Imagem da matéria: Empresa chinesa listada na Bolsa faz nova compra de bitcoin
Foto: Shutterstock

A empresa chinesa de tecnologia Meitu anunciou nesta quinta-feira (08) que investiu mais dinheiro em criptomoedas com uma compra de Bitcoins de US$ 10 milhões. A empresa de capital aberto agora possui US $ 100 milhões em Bitcoin e Ethereum como parte de seu plano de investimento em criptomoeda.

A empresa, que fabrica smartphones e aplicativos para selfies, disse que comprou mais de 175 Bitcoins em seu último investimento.

Publicidade

Meitu começou março gastando US$ 22 milhões em ethereum e US$ 17,9 milhões em bitcoin. Algumas semanas depois, comprou mais US$ 50 milhões nos dois ativos — elevando seu investimento para um total de US$ 90 milhões.

De acordo com o “plano de investimento em criptomoeda” da Meitu observado nos documentos da empresa, um investimento em ativos digitais de US$ 100 milhões sempre foi a meta.

A empresa sediada em Fujian, no sudeste da China, disse que investiu porque “o Conselho considera que a tecnologia blockchain tem o potencial de mudar os setores financeiro e de tecnologia existentes, semelhante à maneira como a Internet móvel mudou a Internet de PC e muitos outros setores off-line. ”

A Meitu disse anteriormente que o investimento foi acertado porque a empresa acredita que as criptomoedas “têm amplo espaço para apreciação de valor” e que as moedas serviriam como alternativa ao dinheiro.

Publicidade

A Coinbase Institutional, divisão da corretora de criptomoedas que lida com transações para empresas, anunciou no final do mês passado que tinha a custódia dos investimentos na época. Em outras palavras, a Meitu escolheu a Coinbase para cuidar da compra e depois armazenar os ativos.

Grandes corporações, como a MicroStrategy, comandada pelo entusiasta do Bitcoin Michael Saylor, também usaram a corretora para lidar com grandes compras de criptomoedas.

A Meitu, fundada em 2008, é a mais recente empresa de capital aberto a conectar milhões em ativos digitais como uma apólice de seguro para desvalorizar dinheiro fiduciário. A famosa Tesla de Elon Musk comprou US $ 1,5 bilhão em Bitcoins em fevereiro. A MicroStrategy atualmente detém mais de $ 5 bilhões.

*Traduzido e editado com autorização da Decrypt.co

VOCÊ PODE GOSTAR
moeda do bitcoin com o logo da microstrategy ao fundo

MicroStrategy quer arrecadar US$ 500 milhões com notas conversíveis para comprar mais Bitcoin

A empresa de Michael Saylor já é a maior detentora corporativa de Bitcoin, com participações que excedem 1% da oferta circulante de BTC
roger ver criador do bitcoin cash

Manhã Cripto: Bitcoin bate no teto de US$ 71 mil e Roger Ver é solto na Espanha

Ver foi preso em abril, depois que o DOJ divulgou uma acusação alegando que ele havia evitado pagar quase US$ 50 milhões em impostos
Fusão da imagem de uma moeda de bitcoin com a bandeira do Paraguai

Senado do Paraguai aprova lei que pune com até 10 anos de prisão mineradores de criptomoedas que roubam eletricidade 

Para o relator Ever VIllalba, o PL não criminaliza a mineração de criptomoedas, mas as leis devem ser adaptadas ao setor; PL seguirá para a Câmara dos Deputados
notas de dinheiro envoltas a moedas de bitcoin, com num cofre

Quantos bilionários do Bitcoin existem? Veja lista

Muitos dos primeiros a adotar o Bitcoin são agora bilionários, entre as pessoas mais ricas do mundo; mas a fortuna de Satoshi Nakamoto pode ofuscar todos eles