin Michael Saylor, também usaram a corretora para lidar com grandes compras de criptomoedas.

A Meitu, fundada em 2008, é a mais recente empresa de capital aberto a conectar milhões em ativos digitais como uma apólice de seguro para desvalorizar dinheiro fiduciário. A famosa Tesla de Elon Musk comprou US $ 1,5 bilhão em Bitcoins em fevereiro. A MicroStrategy atualmente detém mais de $ 5 bilhões.

*Traduzido e editado com autorização da Decrypt.co

Talvez você queira ler
pilhas de moedas de bitcoin BTC

Mineradores de Bitcoin vão devolver R$ 15 milhões ao investidor que pagou taxa mais cara da história

O pool de mineração AntPool concordou em devolver os R$ 15 milhões que entraram para a história como a taxa mais cara já paga por uma transação de Bitcoin
Imagem da matéria: Ações da MicroStrategy batem maior preço em quase dois anos

Ações da MicroStrategy batem maior preço em quase dois anos

Empresa fundada por Michael Syalor agora detém aproximadamente 0,75% do fornecimento total de Bitcoin em circulação
Bonequinho em cima de uma pilha de moedas douradas de bitcoin fazendo alusão ao processo de mineração

Censura no Bitcoin? Grande pool de mineração revolta comunidade ao “filtrar” transações suspeitas

Um desenvolvedor do Bitcoin detectou seis transações perdidas de endereços sancionados pelo governo dos EUA
Moedas de bitcoin sob mesa escura com sigal ETF

Aprovação de ETF de Bitcoin nos EUA é uma “questão de quando, não se”, diz Grayscale

Embora reconheça que os prazos sejam incertos, a Grayscale garante que a aprovação de um ETF de Bitcoin à vista nos EUA é inevitável